Nome do Projeto
As cartas patrimoniais para além do cientificismo: uma análise sobre a transdisciplinaridade
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
07/11/2022 - 08/12/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Resumo
Os discursos e as práticas das instituições que cuidam do patrimônio cultural brasileiro geralmente refletem aspectos discutidos nas cartas patrimoniais elaboradas ao longo do século XX e XXI, com a intenção de subsidiar políticas públicas para o patrimônio cultural. É possível perceber mudanças de narrativas para além do cientificismo em diversas cartas ao longo dos anos. Pergunta-se, portanto, quando e sob que aspectos as cartas patrimoniais refletem a fragmentação disciplinar do conhecimento e quando e sob que aspectos as cartas patrimoniais passam a refletir características de uma abordagem transdisciplinar do conhecimento.

Objetivo Geral

Analisar como a fragmentação disciplinar do conhecimento e a abordagem inclusiva da trandisciplinaridade se apresentam nas cartas patrimoniais elaboradas ao longo do século XX e XXI.

Justificativa

A pesquisa se torna importante por colaborar com o combate à simplificação do conhecimento na área do patrimônio cultural. Entende-se que isto também pode colaborar com políticas públicas inclusivas destinadas à preservação do patrimônio cultural.

Metodologia

A pesquisa se caracteriza sob abordagem qualitativa, com coleta de dados por meio de pesquisa bibliográfica e documental diretamente sobre as cartas patrimoniais. Análise de conteúdo busca por meio de categorias identificar as características da fragmentação disciplinar do conhecimento e da transdisciplinaridade.

Indicadores, Metas e Resultados

Atividade realizada em duas etapas, a primeira percorre o estudo de 16 cartas patrimoniais relacionadas com a conservação e restauração de bens culturais.
A segunda etapa analisa outras 38 cartas que perpassam o contexto do patrimônio cultural.
Temporalmente, a carta mais antiga foi lançada em 1931 e a última em 2013.
Como hipótese, imagina-se verificar a influência da fragmentação disciplinar do conhecimento nas cartas ao longo da primeira metade do século XX, com o surgimento de conceitos como multi, pluri e interdisciplinaridade ao longo do século. Aspectos de transdisciplinaridade, tais como a abertura da tomada de decisões para a comunidade não especializada e a integração de saberes não científicos serão identificados e discutidos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRÉ ALEXANDRE GASPERI
CLARISSE FONTENELLE FERREIRA PARENTE
DANIELE BALTZ DA FONSECA2
LUCAS SOUZA BECKER

Página gerada em 13/04/2024 17:04:32 (consulta levou 0.160020s)