Nome do Projeto
Ciclo de Estudos sobre Educação Ambiental: as dimensões da crise socioambiental na contemporaneidade
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
05/04/2022 - 30/09/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O presente projeto de ensino tem como objetivo desenvolver estudos e diálogos sobre a Educação Ambiental, em especial, sobre as dimensões da crise socioambiental na contemporaneidade, sob a perspectiva da teoria crítica da educação. Importante salientar que o projeto é uma proposta do grupo de pesquisa Filosofia, Educação e Práxis Social (FEPráxis/CNPq), da Universidade Federal de Pelotas, em parceria com o grupo de pesquisa Dimensões do Pensamento: Grupo de Pesquisa Transdisciplinar (IFMT/CNPq) do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda Fronteira Oeste. Assim, será desenvolvido a partir da cooperação técnica entre o Departamento de Ensino da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Pelotas e o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda Fronteira Oeste. A proposta do projeto, estruturado nos moldes de um grupo de estudos, considera fundamental, nos dias de hoje, estimular a produção científica e acadêmica relacionada à Educação Ambiental, proporcionando espaços de aprofundamento teórico-conceitual sobre temáticas que envolvem a referida área de conhecimento, nesse caso, busca-se compreender como se expressa a crise socioambiental na atualidade. O projeto tem como público-alvo alunos dos cursos de graduação da Universidade Federal de Pelotas, docentes e alunos do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda Fronteira Oeste. A metodologia será desenvolvida a partir de leituras individuais e encontros síncronos para debates coletivos (através de plataformas virtuais) de artigos e livros indicados para o estudo de temáticas como: legislação ambiental no Brasil; o movimento ecológico no Brasil e na América Latina; correntes teóricas e metodológicas da Educação Ambiental; perspectiva histórica da questão ambiental: globalização e consumo; justiça ambiental; conflitos ambientais no Brasil. O projeto possui como aporte teórico os seguintes pesquisadores: Carlos W. Porto-Gonçalves, Philippe Pomier Layrargues, Mauro Guimarães, Lucie Sauvé, Carlos Frederico Loureiro, Henri Acselrad, entre outros.

Objetivo Geral

Desenvolver estudos e diálogos sobre a Educação Ambiental, em especial, sobre as dimensões da crise socioambiental na contemporaneidade, na perspectiva da teoria crítica da educação.

Justificativa

A Educação Ambiental afirma-se como processo de formação que visa a compreensão das contradições e problemáticas que emergem da atual crise socioambiental da atualidade apontando para práticas mobilizadoras que tenham como objetivo a construção de relações sociais pautadas para além da lógica capitalista. Neste ponto, tratamos de argumentar a importância de desenvolver estudos para qualificar a formação inicial dos acadêmicos da Universidade Federal de Pelotas, bem como de docentes e estudantes do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda Fronteira Oeste, em relação à compreensão sobre os fundamentos históricos, sociológicos e epistemológicos que apontam a necessária construção de uma justiça ambiental na qual visa constituir uma nova perspectiva integradora das lutas ambientais e sociais. Neste sentido, a universidade, através de seus processos formativos, assume um papel fundamental no contexto de atuação dos profissionais na reflexão crítica dos problemas e na luta pela justiça ambiental. Com base em Acselrad et al. (2009), salientamos que a noção de justiça ambiental afirma o princípio de que a nenhum grupo social devem ser destinados os riscos ambientais nocivos decorrentes de políticas e de legislação débil na gestão do uso dos recursos naturais.

Metodologia

A metodologia será desenvolvida a partir das seguintes estratégias: (i) estudos individuais da bibliografia obrigatória indicada; (ii) encontros síncronos (realizados quinzenalmente) para debates coletivos utilizando a plataforma de Webconferência da Universidade Federal de Pelotas e do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda Fronteira Oeste ; (iii) escritas de textos (resumos, resenhas e artigo), tendo como objetivo o aprofundamento teórico-conceitual dos temas relacionados à Educação Ambiental, possibilitando o registro dos processos de estudo desenvolvido; (iv) Espaços virtuais e ferramentas utilizadas: Webconferência UFPel; (v) e-mail; (vi) YouTube; (vii) Google Meet.
Principais atividades a serem desenvolvidas: (i) Leituras individuais e diálogo dos textos, artigos e livros relacionados à temática de estudo a partir de atividades síncronas (Webconferências); (ii) produção textual (elaboração de sistematizações, resenhas e/ou resumos individuais, artigo) sobre os artigos e livros indicados para o estudo; (iii) realização de palestra abordando a temática do projeto na Semana de Tecnologia e Meio Ambiente do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda Fronteira Oeste, a ser realizado em Junho de 2022.

Indicadores, Metas e Resultados

Ampliar os estudos teórico-conceituais sobre a Educação Ambiental e as dimensões da crise socioambiental na contemporaneidade, na perspectiva da teoria crítica da educação, em sua relação com as transformações históricas percebidas no Brasil no âmbito do processo de formação profissional na Universidade Federal de Pelotas e do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda Fronteira Oeste;
Contribuir para a formação inicial dos alunos da graduação da Universidade Federal de Pelotas e do Instituto Federal Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda Fronteira Oeste nas discussões que se relacionam à compreensão dos fundamentos históricos, sociológicos e epistemológicos da Educação Ambiental;
Fortalecer a inserção da temática da Educação Ambiental no processo de formação dos graduandos da UFPel, de docentes e os estudantes do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Mato Grosso - Campus Pontes e Lacerda Fronteira Oeste;
Ampliar os processos de produção científica e acadêmica relacionados à temática da Educação Ambiental, contribuindo para fortalecer a inserção da referida área de conhecimento na formação profissional e, consequentemente, no campo de trabalho dos alunos que participaram do projeto.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BARBARA DE OLIVEIRA CARDOSO
BIANCA LEAL FERNANDES
BRUNA IVANIR MORO
Bruno Magnum Pereira
CAMILA XAVIER VIEIRA
CAROLINE TERRA DE OLIVEIRA8
DENILSO KUSMA WOSNIAKI
DIEGO DOMINGOS GOULART
ERICA HARTWIG FRANK
EVANDRO SANTOS DUARTE
GUILHERME BORZIO RODRIGUES
Gabriela Toledo de Anastacio
IGOR LUIZ PEREIRA DA SILVA
ISADORA COSTA CORDOVA
JANAINA LAPUENTE DOS SANTOS
JOAO MANOEL CORREA ANDRE
JOSELAINE LEMOS DA SILVA
JUAN CARLOS JARDIM SOARES
Jaqueline Da Silva Scheneider
KÊNIA DE FREITAS FERREIRA
LEANDRA DA LUZ FERREIRA
MARAIZA MENDES FEIJO
MARIA ANGELICA PEREIRA AMARAL
MARIA LEONOR SANTOS PEREIRA FEIJO
NEIVA AFONSO OLIVEIRA8
RENATA AIRES DE FREITAS
RODRIGO DE OLIVEIRA RODRIGUES
SARA SCHWAB HOEHR
STEPHANE RAMOS IDALGO
TABATA FRANCIELE DA SILVA PEREIRA
TAINARA ZUGE
VERIDIANA RIBEIRO CELENTE

Página gerada em 10/08/2022 03:11:23 (consulta levou 0.308880s)