Nome do Projeto
Senso de Lugar como Política Pública para promover Cidades Saudáveis
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/04/2021 - 31/12/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas
Resumo
O Projeto SENSO DE LUGAR COMO POLÍTICA PÚBLICA PARA PROMOVER CIDADES SAUDÁVEIS visa compilar ações que estão sendo desenvolvidas no Laboratório de Estudos Comportamentais da Universidade Federal de Pelotas, no Brasil, visando o estudo da percepção do usuário, considerando a qualidade visual e sensorial da cidade, do patrimônio e do ambiente escolar para a criação de metodologias participativas e diretrizes para políticas públicas baseadas no Senso de Lugar. Senso de Lugar se refere aos laços e ligações emocionais que as pessoas desenvolvem ou vivenciam em locais e ambientes específicos, em escalas que vão do lar à nação. Senso de lugar também é usado para descrever a distinção ou o caráter único de determinadas localidades e regiões. Senso de lugar pode se referir a laços positivos de conforto, segurança e bem-estar gerados pelo lugar, casa e moradia, bem como sentimentos negativos de medo, disforia e falta de lugar. Uma sensação de lugar é uma coleção única de qualidades e características – visuais, culturais, sociais e ambientais – que fornecem significado a um local. O Senso de Lugar é o que torna uma cidade diferente de outra, mas também é o que torna nosso ambiente físico digno de consideração. Esses preceitos devem fundamentar qualquer política pública urbana que busque cidades mais saudáveis. O conceito de sentido de lugar desempenhou um papel importante no debate na geografia humana nos últimos 30 anos. Quando introduzido pela primeira vez, o conceito chamou a atenção para a natureza muitas vezes subjetiva da experiência ambiental humana, bem como para as dimensões perceptivas e cognitivas dessas experiências. O Senso de Lugar continua sendo uma ponte entre uma série de subdisciplinas, bem como um elo entre as geografias humanísticas e positivistas. Os estudos que abordam Senso de Lugar muitas vezes são compreendidos como abstratos e desconectados do desenvolvimento prático de políticas públicas de promoção de cidades saudáveis. Este Projeto vêm para demonstrar que é possível desenvolver ações focadas na produção de políticas públicas para a cidade baseadas em resultados alcançados a partir da percepção do Senso de Lugar em parceria com instituições governamentais e acadêmicas. Mais informações em: https://wp.ufpel.edu.br/senseofplace/

Objetivo Geral

Desenvolver estudos da percepção do usuário, considerando a qualidade visual e sensorial da cidade para a criação de metodologias participativas e diretrizes para políticas públicas baseadas no Senso de Lugar.

Justificativa

Os estudos que abordam Senso de Lugar muitas vezes são compreendidos como abstratos e desconectados do desenvolvimento de políticas públicas de promoção de cidades saudáveis. Este Projeto vêm para reforçar o desenvolvimento de ações focadas no desenvolvimento de políticas públicas para a cidade baseadas em resultados alcançados a partir da percepção do Senso de Lugar.
Uma sensação de lugar é uma coleção única de qualidades e características - visuais, culturais, sociais e ambientais - que fornecem significado a um local. O Senso de Lugar é o que torna uma cidade diferente de outra, mas também é o que torna nosso ambiente físico digno de consideração. Esses preceitos devem fundamentar qualquer política pública urbana que busque cidades mais saudáveis.

Metodologia

A metodologia aplicada é qualitativa (entrevistas, grupos focais) e quantitativa (estatística não paramétrica). Em função da pandemia do COVID-19, as atividades estão sendo desenvolvidas quando possível de forma remota. Atividades presenciais em grupo estão suspensas enquanto durar a pandemia.

Indicadores, Metas e Resultados

Desenvolver critérios para o apoio à criação de novas políticas públicas que visem cidades saudáveis. Essas diretrizes serão construídas em parceria com os governos locais, estaduais, e federal no Brasil, e também internacionalmente.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANA ARAUJO PORTELLA13
ARACELE ROCHA MAHFUZ
BÁRBARA RIBEIRO COUTO
GISELE SILVA PEREIRA5
Giovanni Ourique Rotta
JOSÉ HENRIQUE CARLÚCIO CORDEIRO
Mateus Romualdo Teles
Tailline Maiara Webber Rauta

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPES / Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível SuperiorR$ 36.000,00Coordenador

Plano de Aplicação de Despesas

DescriçãoValor
339018 - Auxílio Financeiro a EstudantesR$ 36.000,00

Página gerada em 29/07/2021 06:24:11 (consulta levou 0.268601s)