Nome do Projeto
Mulheres de saber, mulheres de poder no sul do sul.
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/12/2022 - 02/12/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
Pensando no binômio saber-poder na perspectiva foucaultiana e considerando os espaços de resistência que ocorre entre um e outro termo desse binômio, nos propomos a estudar como as mulheres ocuparam ou ocupam os espaços de saber e poder no sul do sul, incluindo a cidade mesmo de Pelotas e região, e num horizonte mais de médio prazo para além das fronteiras do Brasil, nomeadamente Argentina e Uruguai. Nos interessa conhecer as mulheres que ocuparam espaços por vezes alheios e estranhos à elas, considerando também diferentes categorias sociais e étnico-raciais e geracionais. Nosso estudo observará o período de 1910-2010 como um tempo razoável para observar o movimento das mulheres do sul do sul no que diz respeito aos espaços de saber e poder.

Objetivo Geral

- Identificar e estudar na perspectiva dos estudos de gênero as mulheres que ocuparam lugares de saber e poder no sul do sul, no âmbito das artes, das ciências, das letras e tecnologia e seus legados para as gerações posteriores. Esse estudo se orienta desde as práticas da AD ( Análise de Discurso)

Justificativa

Pensar a história das mulheres no âmbito dos espaços de saber e poder pode ajudar a elucidar que lugares foram percorridos por elas em tempos passados, esses lugares estavam disponíveis à elas ou foram por elas conquistados em detrimento das determinações sociais impostas aos feminino desde sempre?
A pesquisa pode também colaborar no sentido de tirar do silêncio dos arquivos e dar voz e significado ao vivido por aquelas que nos antecederam. Além disso observar como as gerações mais jovens lidam ou recebem os possíveis legados das que vieram antes.
Além disso o estudo das formas de exercício de poder e saber por mulheres na região sul do Brasil busca observar essa região sul como região de fronteira e, como tal, uma grande possibilidade de articular nossos estudos locais com os estudos que acontecem no Uruguai e Argentina nessa mesma perspectiva.
Considerando além do já exposto ainda esparsas as pesquisas que buscam observar as mulheres em espaços de saber, seja nas artes, nas ciências, nas letras ou na tecnologia, ainda mais se esses estudos articulam esses saberes com espaços de exercício de poder. Dessa forma pensamos justificar-se a presente proposta de Projeto de Pesquisa.

Metodologia

A execução deste projeto de pesquisa ocorrerá a partir dos procedimentos abaixo descritos. Em todos eles pretendemos trabalhar em conjunto com colaboradores docentes e discentes da graduação e da pós-graduação, além de pesquisadores que venham a se in- corporar ao projeto. Além disso nosso estudo se orienta pelas práticas metodológicas da Análise do Discurso de Linha Francesa.
1) Revisão da bibliografia pertinente à contextualização histórica e sociopolítica referente ao recorte temporal proposto para o período;
2) Revisão da bibliografia pertinente aos estudos sobre Saber - Gênero - Universidade – Poder;
4) Comparação com estudos semelhantes realizados em outras universidades do país e do exterior;
5) Levantamento de fontes primárias em acervos locais e regionais, como jornais, almanaques, revistas, fotos de época, etc.

Indicadores, Metas e Resultados

- Viagens de pesquisa à regiões próximas de Pelotas e Porto Alegre;
- Participação em eventos acadêmicos pertinentes ao tema proposto;
- Publicação em formato de artigo de partes da pesquisa em suas diferentes fases;
- Produção de encontros com colaboradoras em formato de Lives e/ou entrevistas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALANA KARINA SILVEIRA MEDEIROS
Carolina Abelaira Silveira
DULCINEIA ESTEVES SANTOS
JANAINA CARDOSO BRUM2
Leticia Schneider Ferreira
Monoela Moraes Amorim
REJANE BARRETO JARDIM1

Página gerada em 02/03/2024 01:14:16 (consulta levou 0.135194s)