Nome do Projeto
Terminologia relacionada às alterações dos bens patrimoniais
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
16/01/2023 - 16/01/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O projeto de pesquisa estrutura-se em uma pesquisa terminológica voltada para a análise, estudo e normalização dos termos relacionados às alterações dos bens culturais. As etapas da pesquisa serão desenvolvidas como estágio de pós-doutoramento no âmbito de instituições de pesquisa chilenas – Pontifícia Universidade Católica do Chile (PUC), Centro Nacional de Conservación y Restauración (CNCR), Comitè Nacional de Conservación y Restauración Têxtil (CNCT), Consejo de Monumentos Nacionales –, as quais obtiveram recursos junto ao Fondo de Fomento al Desarrollo Científico Y Tecnológico, vinculado à Agência Nacional de Investigación y Desarollo (ANID) do Governo do Chile para desenvolver e implementar o projeto “Plataforma para la identificación de las alteraciones a los bienes patrimoniales chilenos”.

Objetivo Geral

Desenvolver um estudo terminológico no âmbito de uma pesquisa de pós-doutorado, voltado para a identificação, análise e normalização de termos relacionados às alterações dos bens culturais chilenos.

Justificativa

Os estudos de terminologia visam facilitar a comunicação, sendo também essenciais para a revisão, elaboração e transmissão de conhecimentos técnicos e científicos das áreas especializadas. A produção de ferramentas como glossários, dicionários e bases terminológicas é fundamental para repertoriar uma linguagem técnico-científica, reduzir a ambiguidade nos sentidos das palavras, possibilitar maior transparência e clareza, sendo todas essas características exigidas nas comunicações do campo científico, tanto entre profissionais como com o público em geral.
No campo da preservação do patrimônio cultural, no Brasil e outros países latino-americanos, ainda existe uma carência de estudos voltados para a normalização e divulgação dos termos especializados. Considera-se que a falta de estudos e ferramentas que normalizem os especificamente os termos relacionadas às alterações dos bens culturais comprometem a precisão e clareza exigidas em diagnósticos, relatórios, documentação e textos de divulgação, os quais fazem parte da atuação dos profissionais que trabalham com a preservação, conservação e restauração.
O projeto “Plataforma para la identificación de las alteraciones a los bienes patrimoniales chilenos” tem como objetivo "Diseñar, implementar y validar una plataforma para identificación de alteraciones en los bienes patrimoniales de Chile, que permita a la comunidad de conservadores y restauradores identificar y diagnosticar las alteraciones producidas en el patrimonio cultural chileno y abordar formas de enfrentarlas, a través de conceptos y denominaciones normalizadas”.
A vinculação ao projeto de pesquisa a ser realizado pelos pesquisadores chilenos permite um aprofundamento de conhecimentos sobre os fundamentos teóricos e aplicação das metodologias terminológicas voltadas para a normalização de termos, assim como o acompanhamento da implementação de uma Base de Dados Terminológicos (BDT). Ao final do projeto esta base de termos será disponibilizada em uma plataforma digital interativa, alojada no sítio web do CNCR e que poderá se acessada por diversos tipos de usuários, como os profissionais e estudiosos da área de preservação, tradutores, estudantes, legisladores, dentre outros.

Metodologia

A metodologia segue o que foi estabelecido no projeto “Plataforma para la identificación de las alteraciones a los bienes patrimoniales chilenos”, que serão realizadas pelos pesquisadores das instituições envovidas e que podem ser sintetizadas nas seguintes etapas:

1) Validação e complementação dos trabalhos exploratórios prévios, os quais foram realizados anteriormente pelos pesquisadores do CNCR e PUC-Chile, relacionadas à identificação e compilação dos termos associados às alterações dos bens culturais que constam na documentação do CNCR.

2) Fixação dos critérios e protocolos de trabalho para normalizar a terminologia das alterações dos bens patrimoniais, que envolve ações de formação compartilhada, incluindo a formação linguística e terminológica para os especialistas do CNCR e a formação sobre características próprias do léxico da conservação e restauração para os terminológos da PUC. Também faz parte desta etapa a elaboração de documentos que norteiam a pesquisa terminológica. São elaborados dossiers de normalização, que são documentos contendo, por exemplo, as descrições e decisões tomadas para cada um dos conceitos e suas denominações, os critérios de redação e representação das fichas terminológicas que depois irão conformar a base de dados, dentre outros.

3) A etapa seguinte consiste na normalização, na qual cada conceito e termo associado a partir dos dossiers de normalização elaborados na fase anterior são discutidos e definidos. Em uma segunda etapa são redigidas as fichas correspondentes para a base de dados, junto com todas as informações associadas (categoria gramatical, área ou subárea de uso, sinónimos ou variantes, definição, fonte, observações, seleção das ilustrações etc.).

4) A etapa de validação consiste em uma revisão e validação, tanto conceitual como metodológica e linguística, de todas as fichas da base de dados terminológicos. Para isso se dá acesso a um grupo de usuários profissionais, como os conservadores-restauradores, com o objetivo de ter um retorno pertinente e avalizado, assim como realizar os ajustes necessários.

São estas etapas que subsidiarão a etapa final de criação de uma plataforma a ser disponibilizada na web, contendo, inclusive, um validador de textos. Esta etapa final será desenvolvida esencialmente pelos profissionais da informática associados ao projeto, mas com a colaboração contínua dos investigadores responsáveis pela pesquisa.

Indicadores, Metas e Resultados

Trata-se, portanto, de uma aproximação importante com instituições e pesquisadores da América Latina envolvidos com os temas e área da Conservação e Restauração de bens culturais. Como uma pesquisa a ser desenvolvida como uma atividade de pós-doutorado, o resultado esperado é um aprofundamento nos estudos terminológicos sobre o patrimônio cultural realizados anteriormente. A participação em um projeto promovido por instituições chilenas permitirá um intenso intercâmbio de conhecimentos e experiência, tanto sobre as metodologias terminológicas como em relação ao patrimônio cultural, expandindo-se as possibilidades de aplicação dos conhecimentos alcançados na realidade das instituições de ensino que possuem a formação de graduação em Conservação e Restauração, assim como junto às instituições responsáveis pela salvaguarda do patrimônio cultural brasileiro.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
SILVANA DE FATIMA BOJANOSKI1

Página gerada em 20/05/2024 09:32:10 (consulta levou 0.130130s)