Nome do Projeto
Encontros sobre o Poder Escolar: formação continuada de profissionais da educação básica
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
09/01/2017 - 29/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Cultura
Linha de Extensão
Formação de professores
Resumo
O projeto tem como propósito promover ações de formação continuada que contribuam para a qualificação do trabalho docente e cooperem na construção de projetos político-pedagógicos autônomos e democráticos. Foi iniciado no ano de 2001 em parceria com seis instituições, as quais possuem representantes na comissão organizadora das ações do projeto. São elas: Universidade Católica de Pelotas; Conselho Municipal de Educação; Secretaria Municipal de Educação de Pelotas; 5ª Coordenadoria Regional de Educação; IFSul-Rio-Grandense e 24º núcleo do CPERS-Sindicato. Desenvolve-se através de ações com toda a comunidade escolar, conforme demandas identificadas. A culminância é um evento bianual chamado Encontros sobre o Poder Escolar, com a presença de, em média, 1500 docentes. Nele os professores e professoras, através das mesas de apresentação de experiências, tornam-se protagonistas da sua formação e, também, participam de conferências, painéis e atividades culturais. A proposta fundamenta-se em quatro pressupostos: os docentes, na sua prática pedagógica, produzem saberes; os professores aprendem na troca de experiências, no encontro, no trabalho conjunto e colaborativo; o exercício da reflexão crítica sobre a prática é uma exigência da relação entre a teoria e a prática na qual evita-se tanto o ativismo quanto o discurso descolado da realidade objetiva; e o entendimento de que as mudanças desejadas na educação escolar dependem da construção coletiva, democrática e autônoma de seus projetos. Ao longo de mais de uma década, já faz parte da cultura de formação das escolas da rede pública de Pelotas e região. Envolve alunos da graduação como bolsistas e monitores. O projeto faz uma articulação com as escolas de educação básica da rede pública, possibilitando aos alunos do Curso de Pedagogia referentes de articulação entre a teoria e prática escolar. O projeto tem, pelo seu tempo de duração e importância, um acervo depositado no Centro de Estudos e Investigações em História da Educação (CEDOC) da UFPel. São anais dos eventos, fichas de avaliação dos participantes, vídeos e áudios de conferências e atas de reuniões.

Objetivo Geral

Valorizar os profissionais do ensino; contribuir para a sua formação e, consequentemente, para a qualificação do trabalho docente; assim como, cooperar para que a escola, no exercício de sua autonomia, possa construir um Projeto Pedagógico de acordo com as necessidades da sua comunidade a fim de atingir o foco principal: a qualificação da educação escolar.

Justificativa

A relevância desse evento no contexto educacional da região, como espaço e tempo potencial de formação permanente, está no seu formato e na sua permanência. Participar de suas edições faz parte da rotina de formação de muitos profissionais da educação: 64% dos inscritos em 2010 já haviam participado de encontros anteriores, 5,5% participaram de todos os encontros e 30,5% participaram pela primeira vez.
Para muitos profissionais da educação participar dos Encontros sobre o Poder Escolar é uma atitude incorporada à rotina de formação, seja assistindo ou apresentando e debatendo experiências de sala de aula. Muitos professores já relataram e discutiram suas experiências em mais de quatro encontros. As avaliações de ambas as categorias de participantes – assistentes e apresentadores de experiências – permitem afirmar que, nesses encontros, os docentes desenvolvem um processo de reflexão sobre a própria prática, resultando em aprendizagens e novas práticas.

Metodologia

Desenvolve-se através de ações com toda a comunidade escolar: professores, alunos, pais e equipes diretivas, na escola e em encontros regionais de cada segmento. A culminância é um evento bianual chamado Encontros sobre o Poder Escolar no qual os resultados são discutidos com a presença de 1500 participantes, em média. Nesse evento os profissionais da educação, através das Mesas de Apresentação de Experiências, tornam-se protagonistas da sua formação e, também, participam de conferências, painéis e atividades culturais. Assim, os Encontros sobre o Poder Escolar se caracterizam por reunir os saberes acadêmicos em conferências e painéis, nos quais participam professores pesquisadores de reconhecida relevância de diversas universidades do Brasil e de outros países, e os saberes da prática com a apresentação de experiências e projetos de professores e de gestores de escolas.Na dinâmica do evento os docentes das escolas de educação básica inscrevem seus trabalhos fundamentados em práticas pedagógicas realizadas e refletidas. Não são aceitos trabalhos originados e desenvolvidos em pesquisas acadêmicas sobre a escola e a sala de aula, mas aqueles com a escola e a sala de aula. Esta orientação tem uma dimensão política, a de garantir espaços de socialização e de valorização das ações refletidas e dos saberes produzidos nos contextos escolares, frutos de uma práxis pedagógica. Professores universitários são convidados a dialogarem com essas experiências e não sobre elas, na perspectiva de se apreciarem e qualificarem mutuamente.

Indicadores, Metas e Resultados

As fichas de avaliação dos participantes dos eventos anteriores mostram que entre os principais objetivos das pessoas para participarem dos encontros estão: pensar sobre a própria prática e buscar outras formas de atuar no espaço da sala de aula. Com menor ênfase, declaram também buscar elementos para as avaliações nos planos de carreiras e para o curriculum vitae, numa resposta aos desafios meritocráticos contemporâneos. Afirmam, ainda, buscar nos encontros: rever colegas, aprender, atualizar-se, adquirir e ampliar conhecimento, buscar ideias novas, trocar informações e experiências com os participantes e os palestrantes, atualizar o conhecimento geral e enriquecimento cultural, compreender as reflexões atuais sobre educação e discutir sobre questões que dizem respeito à educação brasileira. De acordo com a natureza da proposta do Encontro, a forma mais concreta de valorização dos profissionais da educação são as Mesas de Apresentação de Experiências, onde os saberes produzidos nas escolas e salas de aula são apresentados e discutidos. Por esta razão investimos no avanço e na ampliação desta forma de participação, nas quais escolas e profissionais da educação, no exercício da sua autonomia e de seu poder, socializam e avaliam suas experiências e práticas.
Investir na formação continuada de professores a partir da socialização e discussão coletiva de suas próprias práticas evoca a questão dos saberes como um dos aspectos considerados nos estudos sobre a identidade da profissão do professor. Leva em conta que essa identidade é constituída considerando os significados sociais e culturais da profissão e de suas práticas, bem como os sentidos das teorias confrontadas com as necessidades da realidade.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DIRLEI DE AZAMBUJA PEREIRA49
FABIANE WEBER DA SILVA
LIGIA CARDOSO CARLOS11
LUCIA MARIA VAZ PERES2
MARISTELA BERGMANN
RAMON DE OLIVEIRA GRANADO

Recursos Arrecadados

FonteValorAdministrador
Inscrições no EventoR$ 45.500,00Fundação Delfim Mendes da Silveira

Plano de Aplicação de Despesas

DescriçãoValor
Encargos s/ serviços (20% INSS s/ RPA)R$ 1.200,00
Outros encargosR$ 4.290,00
Hospedagem e alimentaçãoR$ 600,00
Despesa administrativa da fundação de apoioR$ 4.155,93
Outros serviçosR$ 16.465,00
Passagens e despesas com locomoçãoR$ 11.135,74
Material de manutenção de máquinas e equipamentosR$ 400,00
Obras e instalaçõesR$ 5.543,33
Equipamentos e material permanente (móveis, máquinas, livros, aparelhos etc.)R$ 1.710,00

Página gerada em 28/05/2022 05:36:32 (consulta levou 0.108621s)