Nome do Projeto
Capacitação em produção de sementes e grãos das plantas cultivadas – Brasil e América Latina
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
14/06/2021 - 02/06/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Eixo Temático (Principal - Afim)
Tecnologia e Produção / Educação
Linha de Extensão
Desenvolvimento regional
Resumo
A necessidade de incremento de produção associada ao crescimento populacional tem gerado uma demanda cada vez maior de profissionais qualificados na área de sementes e grãos, com a demanda de oferta de novos cursos no Brasil e na América Latina. Existe carência na difusão de conhecimento técnico e cientifico acerca do assunto para os diferentes elos do setor agrário. Sendo assim, este projeto tem como objetivo a formação em excelência de recursos humanos na área de agronomia, através da oferta de cursos por tutoria a distância da UFPel em convênio com outras Instituições. A metodologia de ensino envolve a utilização de material didático, aulas presenciais e remotas, orientações na elaboração de trabalhos de conclusão. No referido projeto serão realizados encontros presenciais e remotos envolvendo cada curso, bem como, a realização de aulas práticas dependendo do curso.

Objetivo Geral

Formação de recursos humanos em plantas cultivadas produtoras de sementes e grãos, através de dias de campo e treinamentos para técnicos, produtores rurais, alunos de graduação e pós-graduação da UFPel e outras Instituições de Ensino através da demonstração de experimentos e ensaios agrícolas.

Objetivos específicos

a) Difundir para produtores rurais, técnicos e alunos, através de dias de campo, tecnologias e inovações de alto impacto relacionadas à cultivares, manejo e tratamentos em plantas, sementes e grãos.
b) Proporcionar, através de cursos para produtores rurais e técnicos, o treinamento e a difusão de procedimentos adequados e de impacto no rendimento dos cultivos a serem adotados na semeadura, cultivo, colheita e pós-colheita;
c) Realizar cursos e palestras de curta duração sobre manejo de lavouras de inverno e de verão para altos rendimentos;
d) Participar e organizar de um Master of Business Administration (MBA), pós-graduação lato sensu voltada para pessoas que já possuem uma graduação e estão procurando uma especialização para a carreira na área de negócios;
e) Ministrar treinamentos, através de cursos sobre pós-colheita, para técnicos do setor agrícola e produtores rurais;
f) Efetuar a difusão dos ensaios e experimentos em revistas técnicas e cientificas, com o pagamento de traduções e taxas de publicação;
g) Auxiliar pesquisadores com bolsas de pesquisa;
h) Disponibilizar todos os insumos para condução e manejo dos trabalhos para os discentes da UFPel, com a aquisição destes em empresas do setor.

Justificativa

A área cultivada com grãos e sementes no Brasil tem aumentado nos últimos anos. Conjuntamente, com o aumento da produção e da área, é decorrência do elevado valor de comercialização das “commodities” e das quebras de produção dos principais competidores, gerando uma demanda cada vez maior de insumos e principalmente, a utilização de sementes de qualidade. Isto, tem acarretado maiores investimentos das empresas do setor sementeiro na busca por variedades mais produtivas e adaptadas as mais diversas condições de ambiente.
A semente é o insumo básico e importante no estabelecimento de uma lavoura de alto padrão produtivo. A utilização de sementes com elevada qualidade genética, fisiológica, física e sanitária, aliada a novas tecnologias embutidas, pode refletir no aumento da taxa de utilização de sementes. Aliado, o aumento da produtividade das diferentes culturas, como o feijão, milho, soja, aveia, cevada, centeio, triticale, trigo, espécies hortícolas e forrageiras tem sido reflexo do uso de cultivares adaptadas e mais produtivas, além do emprego adequado de técnicas de cultivo.
A difusão das diferentes técnicas de manejo para a produção de grãos e sementes é fundamental para melhorar o rendimento das plantas. Dependendo da fase de desenvolvimento, as diferentes técnicas de manejo aplicadas no momento correto, podem aumentar o número e a massa dos grãos e sementes.
A diminuição da área cultivada na primeira safra e safrinha tem ocasionado queda da produção de algumas culturas no Rio Grande do Sul, em função da estiagem prolongada, custos de produção, preço de comercialização e das condições ambientais desfavoráveis. Em diferentes ambientes ou condições de manejo, cultivares distintas podem apresentar resposta diferencial em termos de crescimento, desenvolvimento, rendimento e qualidade de sementes. Alguns atributos de um lote de sementes podem ser aperfeiçoados com práticas de pós-colheita, contudo, a semente deve sempre apresentar elevado desempenho em termos de vigor para a obtenção de lavouras de alto rendimento.
O conhecimento sobre as respostas da associação entre genótipos e manejos fitotécnicos que refletem no crescimento e no desenvolvimento das plantas, permite o posicionamento estratégico de materiais e de manejos, bem como, o planejamento mais adequado da implantação e da condução da lavoura em nível de agricultor e de cultura.
Este projeto vai ao encontro do estabelecimento de lavouras para o alto potencial de rendimento, através da difusão de novas tecnologias, posicionamento e indicações estratégicas de técnicas de manejo, de equipamentos e técnicas de pós-colheita, bem como, o posicionamento de cultivares. Para isso, serão proferidos treinamentos via cursos e resultados demonstrados em dias de campo oferecidos para agricultores, técnicos e/ou estudantes.

Metodologia

Os dias de campo e os ensaios experimentais serão realizados no Centro Agropecuário da Palma - (latitude 31°48'7.70"S e longitude 52°31'0.03"O) e em demais localidades. Os Cursos de formação e as palestras serão realizados no Centro Agropecuário da Palma (latitude 31°48'7.70"S e longitude 52°31'0.03"O), da Universidade Federal de Pelotas, ofertadas em todo o território Brasileiro e na América Latina.
Desenvolvimento dos dias de campo e dos experimentos
Os dias de campo e experimentos serão com culturas de verão e de inverno provenientes de instituições públicas e privadas do setor agrícola. Serão estabelecidas parcelas demonstrativas e experimentais de cultivares, técnicas de manejo de campos de produção, semeadura e desempenho de lavouras para altos rendimentos e colheita.
Durante a apresentação das parcelas demonstrativas e experimentais no dia de campo, os participantes serão guiados ao longo do percurso demonstrativo e em cada estação haverá a explicação de cultivares ou procedimento adotado. As parcelas demonstrativas serão instaladas e demonstradas ao público alvo com apoio de empresas públicas e privadas.
Para culturas de verão, os preparativos para o dia de campo terão início no mês de novembro do ano corrente e os resultados deverão ser apresentados no mês de março do ano seguinte. Para culturas de inverno, os preparativos iniciarão no mês de maio do ano corrente e os resultados deverão ser apresentados no mês de outubro do mesmo ano.
Cursos – Treinamentos para produtores rurais e técnicos
Serão abordados temas referentes à implantação de lavouras, manejo de campos de produção, posicionamento de cultivares, desempenho diferencial de plantas em diversos ambientes, tratamentos em plantas e sementes, relacionando com a Ecofisiologia da Produção de sementes e grãos.
Aliado, a temas referentes a equipamentos, planejamento de estruturas e “layout”, técnicas e procedimentos de secagem, beneficiamento, tratamento e armazenamento de sementes, visando a manutenção da alta qualidade das sementes e a obtenção do estabelecimento de lavouras de alto teto produtivo. Bem como, avaliação e testes de controle de qualidade.
Palestras – Palestras para técnicos e para produtores rurais
Serão ofertadas palestras referentes aos temas: implantação de lavouras, manejo de campos de produção, posicionamento de cultivares, desempenho diferencial de plantas em diversos ambientes, tratamentos em plantas e sementes, controle de qualidade, planejamento de UBS, pós colheita e de Ecofisiologia da produção.
Cursos de Master of Business Administration (MBA)
Terão a participação de Docentes no apoio a criação de MBA, referentes aos temas: Manejo e Tratos Culturais; Mecanização Agrícola; Produção e Beneficiamento de Sementes; Produção de Mudas; Melhoramento Vegetal; Fisiologia de Plantas Cultivadas; Matologia; Agrometeorologia.

Indicadores, Metas e Resultados

a) Difusão de novas tecnologias de manejo para a Região Sul do RS.
b) Aperfeiçoamento de técnicos, produtores e alunos para o setor de sementeiro;
c) Aumentos do rendimento e da qualidade de grãos e sementes em função dos cursos e palestras ofertados;
d) Ampliação da atuação do grupo de Plantas de Lavoura e Ciência e Tecnologia de Sementes na divulgação da Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel/Universidade Federal de Pelotas em todo o território Brasileiro e nos demais Países da América Latina.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRÉ WINK
ANDRÉIA DA SILVA ALMEIDA
BENHUR SCHWARTZ BARBOSA
CRISTINA ROSSETTI
DANIEL BERNARDI8
DIRCEU AGOSTINETTO8
FILIPE SELAU CARLOS8
ISABELA DA ROSA BERSCH
Jessica Mengue Rolim
João Pedro Velho
LETICIA BARÃO MEDEIROS
LILIAN VANUSSA MADRUGA DE TUNES8
MATEUS DA SILVEIRA PASA8
NATHAN LEVIEN VANIER8
OTONIEL GETER LAUZ FERREIRA8
RENAN RICARDO ZANDONÁ2
THOMAS ALTMANN
TIAGO PEDO9
TIAGO ZANATTA AUMONDE9
VITOR MATEUS KOLESNY

Recursos Arrecadados

FonteValorAdministrador
Inscrições nos EventosR$ 840.000,00Fundação Delfim Mendes da Silveira

Plano de Aplicação de Despesas

DescriçãoValor
339030 - Material de ConsumoR$ 200.000,00
339020 - Auxílio Financeiro a PesquisadorR$ 394.800,00
339039 - Outros Serviços de Terceiro - Pessoa JurídicaR$ 245.200,00

Página gerada em 27/05/2022 22:33:49 (consulta levou 0.124337s)