Nome do Projeto
ARTE URBANA, MEMÓRIA E PATRIMÔNIO: diálogos entre Pelotas-RS e as cidades do MERCOSUL
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
12/12/2020 - 13/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
Esse projeto dá continuação ao projeto já em andamento e de mesmo nome, cadastrado no módulo antigo do Cobalto. Pelotas, terceira maior cidade do estado do Rio Grande do Sul em população, uma das maiores e mais antigas da região, apresenta manifestações artísticas de diferentes épocas sobre suas ruas, especialmente aquelas de seu centro histórico. Na cidade de Pelotas percebe-se uma variedade de tipos de suportes, materiais, temas e estratégias, onde conjuga-se o patrimônio cultural com uma crescente cena de grafite e de intervenções urbanas, além de outros tipos de trabalhos predominantemente efêmeros. Dentre a efemeridade dessa arte contemporânea e a duração proporcionada pela conservação do patrimônio histórico, encontram-se distintas características de uma cena de arte urbana a qual este trabalho propõe-se a compreender. Se no passado Pelotas desenvolveu-se tendo como parâmetro muitos exemplos europeus, a arte contemporânea do presente mais uma vez parece repetir a absorção de tendências estrangeiras. Nessa constante apropriação e reinterpretação dessas influências externas, Pelotas se notabiliza por construir uma cena urbana própria, que conjuga arquitetura e monumentos diversificados, ambiência própria de uma cidade latino-americana, grafites e intervenções características da cultura contemporânea. Portanto, busca-se compreender quais são os possíveis sentidos e diálogos gerados por essa arte.

Objetivo Geral

Objetivo Geral: Realizar registro histórico das distintas manifestações da arte urbana de Pelotas-RS, compreendendo a cidade no contexto do MERCOSUL.
Objetivos específicos: 1 – Estabelecer categorias de manifestação da arte urbana de Pelotas.
2 - Compreender as especificidades patrimoniais da arte urbana então protegida pelo Estado.
3 – Comparar o status da arte efêmera no âmbito do patrimônio cultural e das dinâmicas urbanas de Pelotas e de cidades do MERCOSUL.
4 – Estabelecer estudos comparativos entre a arte urbana de Pelotas com cidades do MERCOSUL, com ênfase para São Paulo e Buenos Aires, os dois maiores centros mercosulinos e referências latino-americanas para o tema da arte urbana.
5 - Discutir os impactos da arte urbana no contexto da cidade de Pelotas.
6 – Registrar, sistematizar e divulgar conhecimento sobre a obra de artistas que produzem arte urbana na cidade de Pelotas-RS.
7 – Discutir a relação que o grafite estabelece com a população e com o patrimônio histórico de Pelotas-RS.
8 – Identificar temas e valores que permeiam a arte urbana local.

Justificativa

Em razao da pandemia de COVID-19 o planejamento referente a essa pesquisa, sobretudo no que diz respeito ao estudo do fenômeno em outras cidades, foi severamente prejudicado, de modo que a prorrogação do projeto visa superar essa lacuna. A presente proposta de projeto de pesquisa busca também integrar e dar continuidade a percursos de investigação que desenvolvi em meu mestrado e
doutorado, ou seja, a discussão sobre como aspectos efêmeros da arte eram
considerados em seu processo de musealização, e a análise do patrimônio cultural
no âmbito do MERCOSUL, no entanto, neste momento, o foco será a arte urbana
das cidades latino-americanas, seja aquela que é efêmera, ou aquela já
patrimonializada, com ênfase na arte urbana de pelotas. Dessa forma, busca-se
compreender o estatuto de uma arte multifacetada que dialoga com o cotidiano de
uma típica cidade média brasileira e latino-americana, repleta de especificidades
locais e ao mesmo tempo de influências estrangeiras.

Metodologia

Esta pesquisa objetiva analisar e compreender as características da arte
urbana produzida na cidade de Pelotas na perspectiva das questões
contemporâneas das cidades mercosulinas, da memória e do patrimônio. Neste
sentido, as principais estratégias metodológicas do trabalho serão:
1 – Realização de pesquisa histórica por meio de acesso a arquivos,
registros de trabalhos realizados e documentos oficiais direta ou indiretamente
ligados ao tema.
2 - Pesquisa bibliográfica de caráter histórico e teórico.
3 - Entrevistas com profissionais atuantes da cidade, direta ou indiretamente
envolvidos com o estudo ou a produção da arte urbana.
4 – Visitas técnicas, períodos de observação in loco e documentação visual nas cidades mencionadas nas ações.
O trabalho será realizado por equipe composta por professores do
Bacharelado em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis, bem como
por discentes do mesmo curso e do curso de Museologia, objetivando a atuação em equipe, em uma
perspectiva de integração e colaboração.

Indicadores, Metas e Resultados

Este trabalho objetiva encontrar e organizar material e fontes para pesquisa
e compreensão do estatuto da arte urbana preservada ou em produção na cidade de
Pelotas e cidades do MERCOSUL. Nessa perspectiva, busca-se compreender
possíveis tendências locais, autores e o diálogo que se estabelece entre as
diferentes linguagens que dão materialidade a arte urbana de Pelotas em comparação aos grandes centros mercosulinos.
Sobretudo espera-se compreender diferentes relações entre arte
contemporânea urbana e o patrimônio cultural, de modo a destacar suas características e
perceber potencialidades, tanto em relação a expressividade da arte
contemporânea, como em relação a preservação e a divulgação da memória da
cidade que tem origem em seu patrimônio.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDREA LACERDA BACHETTINI2
ROBERTO HEIDEN4
SANDRA REGINA XAVIER CAVALHEIRO

Página gerada em 17/08/2022 23:15:05 (consulta levou 0.072226s)