Nome do Projeto
Microeconomia Aplicada: Economia da Saúde, do Trabalhado e da Educação
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
10/10/2022 - 10/10/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas
Resumo
O presente projeto apresenta uma proposta de cooperação técnica e de integração dos grupos de pesquisa pertencentes ao Programa de Pós-Graduação em Organizações e Mercados da Universidade Federal de Pelotas (PPGOM/UFPEL), programa não consolidado, e do Programa de Mestrado e Doutorado em Economia da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (EESP/FGV), programa consolidado, para o edital Casadinho-PROCAD, Ação Transversal n.6 de 2011. Os objetivos da integração dos programas podem ser sintetizados em dois. O primeiro deles é o desenvolvimento do centro não consolidado através do intenso contato de ensino e pesquisa entre os profissionais e estudantes dos dois centros. Esse objetivo atende tanto a necessidade do PPGOM em se desenvolver e se consolidar como centro de excelência, quanto à missão da EESP/FGV na formação de recursos humanos de alta qualidade no país. Já o segundo objetivo é o desenvolvimento da linha de pesquisa em microeconomia aplicada a questões sociais em um pólo regional. Este é um objetivo importante uma vez que os principais centros de excelência em pesquisa na área de microeconomia aplicada com ênfase em questões sociais estão localizados na região sudeste do Brasil.

Objetivo Geral

-Desenvolvimento da linha de pesquisa em Microeconometri

Justificativa

O desenvolvimento das linhas de pesquisa em microeconomia aplicada no país como um todo se defronta principalmente com dois gargalos. O primeiro diz respeito ao fato de que boa parte dos pesquisadores que dominam as recentes técnicas econométricas para a avaliação de políticas públicas e choques na economia está vinculada a programas de pós-graduação nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Este ponto torna o conhecimento metodológico de ponta pouco difundido no país, limitando a realização de pesquisas de excelência em tópicos de economia do trabalho, saúde e educação em pólos regionais.
O segundo aspecto limitante para o desenvolvimento dos estudos em microeconomia aplicada é a escassez de dados. No Brasil, em relação a países desenvolvidos, ainda é incipiente a quantidade de fontes de microdados sobre características sociais, econômicas e demográficas da população, o que faz com que a maioria das pesquisas realizadas em microeconomia aplicada esteja amplamente alicerçada nos levantamentos amostrais elaborados pelos órgãos de pesquisa do governo (ex. PNAD) e em fontes de dados administrativos (RAIS e CAGED). A falta de mais pesquisas resultantes de diferentes fontes de microdados acaba por deixar dúvidas sobre muitos dos resultados científicos obtidos para o país (uma vez que fica mais difícil obter um consenso sobre significância e magnitude de estimativas de impactos de interesse), o que limita a formulação de políticas públicas.
Diante disso, o presente projeto viabiliza uma alternativa para a solução parcial dos dois problemas supracitados. Em relação ao primeiro, a idéia é que os professores e alunos, que pesquisam em microeconomia aplicada, do PPGOM da UFPEL, passem a ter intenso contato cientifico com os professores e alunos da EESP-FGV, em especial com o Centro de Microeconomia Aplicada dessa instituição. Acredita-se, que a aproximação entre os dois centros seria um mecanismo de propagação da metodologia econométrica recente na região sul do país.

Metodologia

Desenvolvimento de técnicas de econometria de avaliação de políticas públicas.

Indicadores, Metas e Resultados

Orientações de monografias, dissertações e teses

Participação em congressos nacionais

Publicação de artigos

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRE CARRARO4
FELIPE GARCIA RIBEIRO4
KELLY FABIANE DE FARIAS SIMÕES ARPINO

Página gerada em 30/01/2023 02:13:08 (consulta levou 0.058851s)