Nome do Projeto
Fundamentos da Educação Ambiental
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
24/06/2020 - 23/09/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O presente projeto de ensino tem como objetivo desenvolver estudos e diálogos sobre os fundamentos históricos e sociológicos da Educação Ambiental, pelo viés da teoria crítica da educação, junto aos acadêmicos da Universidade Federal de Pelotas, no sentido de aprofundar conceitos teóricos e metodológicos sobre a referida área de conhecimento. O projeto, desenvolvido nos moldes de um grupo de estudos, considera fundamental, nos dias de hoje, estimular a produção científica e acadêmica relacionada à Educação Ambiental, focando-se na perspectiva da compreensão crítica dos conflitos que perpassam a crise socioambiental da atualidade e os significados e sentidos da luta pela justiça ambiental. A metodologia será desenvolvida a partir de leituras individuais e encontros para debates coletivos (através de Webconferência) de artigos e livros indicados para o estudo de temáticas como: o movimento ecológico no Brasil e na América Latina; correntes teóricas e metodológicas da Educação Ambiental; globalização, consumo e crise socioambiental; mundo do trabalho, educação e meio ambiente; justiça ambiental. Outrossim, o projeto tem como aporte teórico os seguintes pesquisadores: Carlos Frederico Loureiro, Henri Acselrad, Carlos W. Porto-Gonçalves, Antônio Carlos Diegues, entre outros.

Objetivo Geral

Desenvolver estudos e diálogos sobre os fundamentos históricos e sociológicos da Educação Ambiental, pelo viés da teoria crítica da educação, com os acadêmicos da Universidade Federal de Pelotas.

Justificativa

A Educação Ambiental afirma-se como processo de formação que visa a compreensão das contradições e problemáticas que emergem da atual crise sócio-ambiental da atualidade apontando para práticas mobilizadoras que tenham como objetivo a construção de relações sociais pautadas para além da lógica capitalista. Neste ponto, tratamos de argumentar a importância de desenvolver estudos para qualificar a formação inicial dos acadêmicos da Universidade Federal de Pelotas em relação à compreensão sobre os fundamentos históricos, sociológicos e epistemológicos que apontam a necessária construção de uma justiça ambiental na qual visa constituir uma nova perspectiva integradora das lutas ambientais e sociais. Neste sentido, a universidade, através de seus processos formativos, assume um papel fundamental no contexto de atuação dos profissionais na reflexão crítica dos problemas e na luta pela justiça ambiental. Com base em Acselrad et al. (2009), salientamos que a noção de justiça ambiental afirma o princípio de que a nenhum grupo social devem ser destinados os riscos ambientais nocivos decorrentes de políticas e de legislação débil na gestão do uso dos recursos naturais.

Metodologia

A metodologia será desenvolvida a partir das seguintes estratégias: estudos individuais da bibliografia obrigatória indicada; encontros para debates coletivos a partir da plataforma de Webconferência da Universidade Federal de Pelotas; escritas de textos (resumos, resenhas e artigo), tendo como objetivo o aprofundamento teórico-conceitual dos temas relacionados à Educação Ambiental; participação em chats e em fóruns de discussão; realização de investigações sobre os temas sugeridos para o estudo. Todos os integrantes do projeto de ensino deverão desenvolver a leitura dos textos obrigatórios indicados e elaborar textos escritos sobre os tópicos abordados. Espaços virtuais e ferramentas utilizadas: Moodle; Webconferência UFPel; e-mail; YouTube.

Indicadores, Metas e Resultados

Compreensão sobre o conceito de Educação Ambiental, na perspectiva crítica da educação, em sua relação com as transformações históricas que operam na escola e no mundo do trabalho;
Entendimento acerca da inter-relação entre o processo de globalização e a crise socioambiental da atualidade;
Contribuir para a formação inicial dos alunos da graduação da universidade nas discussões que se relacionam à compreensão dos fundamentos históricos, sociológicos e epistemológicos da Educação Ambiental;
Inserção e valorização da temática da Educação Ambiental no processo de formação inicial dos graduandos da UFPel;
Ampliação dos processos de produção científica e acadêmica relacionada à temática da Educação Ambiental.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA PAULA LOFFHAGEN DO AMARAL
ANNELISE COSTA DE JESUS
ARIELE MADRUGA OLIVEIRA
ARIÁDINE MARQUES DA ROSA
BIANCA LEAL FERNANDES
CAMILA XAVIER VIEIRA
CAROLINE TERRA DE OLIVEIRA7
CAUE LIMA CANABARRO
DIEGO DOMINGOS GOULART
EUGENIA ANTUNES DIAS
FABIOLA FUMAGALLI DE MORAES
GABRIELLE LOPES DAS NEVES
GABRIELLE LOPES DAS NEVES
GIOVANNI NACHTIGALL MAURICIO3
IRIS ELENA BARCELLOS GARCIA
JAQUELINE LAKMAN ALMEIDA
KENIA DE FREITAS FERREIRA
LARISSA MENDES
LAUREN SILVEIRA FARIAS
LUIZA BELEM TEIXEIRA
MARCIA DENISE TESSMER MADEIRA CARDOSO
NATANIELE DA ROSA PEREIRA
NATHÁLIA CRISTINA BERNARDES CERUTTI GARIN
NILSON BORGES CORRÊA
RENATA AIRES DE FREITAS
TAMIRES DE MOURA AMARAL
VANESSA BEZERRA DIAS
VANESSA DUTRA RADMANN
WILLIAN SILVA RIVAROLI

Página gerada em 18/10/2021 10:47:51 (consulta levou 0.126902s)