Nome do Projeto
Seleção dos genótipos promissores com potencial de produção de sementes de alto vigor
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
31/03/2022 - 27/02/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Resumo
A seleção de cultivares com elevado potencial de rendimento e tolerantes a estresses ambientais, com elevado valor nutricional estão em ascensão nos últimos anos. Aliado, a busca por sementes de elevada qualidade fisiológica e vigor. O presente projeto tem o objetivo de selecionar e desenvolver cultivares de espécies de plantas cultivadas com elevado potencial fisiológico. O projeto será executado em colaboração entre a Universidade Federal de Pelotas e Facultad De Ingeniería Agronómica De La Universidad Nacional Del Este. Serão avaliados a multiplicação e a obtenção de genótipos melhorados. Conjuntamente, será efetuada a avaliação da qualidade fisiológica e a composição bioquímica de sementes e seus reflexos no crescimento das plantas, na morfologia, fenologia e potencial de produção de sementes de alta performance.

Objetivo Geral

Avaliar o potencial de produção de sementes e desenvolver cultivares das plantas cultivadas em diferentes microambientes, agregando informações referentes ao posicionamento de cultivares, ao desenvolvimento de cultivares, ao crescimento e rendimento de sementes de alta qualidade.

Justificativa

A seleção de genitores apresenta-se importante para a obtenção de novos genótipos, pois se busca a complementaridade gênica entre genitores, a fim de incrementar a expressão dos caracteres agronômicos de interesse. A produção de cevada, milho, feijão e girassol é ligada diretamente as práticas agrícolas. Para tanto, a obtenção de novos genótipos deve possuir uma sistematicidade organizada e seguir etapas como: escolha dos genitores, hibridações, formação de populações segregantes, seleção, elaboração dos ensaios competitivos, registro e proteção do genótipo, multiplicação e distribuição das sementes. A obtenção de um genótipo com um ideótipo de planta que reúna alto rendimento e qualidade das sementes.
Ressaltando que o posicionamento ideal de cultivares é fundamental para obtermos elevados rendimentos com qualidade de sementes. A expressão fenotípica de cada cultivar é decorrente das características do genótipo, do ambiente e de sua interação, o que resulta na sensibilidade diferencial dos genótipos frente às variações do ambiente, afetando o comportamento produtivo devido às modificações das condições climáticas, e impondo algumas dificuldades na identificação de quais genótipos apresentam o melhor desempenho para determinadas regiões de cultivo.
Para um eficiente posicionamento é fundamental o conhecimento da interação genótipo x ambiente, sendo conveniente utilizar aqueles com ampla adaptabilidade e estabilidade fenotípica. É necessário a avaliação e a estimativa dos parâmetros de adaptabilidade e estabilidade para posicionar os genótipos nos melhores ambientes de cultivo.

Metodologia

Os experimentos serão conduzidos no Estado do Rio Grande do Sul – Brasil e no Paraguai (Alto Parana). As análises de rendimento, qualidade de sementes e plântulas, crescimento e desenvolvimentos de plantas serão conduzidas no Laboratório de Análise de Sementes, do Departamento de Fitotecnia da FAEM - UFPel, Campus do Capão do Leão - RS.
Serão empregadas sementes das mais variadas plantas cultivadas, provenientes de diferentes de Centros de Pesquisa e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) e os materiais obtidos por cruzamentos de feijão, cevada, milho e girassol. As sementes dos diferentes genótipos serão armazenadas em câmara fria a 10°C, durante o período de condução dos experimentos.
Serão realizadas avaliações de plantas, sementes e plântulas sob diferentes ambientes, a fim de avaliar a fenologia de diferentes plantas de lavoura, para estabelecer genótipos mais adaptados para cada ambiente. A semeadura/plantio será realizada no campo previamente corrigido de acordo com o Manual de Adubação e Calagem para os Estados do RS e SC e com base em análise química prévia.
As avalições serão iniciadas, quando todos os tratamentos atingirem uma maioria absoluta de plântulas e plantas em cada estádio (51% ou mais). Os principais estádios a serem avaliados serão: emergência, vegetativo, início do florescimento, enchimento (grãos, sementes, raízes, colmos/caule, etc) e maturação, sendo os resultados expressos em dias. Para a melhor descrição dos estádios fenológicos, serão utilizados os valores de temperatura do ar e radiação solar.
Descrição dos experimentos:
a. Caracterização morfológica e fenológica de genótipos das plantas de lavoura em diferentes regiões.
b. Desenvolvimento de genótipos.
c. Seleção de genótipos para regiões distintas.
d. Performance fisiológica de diferentes genótipos produzidos em regiões distintas.
e. Desempenho de plantas sob o efeito de diferentes agroquímicos.
Procedimento estatístico:
Os procedimentos experimentais serão baseados na utilização dos delineamentos de blocos ao acaso, com cinco repetições.

Indicadores, Metas e Resultados

Etapas de execução do projeto

Ao final de 12 meses de execução do projeto:

1. Avaliar o desempenho produtivo, a qualidade fisiológica e a composição das sementes;
2. Avaliar o potencial produtivo de 32 espécies de milho, feijão, girassol e cevada.

Ao final de 24 meses de execução do projeto:

1. Realizar os cruzamentos entre as quatro (04) principais cultivares selecionados nos primeiros 12 meses;
2. Avaliar o rendimento, a qualidade fisiológica, o metabolismo e composição química dos novos genótipos desenvolvidos;
3. Analisar a adaptabilidade e a estabilidade dos novos genótipos desenvolvidos.

Ao final 36 meses de execução do projeto:

1. Analisar, através da análise de crescimento, o efeito dos diferentes manejos sobre rendimento e qualidade de sementes;
2. Buscar associação entre os 16 novos genótipos desenvolvidos, com vistas a avaliar sua influência sob a qualidade fisiológica e bioquímica de sementes;
3. Apresentar resultados parciais da pesquisa em eventos científicos;

Ao final 48 meses de execução do projeto:

1. Estudar o impacto agronômico e econômico dos mais variados manejos de plantas sob o potencial de rendimento e na qualidade das sementes produzidas;
2. Realizar os ensaios de valor de cultivo e uso (VCU) de pelo menos quatro (04) genótipos desenvolvidos de cada espécie;
3. Gerar um relatório final do projeto, conjuntamente com as contribuições alcançadas pelo mesmo;
4. Divulgação dos principais resultados alcançados em dia de campo, feiras e palestras aos produtores rurais.

Produtos esperados como resultado da execução do projeto

a. Seleção e posicionamento de cultivares com superior desempenho em microambientes específicos, permitindo a seleção e adoção das melhores técnicas de manejo para o crescimento, rendimento e qualidade de sementes;
b. Desenvolvimento de quatro (04) novas cultivares de cada espécie de milho, feijão, girassol e cevada;
c. Solicitar 16 patentes dos produtos gerados;
d. Publicação de artigos técnicos e científicos;
e. Divulgação dos resultados por meio de dia de campo, palestras e feiras.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA CAROLINE ALBERT
ANDRÉ WINK
DAISY LETÍCIA RAMIREZ MONZÓN
DIRCEU AGOSTINETTO2
FILIPE SELAU CARLOS4
ISABELA DA ROSA BERSCH
LETICIA BARÃO MEDEIROS
LILIAN VANUSSA MADRUGA DE TUNES4
MARIANO PETER
NATHAN LEVIEN VANIER1
TIAGO PEDO7
TIAGO ZANATTA AUMONDE6

Página gerada em 01/07/2022 04:46:38 (consulta levou 0.096240s)