Nome do Projeto
Desenvolvimento de Jogos como ferramenta de aprendizagem para o curso de Engenharia de Materiais
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
03/04/2023 - 31/12/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Resumo
Em resumo, a criação de jogos como ferramenta de aprendizado pode ser uma abordagem eficaz e envolvente para o ensino de disciplinas específicas do curso de engenharia de materiais na Universidade Federal de Pelotas. A utilização de jogos pode fornecer uma maneira prática e tangível de aprender conceitos teóricos, ajudar os estudantes a desenvolverem habilidades práticas, fornecer feedback imediato e aumentar a motivação e o envolvimento dos estudantes. Adaptando a metodologia para jogos de cartas ou tabuleiro, ainda é possível desenvolver uma abordagem prática e envolvente para o aprendizado de engenharia de materiais, incentivando a colaboração, a criatividade e o desenvolvimento de habilidades práticas relevantes para o mercado de trabalho.

Objetivo Geral

Aprimorar e qualificar o processo de ensino-aprendizagem no curso de graduação em engenharia de materiais, utilizando uma abordagem inovadora, que incorpora atividades lúdicas na sala de aula.

Justificativa

A criação de jogos como ferramenta de aprendizado pode ser uma abordagem eficaz para o ensino de disciplinas específicas do curso de engenharia de materiais. Os jogos são uma forma divertida e engajadora de aprender e podem ajudar os estudantes a desenvolverem habilidades práticas, bem como a aprimorarem seu conhecimento teórico.
Entende-se, como Huizinga (2004), que o ser humano está impregnado do lúdico em todas as suas atividades culturais (ou em suas atividades profissionais mais especificamente). Desde as crianças com suas brincadeiras, que envolvem regras não necessariamente aceitas (ou mesmo conhecidas) pela sociedade em geral, até os grandes empresários, quando utilizam estratégias para aumentarem sua parcela de poder no ambiente em que vivem, estão sob a influência dessa característica natural do ser humano – uma tendência à valorização do lúdico, ainda que esse não seja explicitado em suas consciências.
Assim, em particular, entende-se que jogos de engenharia de materiais podem fornecer aos estudantes a oportunidade de aplicar conceitos teóricos de uma maneira prática e tangível enquanto se divertem aprendendo. Ao se criarem jogos que envolvam materiais, os estudantes podem explorar a estrutura, propriedades e comportamento dos materiais em um contexto interativo e desafiador.
Os jogos, também, podem ser adaptados para diferentes níveis de conhecimento e habilidade, permitindo que os estudantes aprendam no seu próprio ritmo. Por exemplo, jogos mais simples podem ser criados para apresentar conceitos básicos, enquanto jogos mais complexos podem ser utilizados para desafiarem os estudantes em conceitos mais avançados.
Outra vantagem da utilização de jogos como ferramenta de aprendizado é que eles podem fornecer feedback imediato. Os estudantes podem ver o resultado de suas ações e erros em tempo real, o que pode ajudá-los a corrigirem seus erros e aprimorarem seu conhecimento.
Finalmente, a criação de jogos pode aumentar a motivação e o envolvimento dos estudantes no aprendizado de engenharia de materiais. A abordagem lúdica do ensino pode tornar o processo de aprendizagem mais atraente e interessante, o que pode ajudar a manter os estudantes engajados e motivados durante todo o curso.

Metodologia

Para o desenvolvimento deste projeto, serão definidas as seguintes etapas:
- Definir objetivos de aprendizagem: Identificar os objetivos específicos do projeto, como os conceitos de engenharia de materiais que serão abordados, as habilidades práticas que serão desenvolvidas e as competências gerais que os estudantes adquirirão.
- Selecionar jogos de cartas ou tabuleiro: Escolher jogos de cartas ou tabuleiro que sejam adequados para o desenvolvimento dos conceitos de engenharia de materiais que serão abordados. O jogo de trunfo com propriedades físicas dos materiais é uma das ideias que serão testadas.
- Desenvolver os jogos de cartas ou tabuleiro, abordando os conceitos de engenharia de materiais que foram definidos. Aprimorando as habilidades de design gráfico e em conceitos de ciência dos materiais.
- Testes e feedback: Os jogos desenvolvidos pelos grupos de estudantes devem ser testados pelos colegas e pelos professores, para receber feedback e sugestões para melhorias.
- Testar os jogos em sala de aula e verificar a fixação dos conceitos.
- Disponibilizar os jogos para que os estudantes dos semestres iniciais possam jogar e se divertir, além de aprender sobre engenharia de materiais de forma lúdica e interativa.

Indicadores, Metas e Resultados

Para medir o sucesso do projeto de ensino sobre o desenvolvimento de jogos como ferramenta de aprendizado para o curso de engenharia de materiais da Universidade Federal de Pelotas, alguns indicadores, metas e resultados esperados podem ser definidos.

Indicadores:

- Participação e engajamento dos estudantes no projeto;
- Qualidade dos jogos desenvolvidos;
- Avaliação dos estudantes em relação à aprendizagem dos conceitos de engenharia de materiais abordados nos jogos;
- Feedback positivo dos alunos em relação aos jogos desenvolvidos;
- Registro de objeto pedagógico;
- Disponibilização dos jogos para outros estudantes e/ou instituições.

Metas:
- Desenvolvimento de pelo menos 1 objeto pedagógico abordando conceitos relevantes de engenharia de materiais;
- Melhoria no desempenho dos estudantes nas disciplinas relacionadas à engenharia de materiais;
- Obtenção de feedback positivo de pelo menos 80% dos estudantes, professores e colegas que avaliarem os jogos desenvolvidos;
- Disponibilização dos jogos para pelo menos uma outra instituição de ensino.

Resultados esperados:
- Aumento do interesse dos estudantes pelo aprendizado de engenharia de materiais;
- Melhoria no desempenho acadêmico dos estudantes em disciplinas relacionadas à engenharia de materiais;
- Desenvolvimento de habilidades práticas relevantes para o mercado de trabalho, como design gráfico, modelagem 3D e edição de áudio para os alunos que participarem do desenvolvimento dos jogos;
- Estímulo à criatividade, colaboração e inovação entre os estudantes;
- Registro de pelo menos 1 objeto pedagógico;
- Disponibilização de jogos de qualidade para outros estudantes e/ou instituições, contribuindo para a disseminação do conhecimento e do aprendizado de engenharia de materiais de forma lúdica e interativa.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAMILA PRIETTO VILLANOVA
CRISTIANE WIENKE RAUBACH1
Diogo Krammer Topolski
LUIZ ALBERTO BRETTAS4
MARIANA PICCOLI
OTAVIO BITENCOURT PACHECO
TIAGO MORENO VOLKMER9
VINICIUS PEREIRA DIAS

Página gerada em 29/02/2024 18:34:21 (consulta levou 0.141185s)