Nome do Projeto
O violão no Rio Grande do Sul: referenciais históricos e biográficos
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
26/09/2020 - 26/09/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Resumo
Este projeto propõe reunir referenciais bibliográficos e biográficos que abordem dados e fatos sobre a cultura artística, a circularidade e a prática social do violão no âmbito do Rio Grande do Sul. A pesquisa tem como metas formar e estruturar uma base de dados que complemente e traga orientações para novas investigações sobre a cultura e a prática do violão no Extremo Sul do Brasil. Pela natureza das fontes pesquisadas trabalha-se num recorte cronológico entre meados do séc. XIX até a contemporaneidade. A partir de um levantamento documental prévio, contatou-se que diversos violonistas gaúchos, obras musicais e movimentos culturais locais ainda não possuem registros bibliográficos atualizados, visto a dificuldade de acesso às fontes. Conforme Napolitano (2005), sem um avanço documental do ponto de vista quantitativo (a incorporação de mais fontes) e qualitativo (novos tipos de fontes), poucos acréscimos serão somados ao debate geral dos estudos musicais. A metodologia utilizada baseia-se na seleção e coleta de referenciais a partir de notas e crônicas de jornais e revistas, partituras, fonogramas, programas de concerto, artigos e publicações científicas, textos informais, blogs e sites, depoimentos, entre outras fontes possíveis de consulta. Como resultados parciais do processo propõe publicações científicas, comunicações e por fim a publicação de livro.

Objetivo Geral

Organizar cronologicamente a bibliografia e as fontes documentais sobre a prática e a cultura do violão no Rio Grande do Sul: classificar e tipificar as fontes de pesquisa e as temáticas específicas, reunir dados artísticos e sociais relativos ao violão vinculados à história da música gaúcha e brasileira, complementar a documentação oriunda de fontes primárias sobre o violão no contexto da performance, da composição e dos estudos musicológicos, comunicar à comunidade acadêmica e científica acerca dos resultados obtidos.

Justificativa

A bibliografia acerca da história do violão no Rio Grande do Sul apresenta-se fragmentada, não dispondo de uma organização sistematizada. Fontes inéditas carecem de registro e de um sistema de busca que facilite a consulta e o processo de pesquisa. Em DUDEQUE (1994), único livro publicado sobre a história do violão no Brasil, praticamente não encontram-se citações biográficas de artistas do Rio Grande do Sul. A partir de um levantamento prévio, contatou-se que diversos violonistas gaúchos, obras musicais e movimentos culturais locais ainda não possuem registros bibliográficos atualizados, visto a dificuldade de acesso às fontes. Conforme Napolitano (2005), sem um avanço documental do ponto de vista quantitativo (a incorporação de mais fontes) e qualitativo (novos tipos de fontes), poucos acréscimos serão somados ao debate geral dos estudos musicais.

Metodologia

Este trabalho de pesquisa tem cunho qualitativo, visto a natureza das fontes e interesse dos resultados obtidos. Por tratar-se de pesquisa historiográfica, trabalha-se num recorte cronológico entre meados do séc. XIX até a contemporaneidade. A metodologia utilizada baseia-se na seleção e coleta de referenciais a partir de notas e crônicas de jornais e revistas, partituras, fonogramas, programas de concerto, artigos e publicações científicas, textos informais, blogs e sites, depoimentos, entre outras fontes possíveis de consulta. Os resultados serão catalogados e classificados por tipologia de fontes e de referências bibliográficas e biográficas.

Indicadores, Metas e Resultados

O projeto de pesquisa tem como metas constituir um arquivo organizado sobre o tema, editar um livro ou e-book sobre a história do violão no Rio Grande do Sul e suas diversas fases socioculturais, complementado por um arquivo digital com exemplos sonoros de cada época. Projeta-se também o desenvolvimento de um site/blog interativo contendo textos, imagens e músicas. Publicações em revistas científicas e comunicações em eventos também estão previstas durante e após o período da pesquisa.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
GUSTAVO FERREIRA DE MEDEIROS
MARCIO DE SOUZA8
OTAVIO AUGUSTO ZANIN DELEVEDOVE4
THIAGO COLOMBO DE FREITAS4
WILLIAM SIDNEY MUNIZ FAGUNDES

Página gerada em 25/06/2022 17:53:18 (consulta levou 0.084707s)