Nome do Projeto
Rememorando trajetos de formação no Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Imaginário, Educação e Memória (GEPIEM) ao longo de seus 20 anos
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
10/08/2020 - 14/09/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Educação
Linha de Extensão
Educação profissional
Resumo
Este projeto visa agrupar ex orientandos de iniciação científica, mestrado, doutorado e outras modalidades, com o intuito de resgatar memórias de aprendizagens do Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Imaginário, Educação e Memória (GEPIEM), no decurso de uma trajetória de 20 anos de trabalhos acadêmicos. Este grupo, registrado na Plataforma no CNPQ integra o Programa de Pós-graduação em Educação, da Faculdade de Educação.

Objetivo Geral

Rememorar trajetórias de formação de acadêmicos, da graduação ao doutorado, que tiveram nos estudos do imaginário e das narrativas (auto)biográficas algumas bases teóricas para sua atuação profissional.

Justificativa

O GEPIEM iniciou suas atividades no ano de 2000, com o foco voltado aos estudos sobre Imaginário, Educação e Cultura, chamando-se em um primeiro momento GEPIEC. No ano de 2004, seu enfoque adentra os estudos sobre Memória, na perspectiva da autoformação humana. Em 20 anos de existência, o grupo tem sido um lócus de dissertações, teses, pesquisas, discussões, olhares e trocas de pontos de vista, através de temas relativos aos estudos do Imaginário, processos humanos (auto)formadores. Desse modo, o GEPIEM se constitui com pesquisas que têm seu foco de investimento na formação humana de profissionais. Nestes 20 anos de existência, muitos foram os caminhos percorridos. São um total de mais de 50 orientações concluídas, entre iniciação científica, dissertações e teses. De GEPIEC A GEPIEM, um marco da mudança…Em 2007, ocasião em que realiza seu Iº CICLO DE ESTUDOS DE PROCESSOS (AUTO)FORMADORES, o trabalho dos pesquisadores e orientandos, volta-se ao estudos das narrativas: orais, escritas e simbólicas. O foco são as trajetórias e as memórias como percursos (auto)formadores, tendo o Imaginário como “carro chefe”. Em abril de 2008 com a realização do IIº CICLO DE ESTUDOS DE PROCESSOS (AUTO)FORMADORES e a presença da pesquisadora suíça Marie-Christine Josso. pesquisadora que vem desenvolvendo uma metodologia de pesquisa-formação e investigação-formativa na perspectiva da biografia educativa, houve a consolidação do trabalho desenvolvido nestas interfaces. Em setembro de 2012 foi realizado o I COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE IMAGINÁRIO, EDUCAÇÃO E (AUTO)BIOGRAFIAS e o V COLÓQUIO SOBRE IMAGINÁRIO E EDUCAÇÃO – Razões imaginantes nas hermenêuticas do vivido, com a participação de pesquisadores internacionais como Alberto Filipe Araújo, Luiz Garagalza e pesquisadores renomados no Brasil, constituindo um momento de discussão, aprofundamento e partilhas sobre os estudos do Imaginário e das pesquisas (auto)biográficas. O evento também demarcou o espaço do imaginário nas pesquisas em Educação do Sul do Brasil. Em agosto de 2019, realizou-se o II COLÓQUIO INTERNACIONAL SOBRE IMAGINÁRIO, EDUCAÇÃO E (AUTO) BIOGRAFIAS; VI COLÓQUIO SOBRE IMAGINÁRIO E EDUCAÇÃO; I ENCONTRO REGIONAL DA BIOGRAPH SUL - Pedagogias do Imaginário: matrizes oníricas de uma escola viva, com a participação de Alberto Filipe Araújo, Rogério Almeida, Maria Helena Menna Barreto Abrahão, Jorge Luiz da Cunha e tantos outros pesquisadores renomados no Brasil. Neste evento, ocorreu a parceria com a Associação Brasileira de Pesquisa (auto)biográfica - BIOGRAPH - região sul, constituindo um importante momento de diálogo e construção de redes, bem como de debates multidisciplinares sobre o tema. Ao retomar os momentos acima citados, percebeu-se o quanto o GEPIEM em 20 anos construiu um trabalho potente de pesquisa e interação com a comunidade educacional. Assim, movida pelo trajeto vivido pelo Grupo, eis os motivos que instigam a realização deste projeto: 1) o grupo completa 20 anos de existência; 2) estamos em tempos de afastamento social e a memória, além de guardiã dos nossos fazeres, poderá trazer conteúdos importantes e ensinantes para quem virá; 3) estar num momento de "passar o bastão", tendo em vista a escolha pelo fim do meu trabalho à frente do grupo, justifica-se a importância deste projeto de extensão.

Metodologia

O encontro será na modalidade remota, por meio de ferramenta digital - Webconf da UFPel. Acontecerá em forma de roda de conversa, onde todos os ex-orientandos serão convidados a partilhar suas aprendizagens assimiladas no interior do grupo e falar sobre os efeitos destes estudos nos fazeres atuais.

Indicadores, Metas e Resultados

Reunir ex-orientandos para rememorar suas aprendizagens durante a passagem pelo GEPIEM, conhecer seus movimentos após a defesa de suas pesquisas e os efeitos dos estudos do campo do Imaginário e da Memória nos afazeres atuais.
Visibilizar e partilhar a história do Grupo de Pesquisa em seus 20 anos de existência, destacando os momentos e produções relevantes para o campo da Educação.
Potencializar a continuação do Grupo após a saída da sua líder.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ACEVESMORENO FLORES PIEGAZ
ADRIANI RAMOS CALDERIPE
ADRIANO MORAES DE OLIVEIRA
ALEXANDRE DA SILVA BORGES
ALEXANDRE VIRGÍNIO ASSUNÇÃO
ANA DA ROSA BANDEIRA1
ANA PAULA ALBA WILDT
ANDRISA KEMEL ZANELLA1
ANIELLE GOMES NUNES
BRUNO BLOIS NUNES
CASSIUS ANDRE PRIETTO SOUZA
Cândice Moura Lorenzoni
Deonir Luis Kurek
ELISANDRA ESPIRITO SANTOS PINA
FLAVIA GRIEP MANCINI
IRAPUA PACHECO MARTINS
Ionice da Silva Debus
JOSÉ APARECIDO CELORIO
JULIA GUIMARÃES NEVES
LARISSA QUINTANA DE OLIVEIRA
LELIA FLORISBAL PEREIRA
LETICIA GABRIELI VIVIAN GARCIA
LISANDRO LUCAS DE LIMA MOURA
LUCIA MARIA VAZ PERES2
LUCIANA MARTINS TEIXEIRA LINDNER
Maria Helena Menna Barreto Abrahão
Monique da Silva
REBECA PEREIRA SAN MARTINS
ROSE MARY KERR DE BARROS
TALITA GARCIA DE OLIVEIRA
Valeska Maria Fortes de Oliveira
Ítalo Franco Costa

Página gerada em 03/12/2020 23:20:47 (consulta levou 0.148159s)