Nome do Projeto
Projeto Núcleo de Atividades para a Terceira Idade
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
02/05/2017 - 10/08/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Direitos Humanos e Justiça
Linha de Extensão
Terceira Idade
Resumo
O NATI (Núcleo de Atividades para a Terceira Idade) visa minimizar as alterações naturais provocadas pelo processo de envelhecimento, melhorando e desenvolvendo as capacidades físicas dos idosos: força e resistência muscular, a capacidade cardiorrespiratória, flexibilidade, além da recuperação da coordenação motora, assim como a estimulação cognitiva de idosos. Tais atividades são desenvolvidas em um ambiente descontraído atendendo finalidades predeterminadas e planejadas, conforme a idade e as condições psicossociais dos idosos.

Objetivo Geral

O projeto tem como objetivo proporcionar através de atividades físicas e cognitivas a melhoria da condição de saúde e qualidade de vida de idosos da comunidade da cidade de Pelotas.

Justificativa

O público alvo do projeto são pessoas idosas. Nas últimas décadas houve um aumento da população idosa em termos mundiais devido aos avanços científicos e tecnológicos que permitiram a redução da mortalidade infantil e o aumento da expectativa de vida.
Ao lidar com os problemas oriundos do surgimento de morbidades devido ao processo de envelhecimento populacional a prevenção deve ser considerada como a condição primária a ser seguida pela população como um todo. Em termos de prevenção, diversos procedimentos e atitudes devem ser observados visando à realização de avaliações periódicas e o engajamento em atividades que proporcionem a manutenção e/ou melhoria da saúde.
De acordo com a literatura científica, a prática de atividades físicas tem sido considerada como um importante moderador na melhoria e/ou manutenção da aptidão física do idoso. Assim como, o uso de atividades lúdicas e físicas tem aperfeiçoado o funcionamento cognitivo através da implementação de estratégicas cognitivas e mnemônicas.
Sendo assim, as atividades desenvolvidas no projeto objetivam o bem-estar biopsicossocial do idoso, assegurando maior autonomia nas atividades de vida diária.

Metodologia

Este projeto trabalha com a comunidade idosa de Pelotas/RS e seus familiares indiretamente.
As aulas são realizadas 2 vezes por semana atendendo cerca de 90 idosos.
O projeto é dividido em dois eixos: a) atividades de musculação com aulas de 60 minutos, sendo 25 minutos de trabalho aeróbio em bicicleta e 30 minutos de exercícios de força e 5 minutos finais com exercícios de flexibilidade e coordenação motora; b) atividades de estimulação cognitiva com aulas de 60 minutos, onde são realizados jogos de atenção e concentração, leitura de textos e posterior realização de tarefas relacionados a memória e interpretação dos mesmos e prática de jogos sensoriais.
Como a maioria dos idosos já apresentam algum declínio das capacidades físicas e cognitivas, existe a necessidade de que muitas pessoas auxiliem na realização das atividades/exercícios, prevenindo quedas, auxiliando na colocação dos pesos nas máquinas da sala de musculação, corrigindo posturas erradas, ensinando os exercícios a serem executados.
Os acadêmicos do curso de Educação Física tem sido responsáveis pelo funcionamento das aulas sob a orientação da professora coordenadora do projeto, vinculados a projetos de ensino do curso ou voluntariamente.

Indicadores, Metas e Resultados

Semanalmente são realizados reuniões com os integrantes do projeto onde são efetuados debates, discussões e avaliações sobre acontecimentos que ocorreram nas aulas, além do planejamento das atividades a serem desenvolvidas pelo projeto.
Conforme a demanda dos idosos outras atividades são propostas e organizado por todos.
Além disto, periodicamente os idosos realizam bateria de testes para ser realizado um parecer diagnóstico e avaliando o tipo, a intensidade e a frequência do treinamento adotado.
Os temas mais relevantes e conflitantes são levados para o grupo de pesquisa vinculado ao projeto de extensão, o Grupo de Pesquisa e Estudos Sociológicos em Educação Física e Esporte -GPES, para debate e posterior averiguação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANA SCHULER CAVALLI6
ALEXANDRE VOHLBRECHT DE SOUZA
AMINE CABRAL RICARDO
ANA LAURA HENNICKA
ANDRIO ARAUJO FARIAS
BERNARDO KOLLING LIMBERGER
BRUNA LANGLOIS TILLMANN
BRUNO VEIGA GUTERRES
CRISTIELI DA CUNHA OLIVEIRA
CRISTOPHER DE SOUZA RODRIGUES
DAIANE CRIZEL
DHOMINIQUE ANTUNES LEAL WESTPHAL
DIEGO DE HOLLEBEN CAMOZZATO FADRIQUE
FELIPE REINHARDT CARVALHO
FILIPE BERSCH DORING
GABRIEL CORREA APRIGIO
GABRIEL GUADALUPE BARCELOS OLIVEIRA
GABRIEL MOURA PEREIRA
GERMANO BRAGA REZENDE
GIOVANA DA SILVA COLPO
GIULIA PINHEIRO GARCIA
GUSTAVO BASTOS BATALHA
HENRIQUE GEISS DOS REIS
HÍGOR FORTES DA FONSECA
ISMAYLI FERNANDES BARBOSA
KAROLINE DA SILVA DUARTE
KEREN DA SILVA AGOSTINHO
LARA BENGOCHÊA RAMOS
LIVIA SANTOS DE AVILA
LUCA SCHULER CAVALLI
LUIZA ZAVALIK CASTRO
MAIARA COIMBRA DA ROSA
MARCUS VINÍCIUS DIAS GODINHO
MARIA ALICE HERRMANN GULARTE
MARIA EDUARDA MENDES PEREIRA
MARIA EDUARDA RODRIGUES RIBEIRO
MARILIA FARIAS DA SILVA
MATHEUS DE LIMA WEEGE
MATHEUS DIAS DA SILVA
MATHEUS PINTO RODALES
MAURO LORENZATO NOBRE
MICHELE MANDAGARA DE OLIVEIRA
MILLEN GABRIELLE DA SILVA REIS
MURIEL TONELLI DAS NEVES
NEWMAR MACHADO FERNANDES
PATRICK BORGES FONSECA
RAFAEL DUQUIA DA SILVA
RICARDO DOS SANTOS ALT
RODRIGO DE LIMA DA CRUZ
RODRIGO DE SOUZA SIGALLES
ROSALINE DUARTE FERREIRA
SYLVIA VENSKE MACEDO
YURI ROBERTO CHURA

Página gerada em 14/11/2019 17:09:24 (consulta levou 0.122838s)