Nome do Projeto
Pesquisa e desenvolvimento de um novo antiparasitário à base de nitazoxanida para administração oral em cães e gatos- Fase II- Testes In vivo – Avaliação da eficácia em modelo murino”
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/03/2022 - 30/12/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias
Resumo
A nitazoxanida é um antiparasitário que possui uma importante e ampla ação frente a agentes microbianos e a helmintos, com interrupção de importantes vias metabólicas necessárias para sua sobrevivência e proliferação. Em diversos países é utilizada para controle dos parasitos das mais diversas ordens em cães e gatos, e no Brasil até o momento não existem formulações específicas para animais de companhia. Dessa forma sendo de extrema importância para o desenvolvimento de novas formulações antiparasitárias. Considerando que agentes parasitários como Giardia sp., Toxocara sp e Ancylostoma sp., são preocupantes dentro do âmbito clínico e epidemiológico da veterinária por seu largo potencial infeccioso e zoonótico, dificuldade de controle afirmando a importância da pesquisa de anti-helmínticos seguros e com baixa capacidade de desenvolvimento de resistência. Assim o objetivo deste trabalho será avaliar a eficácia do antiparasitário nitazoxanida isolado e associado a, ivermectina, pirantel e febantel em modelo murino.. Os animais de cada estudo, receberão respectivamente uma aplicação via gavagem intragástrica de uma alíquota de 300 ovos de Toxocara sp, uma alíquota de 30 a 50 cistos de Giardia sp e uma alíquota contendo 100 ovos de Ancylostoma spp. Para avaliação da eficácia de cada parasito, serão estabelecidos 4 grupos experimentais, sendo eles: grupo 1: composto contendo Nitazoxanida associada a outros antiparasitários, Grupo 2: Nitazoxanida isolada, Grupo 3: Controle positivo (Antiparasitário comercial) e o grupo 4: controle negativo (óleo de canola. No dia 1 referente ao protocolo experimental todos os animais serão pesados e submetidos a coleta sanguínea do plexo orbital e 24h após, serão infectados pelos inóculos parasitários referidos anteriormente.. As análises coprológicas (mini-flotac e faust) para avaliar a eliminação de estruturas parasitárias (ovos, cistos, trofozoítos e larvas) e comprovar a infestação, iniciarão 7 dias após a inoculação e serão realizadas a cada 3 dias, até o dia 15 para análise de Toxocara spp e Giardia sp (camundongos) e dia 21 para Ancylostoma sp (hamsters). Após o início do tratamento as análises coprológicas irão ocorrer diariamente até o final do experimento: Toxocara sp e Giardia 15 dias e Ancylostoma sp 21 dias. Ao final do período experimental será realizada a eutanásia por sobredosagem anestésica por isoflurano.

Objetivo Geral

- Investigar o potencial antiparasitário, parasiticida e da molécula nitazoxanida isolada ou em formulação associada com outros antiparasitários em modelo murino.

Justificativa

. Dessa forma sendo de extrema importância para o desenvolvimento de novas formulações antiparasitárias. Considerando que agentes parasitários como Giardia sp., Toxocara sp e Ancylostoma sp., são preocupantes dentro do âmbito clínico e epidemiológico da veterinária por seu largo potencial infeccioso e zoonótico, dificuldade de controle afirmando a importância da pesquisa de anti-helmínticos seguros e com baixa capacidade de desenvolvimento de resistência.

Metodologia

Para avaliação de eficácia antiparasitária da nitazoxanida isolada e em formulação associada com ivermectina, pirantel, febantel e praziquantel, frente a Toxocara sp, serão utilizados 32 camundongos (Mus musculus) da linhagem Swiss (25 a 35g de peso), para avaliação da eficácia frente a Giardia sp outros 32 camundongos (Mus musculus) da linhagem Swiss (25 a 35g de peso) e para avaliar a eficácia frente a Ancylostoma sp serão utilizados 32 hamsters Golden syrian (100 a 150g de peso). Os animais serão adaptados a equipe e ao manejo do experimento durante 7 dias anteriores ao início da experimentação. Os animais de cada estudo, receberão respectivamente uma aplicação via gavagem intragástrica de uma alíquota de 300 ovos de Toxocara sp, uma alíquota de 30 a 50 cistos de Giardia sp e uma alíquota contendo 100 ovos de Ancylostoma spp. As alíquotas infectantes serão preparadas com diluição em solução fisiológica. Para avaliação da eficácia de cada parasito, serão estabelecidos 4 grupos experimentais, sendo eles: Grupo 1: composto contendo Nitazoxanida associada a outros antiparasitários, Grupo 2: Nitazoxanida isolada, Grupo 3: Controle positivo (Antiparasitário comercial), e o Grupo 4: controle negativo (óleo de canola). Os tratamentos, serão preparados em 60 mL de óleo de canola (q.s.p), em virtude da sua solubilidade em temperatura média (23 a 26°) e pelo óleo de canola não exercer nenhuma ação no organismo do animal. Os animais receberão uma única vez os referidos tratamentos, cuja as dosagens de Pirantel, febantel, praziquantel e ivermectina seguem as recomendações de outros produtos comerciais que utilizam estes princípios ativos e a dosagem da Nitazoxanida foi estabelecida nos estudos in vitro. Assim tanto os camundongos quanto os hamsters receberão a dose correspondente a 100 microlitros dos respectivos tratamentos para cada 10g de peso. No dia 1 referente ao protocolo experimental todos os animais serão pesados e submetidos a coleta sanguínea do plexo orbital com anestesia local com colírio anestésico (lidocaína 4%) pelo contato de uma pipeta de pasteur com o plexo orbital dos animais e 24h após, serão infectados pelos inóculos parasitários referidos anteriormente, através de gavagem com um volume de 100 µl/10g de peso vivo. As análises coprológicas (mini-flotac e faust) para avaliar a eliminação de estruturas parasitárias (ovos, cistos, trofozoítos e larvas) e comprovar a infestação, iniciarão 7 dias após a inoculação e serão realizadas a cada 3 dias, até o dia 15 para análise de Toxocara spp e Giardia sp (camundongos) e dia 21 para Ancylostoma sp (hamsters), respeitando o período pré patente de cada espécie de parasito, quando será realizado o tratamento após nova pesagem para o cálculo da dose do tratamento de cada grupo. Após o início do tratamento as análises coprológicas irão ocorrer diariamente até o final do experimento: Toxocara sp e Giardia 15 dias e Ancylostoma sp 21 dias. Ao final do período experimental será realizada a eutanásia por sobredosagem anestésica por isoflurano. Serão coletadas post mortem amostras sanguíneas intacardíaca e será realizada necropsia para coleta de amostras teciduais, para estudo histopatológico e pesquisa de presença de parasitas. Das amostras sanguíneas será obtido soro para análises bioquímicas aspartato amino transferase (AST) e alanina amino transferase (ALT), creatinina e ureia. Na necropsia será coletado o intestino delgado e grosso com posterior avaliação do conteúdo, com contagem de parasitas machos e fêmeas e estruturas imaturas (ovos e larvas). As amostras teciduais de rim, fígado e músculos serão fixadas em formol 10%, posteriormente clivadas e blocadas em parafina para pesquisa de degradação celular e larvas migrantes. Os resultados serão e analisados considerando o efeito da formulação teste frente ao Ancylostoma sp, Toxocara sp e Giardia sp comparando com os demais grupos.

Indicadores, Metas e Resultados

Determinar o potencial antiparasitário, parasiticida e da molécula nitazoxanida isolada ou em formulação associada com outros antiparasitários em modelo murino frente ao parasito Ancylostoma sp;

-Determinar o potencial antiparasitário, parasiticida e da molécula nitazoxanida isolada ou em formulação associada com outros antiparasitários em modelo murino frente parasito Toxocara sp;

-Demonstrar o potencial protozoaricida da molécula nitazoxanida isolada ou em formulação associada com outros antiparasitários em modelo murino frente ao protozoário Giardia sp.

- Verificar se ocorrem lesões teciduais em rim, fígado, intestino e músculos, assim como a presença de estruturas parasitárias.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXSANDER FERRAZ
ALEXSANDRO OLIVEIRA
AMILTON CLAIR PINTO SEIXAS NETO
ANE GABRIELA VOGT
ANTONIO GONÇALVES DE ANDRADE JÚNIOR
BRUNO CABRAL CHAGAS
CAMILA MOURA DE LIMA
CLÁUDIA BEATRIZ DE MELLO MENDES
ELIEZER MONTEIRO DA COSTA
LEANDRO QUINTANA NIZOLI1
MARCIA DE OLIVEIRA NOBRE2
MARIANA TIMM KROLOW
MARTHA BRAVO CRUZ PIÑEIRO
MIRIANE MENDES PEREIRA
RISCIELA SALARDI ALVES DE BRITO
SABRINA DE OLIVEIRA CAPELLA
SERGIO JORGE

Página gerada em 19/04/2024 13:05:49 (consulta levou 0.155194s)