Nome do Projeto
Visualidade e materialidade nos acervos do Centro de memória e pesquisa Hisales
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/08/2020 - 01/08/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Resumo
O projeto de pesquisa tem como principal objetivo analisar a visualidade e materialidade nos acervos do Centro de memória e pesquisa História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares - Hisales, vinculado à Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas - FaE/UFPel. Pretende-se, nos materiais, identificar características de imagem, linguagem visual, projeto gráfico, projeto editorial, produção gráfica, assim como sua relação com os aspectos didático-pedagógicos, contextualizados na história e na sociedade de determinada época, entre outras questões. Os objetos e fontes de pesquisa são: cadernos de alunos - ciclo de alfabetização e outras séries (2116 exemplares); cadernos de planejamento de professoras (281 exemplares); livros para o ensino da leitura e da escrita em língua nacional (1255 exemplares), em língua nacional “artesanais” (49 exemplares), em língua estrangeira (126 exemplares); livros didáticos produzidos no Rio Grande do Sul entre 1900 e 1980 (375 exemplares), impressos pedagógicos, materiais didático pedagógicos e outros elementos da cultura material escolar, assim como exemplares de literatura e demais itens reunidos no referido espaço, que contribuem com a constituição da história da educação, assim como com a história e memória gráfica do design local, regional e nacional. O projeto de pesquisa pretende agregar diversas ações específicas de pesquisa durante o seu desenvolvimento, assim como inserir atividades de ensino e extensão, potencializando, desta forma, as relações interdisciplinares na comunidade acadêmica, envolvendo docentes, discentes e técnicos-administrativos, de diversas áreas e cursos, da graduação e da pós-graduação da UFPel.

Objetivo Geral

O projeto de pesquisa tem como principal objetivo analisar a visualidade e a materialidade nos acervos do Centro de memória e pesquisa História da Alfabetização, Leitura, Escrita e dos Livros Escolares - Hisales, vinculado à Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas - FaE/UFPel.

Justificativa

O projeto de pesquisa “Visualidade e materialidade nos acervos do Hisales” procura investir na realização de trabalhos interdisciplinares entre os pesquisadores envolvidos, explorando questões com as quais possam ser aproveitados os conhecimentos das variadas formações acadêmicas dos integrantes, que costumam atuar nas suas áreas específicas de pesquisa e que têm interesses diferenciados.
O Hisales possibilita, dessa forma, o desenvolvimento de distintas pesquisas científicas e com diferencial para os campos envolvidos, tendo seu espaço e os acervos disponíveis para investigações de todos os interessados. Propõe-se assim, com a efetivação desse projeto de pesquisa, o desenvolvimento de atividades que integrem e fomentem possíveis ações de pesquisa, ensino e extensão, envolvendo docentes, discentes e técnicos-administrativos da UFPel, além da comunidade em geral.
Cabe apresentar um pouco mais sobre o Hisales, para justificar a relevância e o diferencial da proposta. O centro, cujo grupo de pesquisa existe desde 2006 cadastrado no CNPq, tem entre as investigações desenvolvidas, três eixos privilegiados: I) estudos sobre história da alfabetização e da escolarização; II) pesquisas sobre práticas escolares e não-escolares de leitura e de escrita; III) análise da produção, circulação e utilização de livros escolares produzidos no Rio Grande do Sul, especialmente entre os anos de 1940 e 1980 (período da influência do Centro de Pesquisas e Orientações Educacionais da Secretaria de Educação do Estado - CPOE-SEC/RS na produção didática gaúcha).
Além da investigação na área da alfabetização, leitura e escrita, o Hisales tem como um de seus objetivos fundamentais constituir acervos para manutenção da história e da memória da alfabetização e dos livros escolares produzidos no Rio Grande do Sul/RS. Atualmente, o centro contém os seguintes acervos já constituídos, catalogados e armazenados na sua sala: a) Cadernos de alunos - ciclo de alfabetização e outras séries (2116 exemplares); b) Cadernos de planejamento (Diários de classes) de professoras (281 exemplares); c) Livros para o ensino da leitura e da escrita nacionais e estrangeiros: em língua nacional (1255 exemplares); em língua nacional “artesanais” (49 exemplares); em língua estrangeira (126 exemplares); d) Livros didáticos produzidos no Rio Grande do Sul entre 1900 a 1980 (375 exemplares); g) Materiais didático-pedagógicos; h) Escritas pessoais e familiares (691 exemplares). Além destes citados, há outros acervos complementares e em constituição, assim como documentos, publicações e materiais diversos, também disponibilizados para consulta local. O local recebe doações permanentemente e, por isso, o processo de higienização, catalogação e armazenamento dos materiais está em constante desenvolvimento e os números têm sido atualizados, sempre que possível, através do trabalho dos integrantes do grupo.
Trata-se, por isso, de um acervo rico de possíveis objetos e fontes de pesquisa que ainda não foram investigados e que podem ser muito explorados, como por exemplo, pelos estudos da visualidade e da materialidade proposto neste projeto, visto que ainda são recentes e muito têm a contribuir com a historiografia. Trata-se de exemplos de produtos das culturas que as originaram, através de profissionais e de concepções estéticas estabelecidas em determinado período, além de serem resultado e expressarem relações históricas, sociais e ideológicas. Estas questões, analisadas nos exemplares de cultura material escolar do Hisales, permitem conhecer aspectos de contexto, origens, produção, características gráficas, funções, sentidos e significados implicados.
Pelo entrecruzamento desses aspectos, pretende-se estudar como a visualidade e a materialidade dos acervos também podem contribuir na configuração de uma memória histórica escolar, através de sua estética, dos estilos e das técnicas gráficas; pela sua associação à uma identidade cultural; pela representação de determinadas características que definem um modelo editorial e evidenciam estruturas de produção gráfica e de tecnologias de impressão; pela identificação de preceitos de métodos didático-pedagógicos de determinada época; pela revelação de um contexto histórico, político, econômico, educativo, social e cultural. Todos esses fatores, reunidos e destacados nos materiais analisados, contribuem para a constituição da história da educação e também da história editorial e gráfica local, regional e nacional.
Além disso, vale registrar que o projeto de pesquisa e suas referidas ações envolvem aspectos intrínsecos aos conteúdos trabalhados com os alunos, no decorrer de seus cursos de graduação, em diversas disciplinas e, por isso, podem ser praticados e exercitados, através dessas experiências, que também se tornam oportunidades para que a comunidade acadêmica se aproxime mais do Hisales e reconheça a importância da salvaguarda dos acervos e participe dos seus inúmeros e variados desdobramentos, através das atividades de extensão, pesquisa e ensino.

Metodologia

- Escolha de temáticas a serem investidas, a serem contempladas em ações já existentes ou em novas a serem criadas, dentro do projeto de pesquisa;
- Recortes do foco e das possíveis abordagens na temática da pesquisa em relação ao conteúdo, material, temporalidade, etc.;
- Revisão bibliográfica sobre a temática de pesquisa;
- Separação e triagem de materiais dos acervos;
- Construção de uma metodologia específica de trabalho com o material;
- Coleta de dados nos materiais dos acervos investigados;
- Classificação e análise dos dados encontrados;
- Produção de artigos e materiais gráficos com os resultados da pesquisa.

Indicadores, Metas e Resultados

- Fortalecimento da discussão e da pesquisa sobre a visualidade e a materialidade em acervos da cultura material escolar, relacionando história da educação, memória gráfica, história do design, entre outros aspectos;
- Trabalho colaborativo e interdisciplinar envolvendo alunos, professores e técnicos-administrativos de diferentes cursos da universidade, engajados nas ações vinculadas ao projeto de pesquisa;
- Formação de novos pesquisadores em diferentes níveis (iniciação científica, mestrado e doutorado);
- Reconhecimento da potencialidade de desenvolvimento de ações de pesquisa, extensão e ensino junto aos acervos do Centro de memória e pesquisa Hisales;
- Organização de exposições com o material utilizado nas pesquisas, promovendo também ações de ensino e extensão;
- Apresentações de trabalhos com resultados de pesquisas em eventos acadêmicos;
- Produção de artigos científicos para publicação em eventos acadêmicos, periódicos científicos e livros;
- Contribuição com a história da educação e a memória gráfica local, regional e nacional, assim como o destaque para a relevância da guarda do patrimônio escolar, exemplificado nos acervos do Hisales.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BIANCA LEAL FERNANDES
CHRIS DE AZEVEDO RAMIL4
ELIANE TERESINHA PERES
ESTELA MACEDO COSTA
FERNANDA TEIXEIRA GOMES FOSTER
FERNANDA TEIXEIRA GOMES FOSTER
INDIARA GAIA DA SILVA
JOSEANE CRUZ MONKS
MARILIA BRANDAO AMARO DA SILVEIRA
TATIANA RODRIGUES SIQUEIRA
THALIA COSTA DUARTE
VANIA GRIM THIES1

Página gerada em 28/11/2020 23:52:55 (consulta levou 0.121656s)