Nome do Projeto
Formação complementar de orientação e educação nutricional em nutrição e saúde pública.
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
21/02/2022 - 25/11/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
O consumo de dietas com maiores itens de alimentos ultraprocessados está relacionado a piores perfis nutricionais e está diretamente associado a maiores índices de sobrepeso e obesidade, bem como ao risco de desenvolvimento de hipertensão e de câncer em geral. Por outro lado, uma alimentação com maior participação de alimentos in natura e minimamente processados tem sido relacionada a desfechos positivos para a saúde, como níveis mais elevados de colesterol-HDL e menores prevalências de síndrome metabólica, hiperglicemia e excesso de peso. Essas afirmações demonstram a importância de conhecer e seguir as recomendações do Guia Alimentar pela população em geral. Especialmente quanto a alimentação infantil há recomendações voltadas para a alimentação de crianças nos dois primeiros anos de vida no guia alimentar dedicado a essa parcela da população. Essas recomendações visam o crescimento e desenvolvimento adequados na infância e que se refletem ao longo da vida. Aliada às recomendações dos guias alimentares para os brasileiros, a abordagem comportamental representa uma ferramenta importante na prática clínica. A Nutrição Comportamental, como nova abordagem científica, se embasa em técnicas validadas como Entrevista Motivacional, Terapia Cognitivo-Comportamental, Comer Intuitivo, Comer com Atenção Plena, Aconselhamento Nutricional, entre outros. Alguns desses conceitos são brevemente trabalhados ao longo do curso de nutrição e/ou se distanciam em relação à sua utilização na prática. Então este projeto é destinado a estudantes em estágio final em nutrição e saúde pública na Faculdade de Nutrição. Por meio de metodologias ativas, será promovido o estudo e a experiência prática de conceitos e técnicas importantes para o desempenho de atividades individuais e coletivas no âmbito da Unidade Básica de Saúde (UBS).

Objetivo Geral

Contribuir para a formação dos alunos do curso de nutrição da Universidade Federal de Pelotas – UFPel, promovendo espaço de discussão e aprendizado de técnicas e conceitos relacionados a conduta nutricional a nível individual e coletivo para a aplicação na prática.

Justificativa

O período de estágio é de grande importância pois representa uma oportunidade para o desenvolvimento de habilidades e competências para o graduando. Durante esse período, o aluno vivencia a realidade da rotina da profissão, aprimorando as habilidades aprendidas no decorrer do curso. Muitos conceitos e técnicas são abordados em momentos distantes do momento em que se iniciam os estágios curriculares e/ou são trabalhados brevemente. Este projeto proporcionará o reforço, revisão e implementação na prática desses conceitos e técnicas auxiliando os alunos a transpor os conhecimentos teóricos para a execução prática.

Metodologia

As atividades serão desenvolvidas semanalmente na UBS com duração de 2h e contará como atividade de estágio. As atividades serão desenvolvidas a partir da segunda semana de cada um dos três períodos de estágio curricular que ocorrem durante o ano.
Temas: Serão abordados os temas nutrição comportamental, guia alimentar para população brasileira e guia alimentar para crianças menores de dois anos. Além desses, poderão ser trabalhos outros temas de acordo com as demandas do serviço de nutrição e dos estudantes em estágio curricular. Os temas serão distribuídos entre as estagiárias no início do estágio e, para cada atividade proposta, será explicada a metodologia a ser empregada.
Abordagem utilizada: Serão utilizadas as metodologias ativas Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), Mão na Massa, Estudo de caso e Sala de aula invertida.

Indicadores, Metas e Resultados

Participação das atividades: espera-se que todos os acadêmicos participem das atividades propostas.
Conhecimento adquirido: espera-se ampliar o conhecimento dos acadêmicos nos temas abordados, sendo observada a utilização das técnicas e conceitos nos atendimentos individuais e em atividades coletivas.
Contribuição para a população atendida na UBS: melhoria da relação dos indivíduos com o alimento e busca de uma alimentação mais saudável.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRA LEITE MACHADO
LARA VALENTE FARIAS
LARA VALENTE FARIAS
LARISSA MENEZES DA SILVEIRA
MABEL NILSON ALVES3
MARCELO GANTES FONTENA
NIELE SILVA SOUZA
NIELE SILVA SOUZA
SABRINA RODRIGUES FILIPPINI
SHAIANE SIEWERT HARTWIG
SHAIANE SIEWERT HARTWIG
VICTORIA MASCARENHAS BORBA

Página gerada em 21/06/2024 11:00:32 (consulta levou 0.389387s)