Nome do Projeto
Sala de Leitura Erico Verissimo: projeto integrado
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
02/01/2017 - 29/11/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Cultura
Linha de Extensão
Alfabetização, leitura e escrita
Resumo
A Sala de Leitura Erico Verissimo foi criada em 2015 e é um espaço destinado à leitura literária. Localizada no térreo do ICH, é uma sala de aproximadamente 9 metros quadrados que abriga cinco acervos disponibilizados para leitura local. Atendia prioritariamente estudantes de ensino superior que circulam, nos três turnos, naquele ambiente acadêmico. Agora, de forma mais ativa, abre suas portas para visitas guiadas e para públicos especiais. Sua proposição teve como objetivo primordial promover a leitura literária no espaço acadêmico e tem sido responsável por propor e desenvolver micropolíticas de leitura. Entre elas, visitas guiadas para conhecimento do acervo e do espaço, cursos livres – como o Mediadores em Leitura Literária que é ofertado à comunidade no período de recesso acadêmico da UFPel –, Saraus literários, pesquisas sobre o livro e a literatura e aulas em ambientes não convencionais como o corredor em frente à sala que se localiza no térreo do ICH. Inaugurada em 17/12/2015, a sala funciona com a supervisão da Drª Cristina Maria Rosa (FaE/UFPel) e com o trabalho de estudantes (bolsistas PET e voluntários) da Licenciatura em Pedagogia. A cada semestre, oferece uma grade de horários em que pode ser visitada/usada, priorizando os momentos livres dos estudantes, como o intervalo entre turnos, por exemplo. Atualmente, a Sala de Leitura abriga cinco acervos, três adquiridos com recursos públicos e dois oriundos de doações. São eles: 1. Livros sobre a Literatura e seu ensino. Neste acervo estão assentadas obras como A Literatura em Perigo (Tzvetan Todorov), Crítica, Teoria e Literatura Infantil (Peter Hunt), Das leituras ao letramento literário (Graça Paulino), Literatura Infantil: Gostosuras e Bobices (Fanny Abramovich), Literatura Infantil: Teoria, Análise e Didática (Nelly Novaes Coelho), Uma história da leitura (Alberto Manguel) e Uma rede de casas encantadas (Ana Maria Machado), entre outras; 2. Obras de Literatura Universal, como Poesia Completa (Cecília Meireles) e Obras Completas (Jorge Luis Borges); 3. Obras de Literatura Infantil. Este é o maior acervo. Possui em torno de 1200 títulos entre Clássicos (Perrault, Grimm e Andersen) e Modernos, com ênfase para os brasileiros. A obra completa de Monteiro Lobato e Erico Verissimo estão assentados neste acervo; 4. Obras de Literatura Infanto-Juvenil (oriundas dos concorrentes ao PNBE/2015-2016). Atualmente com 30 títulos, entre eles, Policarpo Quaresma (HQ), de Lima Barreto e Os Miseráveis, de Victor Hugo (Adaptado por Antonio Carlos Viana). 5. Banners: Com a história do GELL - Grupo de Estudos em Leitura Literária, os banners têm sido utiizados para registro de cursos e eventos promovidos pela sala e exposição de sua hist´roa quando dos eventos. Entre suas ações mais importantes está o projeto de restauração de Bibliotecas escolares. O primeiro dele foi desenvolvido na Biblioteca na Escola Estadual de Ensino Fundamental Fernando Treptow, em 2016. Realizada entre os meses de abril a novembro e tendo como foco o restauro e a proposição de uma politica de uso do acervo, foi entregue à comunicade Escolar em 25/11/2016 e, desde então, vem sendo utlizada para cursos, aulas, pesquisas, visitas guiadas, estudos de acervo e eventos literários.

Objetivo Geral

Promover a leitura literária no espaço acadêmico e desenvolver micropolíticas de leitura literária entre a comunidade em geral como visitas guiadas para conhecimento do acervo e do espaço, Cursos livres, Saraus literários, Pesquisas sobre o livro e a literatura e Aulas em ambientes não convencionais.

Justificativa

Pesquisadora da área da leitura literária, tenho colhido entre docentes de ensino superior, profesores nas escolas, bibliotecários e alfabetizadores uma unanimidade quanto à capacidade e traquejo literários dos estudantes. O consenso afirma que estes, quando leem, leem pouco. Além disso, indicam que parte considerável dos que chegam aos bancos da Universidade são conhecedores de um repertóreio muito restrito de obras literárias e, entre eles, os que leem, uma quantidade bem pequena possui acervos em suas residências, indicado que a escola - as bilbiotecas, em especial - são fonte de informação, variedade e qualidade possível de ser acessada. Na Universidaede, em função das bibliotecas com caráter setorial, a diversidade é substituída pela especificidade, tornando o acesso a obras de caráter literário ainda mais restrito.
Desse modo, justifica-se plenamente a existência de uma Sala de Leitura, cujo foco é a leitura literária a ser ofertada indistintamente aos estudantes e, ao mesmo tempo, como fonte de pesquisa e ensino.

Metodologia

A metodologia empregada no uso da sala de leitura é:
1. Abertura da sala aos usuários;
2. Registro de suas presenças no local:
3. Disponibilização dos acervos, indistintamente;
4. Visitas guiadas a grupos (bilbiotecarios, escolas, prefeituras, secretiarias de educação, professores, pesquisadores);
5. Ofertas de cursos periódicos e de iniciativas eventuais (Saruas, minicursos, oficinas, leituras), todas no campo da formação do leitor;
6. Consultoria acerca da instalação, restauro, adequação e uso de bibliotecas escolares.
7. Orientação de trabalhos de estudo e pesquisa sobre o livro e a literatura;
8. Desencadeamento de micropolíticas de leitura literária em escolas e na sociedade.

Indicadores, Metas e Resultados

Ampliação do Público;
Formação de leitores literários;
Periodização dos programas eventuais;
Continuidade dos programas periódicos;
Ampliação do acervo;
Institucionalização da Sala da Leitura na estrutura organizacional da Faculdade de Educação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEX SANDRO CHAGAS NUNES
BEATRIZ HELENA DA ROSA PEREIRA
CINARA TONELLO POSTRINGER
CLAUDIA BARBOSA PEREIRA SOUSA
CRISTINA MARIA ROSA21
Daniela Pires Moreira de Castro
IÊDA MARIA KURTZ DE AZEVEDO
LEONARDO CAPRA
MÁRCIA DUARTE DE SOUZA
NANIN LOUSTAU OYAMBURE
PATRÍCIA FEIJÓ DA SILVA
RENATA BEHLING DE MELLO
ROBERTA BOHNS TAVARES
ROSELAINE LIMA
Rafaela Canez Camargo
TAMIRES LACERDA MACHADO
ÉRICA MACHADO LEOPOLDO

Página gerada em 17/09/2021 01:58:33 (consulta levou 0.725561s)