Nome do Projeto
Projeto LADOPAR: Ensino, Pesquisa e Extensão
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
17/08/2020 - 15/08/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Meio ambiente
Linha de Extensão
Desenvolvimento regional
Resumo
O Projeto LADOPAR tem sido desenvolvido desde o ano de 1996, focado na compreensão e solução de problemas sanitários produzidos por enfermidades parasitárias. A equipe é formada atualmente por professores, médicos veterinários residentes, estudantes de diversos cursos tendo como público alvo, estudantes, entidades rurais e indústrias de insumos aplicados ao agronegócio. As metodologias aplicadas serão aquelas voltadas à formação de recursos humanos, treinamento em habilidades técnicas, gerenciais, comerciais e científicas pela prestação de serviços no atendimento de demandas regionais para diagnóstico, tratamento, profilaxia e controle das parasitoses de animais de produção, silvestre, companhia e de interesse em saúde pública. Os dados gerados pelos atendimentos e estudos deverão ser publicados em diferentes veículos proporcionando retroalimentação do sistema, melhoria da formação de recursos humanos e divulgação do papel da Universidade na comunidade.

Objetivo Geral

O Projeto LADOPAR tem por objetivos gerais o atendimento de demandas da comunidade de estudantes, técnicos e produtores rurais para intervenções técnicas e gerenciais de diagnóstico, profilaxia e controle de enfermidades parasitárias.

Justificativa

A Faculdade de Veterinária como Unidade da Universidade Federal de Pelotas, como outras unidades apresenta um currículo escolar delineado para desenvolvimento de acordo com as suas capacidades instaladas de laboratório, equipamentos, ambientes acadêmicos e pessoal qualificado. Porém, como “universidade” recebe diariamente demandas da comunidade de produtores rurais, técnicos egressos de universidades regionais que buscam na Faculdade auxílio para resolução de problemas que estão no escopo das expertises docentes e discentes. Assim, o projeto dimensiona as principais necessidades de atendimento suplementar para a prestação de serviços e competências que promovem o desenvolvimento rural sustentável e auxiliam no treinamento acadêmico e docente com vistas à abertura de mercado para a atuação do médico veterinário egresso da instituição.
As parasitoses dos animais tem sido levantadas como as maiores causas de prejuízos na pecuária nacional e representam mais de 60% de todos os insumos comercializados dentre os produtos veterinários.

Metodologia

Para atingir os objetivos o projeto LADOPAR utiliza a seguinte metodologia:

Recrutamento e Seleção de Pessoal Colaborador
O projeto disponibiliza treinamento para estudantes de diversos cursos no desenvolvimento em técnicas de diagnóstico de enfermidades parasitárias, apresentação qualificada de temas; estudos orientados de literaturas afins; gestão de agronegócios, gerenciamento de recursos humanos, organização de eventos, participações em intervenções em propriedades rurais, entre outros. A partir desta etapa os estudantes serão selecionados por vocações e assumem participação como colaboradores desempenhando funções chaves para crescimento pessoal e técnico.

Atendimento às Demandas Regionais
O projeto disponibiliza atendimento de demandas regionais oriundas de necessidades de Produtores Rurais, Laboratórios Produtores de Insumos para o Agronegócio e Técnicos que atuam como prestadores de serviços na região. Por estes métodos serão atendidas as demandas de orientações técnicas voltadas para o diagnóstico, tratamento, prevenção e controle das principais enfermidades parasitárias de impacto na pecuária regional, animais de companhia e zoonoses parasitárias de importância em saúde pública.
No diagnóstico serão empregadas técnicas diretas com qualificação e quantificação de agentes etiológicos que causam parasitoses e técnicas indiretas, por estudos sorológicos para estimar pela persistência de anticorpos os graus de infecção de animais individualmente ou de rebanhos.
No tratamento de parasitoses serão utilizados estudos e repasses de treinamento para estudantes e trabalhadores de propriedades rurais para o uso das principais estratégias medicamentosas e gerenciais visando profilaxia e controle das enfermidades.
Estas atividades serão realizadas em parceria com Laboratórios e Indústrias produtoras de medicamentos e vacinas, que demonstram interesse na difusão de suas tecnologias, fornecendo como contrapartida produtos e disponibilizando estágios de treinamento para estudantes do projeto e da Faculdade de Veterinária.
* O Laboratório de Doenças Parasitárias/LADOPAR possui autorização de retorno das atividades presenciais (processo SEI nº 23110.019060/2020-14), realizadas somente pelos professores e alunos de pós-graduação (residentes)

Desenvolvimento de Pesquisas
O atendimento de demandas e seus desdobramentos geram necessidades de buscas de informações a cerca das principais enfermidades parasitárias de impacto regional. Assim, os dados gerados pelos resultados de exames laboratoriais, intervenções em propriedades rurais, testes críticos de medicamentos e tecnologias serão analisados pelos orientadores e colaboradores para serem publicados para difusão tecnológica e demonstração da epidemiologia das enfermidades. Estes estudos permitem termos comparativos com o comportamento das enfermidades em outras regiões e no mundo.

Treinamento de Habilidades Gerenciais e Palestras
Semanalmente serão realizadas reuniões de equipe com participações de professores, servidores, médicos veterinários residentes e estagiários dos cursos de medicina veterinária, zootécnica, agronomia, biologia, biotecnologia, entre outros. As reuniões atendem três momentos: Momento Administrativo, Momento Propositivo e Momento Analítico. A equipe é treinada para desenvolvimento de atividades administrativas de funções elementares para a manutenção dos serviços do laboratório, revisão e estudo de conteúdos em desenvolvimento, apresentação de propostas de trabalho de novas atividades a serem implementadas, e apresentação de resultados obtidos em atuações que forma propostas no passado.
* Enquanto perdurar a pandemia pelo COVID-19, não ocorrerão atividades presenciais envolvendo alunos de graduação, as reuniões de atualização e treinamento teórico das atividades com alunos de graduação serão realizadas de forma remota através do sistema WebConf/UFPel.

Difusão de Resultados e Tecnologias
Os resultados obtidos durante as atividades e as experiências obtidas serão apresentadas, em reuniões de produtores rurais e técnicos mediantes entrevistas, palestras e artigos em eventos, mesas redondas, dias de campo, jornais e revistas de divulgação, blogs e páginas na internet, congressos, simpósios e publicações científicas.
* * Enquanto perdurar a pandemia pelo COVID-19, não ocorrerão reuniões presenciais com produtores rurais e técnicos.

Indicadores, Metas e Resultados

Indicadores
As atividades desenvolvidas pelo Projeto LADOPAR serão medidas por indicadores de desempenho focados em resultados e desenvolvimento, como: número propriedades atendidas, número de pessoas atendidas, número total de animais e rebanhos examinados, relação da efetividade econômica entre investimento e retorno pela ação; índices de prevalência de enfermidades, tempo de atuação de estagiários no atendimento das demandas, evolução técnica pelo treinamento ao longo do estágio, índice de produção científica por participação de colaboradores, evolução qualitativa e quantitativa do currículo lattes dos colaboradores, evolução efetiva na carreira acadêmica, empregabilidade e acesso ao mercado.

Metas
Atender 100% da necessidade demandada pela comunidade de produtores por diagnósticos laboratoriais disponíveis no portfólio do LADOPAR até agosto de 2024;
Promover melhoria qualitativa mínima de 20% de habilidades técnicas de colaboradores acadêmicos durante o período semestral, com evolução mínima de 30% para os colaboradores acadêmicos que permanecerem mais de um ano de atuação pela métrica dos indicadores do currículo lattes.

Resultados esperados
Espera-se pela execução do Projeto LADOPAR melhorias no desenvolvimento regional sustentável, atendimento das demandas de produtores rurais, técnicos e estabelecimentos do agronegócio, qualificação de recursos humanos em atividades extra curriculares reforçando o papel da Universidade na formação de recursos humanos, abertura de novos postos de trabalho para os egressos, divulgação das atividades da Universidade além da docência com comprometimento social dos atores colaboradores nos processos de ensino, pesquisa e extensão.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AGUIMAR DA SILVA LIMA FILHO
ALESSANDRA AGUIAR DE ANDRADE
ALEXSSANDRA PEIXOTO REDU
ALICE VALENTE GONCALVES PORTILHA
ALINE LEMES DE MATOS
ANA CAROLINA GEHRKE ALVES
ANA JULIA FAZENDA DE SOUZA
BEATRIZ PEREIRA DA CONCEIÇÃO
BIBIANA RODRIGUES DE FREITAS
CAMILA BORGHETTI
CARINA MENDES SOARES
CARLOS UBIRAJARA SANTOS BRIAO4
CATIA CERICATTO SEGALLA
CLEBER MARTINS RIBEIRO
CRISIELE JUNGES RAMGRAB
DIEGO FEIJÓ POLVORA
DIONATAN TEIXEIRA DE OLIVEIRA
DIULLIAN PAAP MAILAHN
GIULIA RIBEIRO MEIRELES
GIZIELEN RODRIGUES GONCALVES
IARA BETTIN FOSTER
ISABELA DE SOUZA MORALES
JANISON DA SILVA SOUZA
JULIA DA COSTA CUNHA
KALINE DA SILVEIRA TIMM
LANA FERREIRA DA SILVA
LEANDRO QUINTANA NIZOLI16
MARIA LAURA DA ROSA DAL ROSS
MARIANA TIMM KROLOW
MARINA FUCOLO DOS SANTOS
MARINA MADRUGA PIRES
MARINA STURBELLE GARCIA
MATHEUS MAYER MACHADO
MONIS DA SILVA RODRIGUES
NATALIA BELEN BAUTE ABERO
NATÁLIA BERNE PINTO
OLISVALDO MOISES MORAES
PATRÍCIA GABRIELA DE ARAÚJO INGLÊS
PAULO CÉSAR ANTUNES
PEDRO SPAGNOL
RAIZA BARROS GRANJA DE MIRANDA
RENATA FONTES ONGARATTO
RODRIGO CASQUERO CUNHA4
STEFANI KENNE DA ROCHA
THAINA NOYA PENNA CECERE
THAIS MARTINS ENGELMANN
TIAGO FELIPE BARBOSA MOREIRA

Página gerada em 29/06/2022 06:59:27 (consulta levou 0.118163s)