Nome do Projeto
OFICINAS PEDAGÓGICAS PARA A FORMAÇÃO CONTINUADA DE EDUCADORES DE JOVENS E ADULTOS (EJA) CIÊNCIAS HUMANAS
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
10/03/2022 - 31/07/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Educação
Linha de Extensão
Formação de professores
Resumo
A formação continuada de Educadores de Jovens e Adultos (EJA) nos dias atuais tem se constituído em um campo de atuação importante, face aos desafios que a modalidade vem enfrentando, com a falta de políticas públicas, baixo investimento na formação docente e consequente evasão escolar dos alunos da EJA (SILVA, 2020). Diante da necessidade de contribuirmos com a formação continuada, de pensar em estratégias de ensino que valorizem os saberes e vivências dos alunos, tem-se como objetivo central: promover espaço de discussão e reflexão sobre as práticas desenvolvidas, a partir de temas e conteúdos interdisciplinares, possibilitando aos professores da área de ciências humanas, que atuam na EJA, ampliar a troca de experiências e aprendizados. metodologicamente a proposta se estrutura em três eixos centrais: a) definição, elaboração e divulgação das oficinas; Execução das oficinas pedagógicas para professores da rede municipal de ensino, e; avaliação final, com a estruturação de um banco de dados com os materiais ou propostas pedagógicas elaboradas pelos participantes do curso. Por fim, espera-se que esta proposta possa contribuir de forma efetiva para a formação continuada de professores da área de ciências humanas que atuam na EJA.

Objetivo Geral

Promover espaço de discussão e reflexão sobre as práticas desenvolvidas, a partir de temas e conteúdos interdisciplinares, possibilitando aos professores da área de ciências humanas, que atuam na EJA, ampliar a troca de experiências e aprendizados.

Justificativa

A proposta desenvolvida para formação específica de Educadores de Jovens e Adultos (EJA) emergiu das discussões e do envolvimento que temos com as pesquisas e com o trabalho desenvolvido na formação inicial de professores de Geografia da Universidade Federal de Pelotas, a partir do PIBID. Essas discussões ganharam expressividade e foram acolhidas pela gestão da EJA na SMED (Secretaria Municipal de Educação e Desporto de Pelotas-RS), para que fosse então proposta para o público de professores que atuam na área de Ciências Humanas.
Como a educação de jovens e adultos é um tema que nem todos os currículos de formação inicial trazem de forma explícita, acreditamos que a partir da realização de oficina pedagógicas, possamos contribuir para a formação inicial e continuada de professores na área de Ciências Humanas, da educação básica do município de Pelotas-RS.
Para tal, articulou-se a proposta, tendo como título: “Oficinas pedagógicas para a formação continuada de educadores de jovens e adultos (EJA) – Ciências Humanas”. Os temas elencados surgiram a partir dos diálogos e sugestões advindas de docentes e gestores que atuam na SMED, bem como dos bolsistas que atuam no Programa de Institucional de Iniciação à docência, PIBID-Geografia - UFPel, totalizando 5 temas, divididos em módulos: Modulo I - A cidade e as relações socioespaciais no contexto da EJA; Módulo II - Conhecendo a cidade: discutindo o saneamento básico - Módulo III – Conhecendo origens e tradições populares a partir de vivências; Módulo IV – Eu sou o meu som: A importância da inserção de linguagens cotidianas para a formação de jovens e adultos; e Módulo V - Mediação de conflitos: reflexão sobre as diferentes formas de violência no contexto social e escolar.
Organizar a proposta de formação continuada de professores da EJA no formato de oficina pedagógica, possibilita que possamos traçar o percurso formativo, de forma interdisciplinar, buscando abarcar temáticas norteadoras que envolvam as diferentes áreas de formação e que dialoguem com a realidade vivida pelos sujeitos da EJA.

Metodologia

O projeto foi estruturado para ser desenvolvido no formato online, dividido em 3 etapas ou ações.
Sendo assim: o projeto será executado a partir de 3 ações descritas a seguir:
A PRIMEIRA AÇÃO: “Planejamento e divulgação das oficinas”.
Período: 07/03 à 20/04.
Objetivos: Criar e ampliar os espaços de discussão e diálogo sobre as práticas na educação de jovens e adultos, com base em temáticas interdisciplinares, que fazem parte da cotidianidade dos alunos da EJA;
Relevância para a sociedade: Contribuir para a formação continuada dos professores da educação básica, em especial os que atuam na Educação de Jovens e Adultos.

A SEGUNDA AÇÃO: “Desenvolvimento – oficinas pedagógicas”.
Objetivos: Desenvolver estratégias metodológicas articuladas aos conhecimentos na área de Ciências Humanas, os quais estejam vinculadas ao processo formativo dos alunos e que busquem valorizar as vivências e saberes trazidos pelos sujeitos da EJA.
Possibilitar que os professores e estudantes envolvidos na proposta, compreendam e problematizem a realidade da EJA, a partir das temáticas desenvolvidas;
Relevância para a sociedade: Possibilitar uma formação crítica, a partir de estratégias de ensino, para que os sujeitos envolvidos passam pensar o espaço social e exercer a cidadania a partir de uma educação.
Período: 20/04 a 15/06
Como já destacado, esta ação se dará no formato online, pela plataforma da webconf, com encontro às quartas-feiras, das 19h as 22h. Os participantes terão para cada módulo, a participação no formato de encontros síncronos um total de 3h e no formato assíncrono, um total de 5 h, totalizando, 8 horas (para cada módulo).

A TERCEIRA AÇÃO: Avaliação
Objetivos: Refletir sobre as estratégias metodológicas que estimulem os professores e alunos a serem protagonistas de sua formação.
Disponibilizar o material didático elaborado para que docentes e alunos tenham acesso, como fonte de inspiração para outras atividades.
Relevância para a sociedade: A partir dessa ação espera-se levantar elementos que possam subsidiar outras ações de formação inicial e continuada de professores de Geografia e áreas correlatas.
Período: 16/06 a 31/07.

Como forma de registro, a presente proposta será desenvolvida durante o período de 10/03/2022 a 31/07/2022.
O curso de extensão intitulado, “oficinas pedagógicas para a formação continuada de educadores de jovens e adultos (EJA) Ciências Humanas”, será ofertado aos professores da rede básica de ensino, do município de Pelotas e região, que atuam na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), área de Ciência Humanas.
As inscrições serão feitas via formulário online e serão divulgadas nas redes sociais através do link: https://wp.ufpel.edu.br/lega/, e pelos órgãos responsáveis das secretarias de educação do município de Pelotas e adjacências.
O formato da realização do curso de formação continuada será online, em decorrência da pandemia de covid-19. Serão ofertadas 50 vagas no total, podendo-se ampliar a possibilidade para outras edições. A carga horária total do curso será de 40h. Os participantes do curso de formação continuada terão direito a certificação, com a participação de pelo menos 75% da carga horária realizada.

O curso será realizado às quartas-feiras à noite, das 19h-22h, na plataforma da webconf – UFPel.
Serão realizadas oficinas pedagógicas, estruturadas em 5 módulos, com carga horária total de 8h, por módulo. Abaixo temos a distribuição dos módulos, das oficinas pedagógicas para a formação continuada de professores da EJA:

1 A cidade e as relações socioespaciais no contexto da EJA (8h), realização (20/04);
2 Conhecendo a cidade: discutindo o saneamento básico (8h), realização (04/05);
3 Conhecendo origens e tradições populares a partir de vivências (8h), realização (18/05);
4 Eu sou o meu som. A importância da inserção de linguagens cotidianas para a formação de jovens e adultos (8h), realização (06/06);
5 Mediação de conflitos: reflexão sobre as diferentes formas de violência no contexto social e escolar (8h), realização (16/06);

Indicadores, Metas e Resultados

Engajados em contribuir de forma qualitativa na formação e alfabetização de jovens e adultos, a presente proposta busca auxiliar os professores atuantes nessa área, subsidiando-os com discussões teórico-conceituais e práticas, no intuito de ressignificar os conteúdos escolares, para que possam atender as demandas do público alvo. Ou seja, espera-se que esta proposta possa ampliar possibilidades de de uso de diferentes metodologias, na prática docente e que correspondam o contexto da EJA, fomentando o pensamento crítico dos professores e alunos envolvidos no processo de ensino e aprendizagem.
Por fim, almeja-se estruturar um banco de dados com os resultados das atividades práticas elaboradas pelos participantes para que possam ser compartilhados entre os pares para servir de exemplo e inspiração para outras possibilidades de trabalho ou atividades pedagógicas:
• Fanzines
• Mapas mentais
• Recursos didáticos - cartilha
• Playlist
• Cartilha sobre violência

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANA BARBOZA ROSCHILD
ALEXANDRA LUIZE SPIRONELLO
BRISA MASTRANTONIO MORAES
BRUNA RODRIGUES DA SILVA
CAIO BEDAQUE BARBOSA
CLARA DOS SANTOS LENHARD
ELIAS LORANDI
ERIKA NELY DE ALMEIDA DA LUZ
FAGNER FERNANDES DUARTE
FERNANDA PUGLIA VIEIRA DIAS
GIANE SILVA DA SILVA
GUSTAVO PINHEIRO DE PAULA
Glauciane Sant"Ana
ISAAC TAILQUE PAPINI DE BRITO
JOAO PAULO SCHVANZ BANDEIRA
JULIA TAVARES DA SILVA
KERLEN BRUNA GONÇALVES MARTINS
LETICIA FONSECA DA SILVA
LIGIA CARDOSO CARLOS9
LIZ CRISTIANE DIAS9
MARIANA MARQUES CRAMER
ROSANGELA LURDES SPIRONELLO15
SOLANGE DE OLIVEIRA
TASSIA PINHEIRO DUARTE
TAÍS CASTRO GARCIA
VINICIUS ALBUQUERQUE DE LIMA
Valdirene Müller Lobato

Página gerada em 29/06/2022 16:37:17 (consulta levou 0.089931s)