Nome do Projeto
Qualificação do Setor de Secagem da Madeira do Rio Grande do Sul
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
02/05/2017 - 31/12/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias
Eixo Temático (Principal - Afim)
Tecnologia e Produção / Trabalho
Linha de Extensão
Desenvolvimento tecnológico
Resumo
Para o uso da madeira, para as mais variadas finalidades, necessariamente, deve-se ter o teor de umidade adequado. Portanto, a secagem é uma etapa obrigatória e fundamental para o beneficiamento da madeira. Entretanto, o processo de secagem é complexo, sendo necessário procedimento específicos para cada tipo de madeira. No setor industrial essa etapa é um dos principais gargalos do setor, onde se demanda altos custos com energia e tempo prolongado para obtenção de peças de madeira de qualidade, livres de defeitos. Neste contexto o presente projeto visa estabelecer uma aproximação entre o Laboratório de Secagem da Madeira do CEng/UFPel com o setor, gerando contribuições, orientações e recomendações técnicas.

Objetivo Geral

Qualificar o setor de secagem da madeira em indústrias do Rio Grande do Sul.
Objetivos Específicos: 1) Estabelecer interação com o setor de secagem da madeira; 2) Diagnosticar os principais
dificuldades para a racionalização do processo de secagem da madeira; 3) Elaborar informes técnicos abordando as demandas do setor.

Justificativa

A secagem é etapa determinante no processo de industrialização da madeira. A produção de madeira
com adequado teor de umidade, livre de defeitos e em reduzido período de tempo é de grande complexidade.
Cada espécie apresenta comportamento distinto durante a secagem. Madeiras de difícil secagem exigem que o processo seja lento e criterioso, prolongando o período de permanecia em estufa, e consequentemente, os custos com energia, mão de obra, capital investido entre outros. Desta forma, a racionalização da secagem é uma ação determinante para a competitividade das empresas e para a obtenção de produtos finais de qualidade.
Particularmente, para empresas de pequeno porte que atuam no setor observa-se baixa adoção de
procedimentos técnicos, o que tem sido um limitante para atingir mercados nobres, que exigem madeira de
maior qualidade com maior valor agregado. Neste cenário, o presente projeto visa disponibilizar apoio a
partir da elaboração de recomendações técnico científicas a fim de contribuir para a qualificação deste
processo no setor produtivo do Rio Grande do Sul.
Cabe ressaltar que além da contribuição com o setor produtivo, possibilitando a aplicação dos conhecimentos da academia no mercado, e aproximando Universidade do setor produtivo, a proposta terá importante contribuição na formação dos acadêmicos participantes do projeto, que poderão vivenciar a realidade da atuação do Engenheiro
Industrial Madeireiro que atua nesse setor, entendendo de forma mais ampla todo o processo, detectando as
dificuldades e gargalos da secagem da madeira e colocando em prática seus conhecimentos adquiridos
nas disciplinas do curso.

Metodologia

A partir de sindicatos, associações e demais órgãos representativos do setor serão elecadas as empresas
que atuam com secagem da madeira no Rio Grande do Sul. As empresas serão contactadas, sendo proposto o
preenchimento de formulário online vinculado ao site do Laboratório de Secagem (http://wp.ufpel.edu.br/lasema/), onde serão abordados quesitos técnicos sobre o processo de secagem, considerando o método utilizado,
características do processo, equipamento, principais defeitos de secagem e dificuldades do setor. Com as
informações coletas e a partir das demandas das empresas serão elaboradas recomendações técnico
científicas que serão encaminhadas as empresas. As intervenções inicialmente serão estabelecidas online,
podendo ter acompanhamento das orientações sugeridas in loco. Será possível também as empresas
entrarem em contato com o Laboratório de Secagem da Madeira solicitando apoio técnico. As atividades
contaram com a participação de discentes pertencentes a equipe do projeto.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se a partir do desenvolvimento do projeto qualificar o setor de secagem da madeira, assim como, construir uma relação de cooperação entre o Laboratório de Secagem e o setor produtivo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ARTHUR GARCIA LUCAS
Carolina Pinho Vieira
ERIKA DA SILVA FERREIRA2
GABRIEL ANTUNEZ BRAZ
LEONARDO DA SILVA OLIVEIRA2
LUCAS OERTEL DA FONSECA
MARCOS THEODORO MULLER
MAYARA DE OLIVEIRA ALVES BRANCO
MERIELEN DE CARVALHO LOPES2
THAÍS VIEIRA HOLZ

Página gerada em 10/12/2019 00:57:58 (consulta levou 0.090196s)