Nome do Projeto
Projeto Marcos de Pelotas: revisão e ampliação da rede de marcos altimétricos do município de Pelotas
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
01/03/2023 - 28/02/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias
Resumo
O “Projeto Marcos de Pelotas: revisão e ampliação da rede de marcos altimétricos do município de Pelotas” foi idealizado com o intuito de avaliar a rede de marcos de referência de nível (RN) existentes no município e cadastrados no Sistema Geodésico Brasileiro e promover o seu adensamento, mediante a instalação de novos marcos. Objetiva-se a instalação de ao menos 1 RN próximo ao prédio da Cotada/CEng, de modo a auxiliar nas atividades de ensino relacionadas às disciplinas de topografia dos cursos da Unidade. Os demais RRNN servirão para prover trabalhos e pesquisas que necessitem de dados altimétricos consistentes. Espera-se que este subsidie novos Projetos na área e que a temática receba destaque e incentivo. Conta com parceria do Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (SANEP).

Objetivo Geral

O presente Projeto tem como objetivo geral a revisão e ampliação da rede de marcos altimétricos do município de Pelotas.

Justificativa

Entende-se por rede geodésica o conjunto de informações planimétricas, altimétricas e gravimétricas referentes às estações do Sistema Geodésico Brasileiro (SGB), utilizadas para referência em atividades de posicionamento, e às demais estações estabelecidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para correção e verificação de imagens do território (IBGE, 2023). Se trata de uma estrutura de dados e parâmetros posicionais precisos que permitem apoiar atividades como a confecção de mapas, cartas e plantas, projeto e execução de obras de engenharia, regularização fundiária, parcelamento do solo, etc (SOKORA et al., 2013).
Segundo o Banco de Dados Geodésicos do IBGE (BDG-IBGE, 2023), o município de Pelotas possui cadastradas 3 estações geodésicas da rede SAT GPS, com dados planialtimétricos (latitude, longitude e altitude geométrica) levantados com GPS Geodésico. Essas estações estão estrategicamente distribuídas sobre a área do município e encontravam-se em bom estado de conservação na última visita realizada pelo órgão, em 2017.
Da rede de Referência de Nível (RN), são 35 marcos no BDG-IBGE, dos quais 16 não foram encontrados ou estavam danificados na ocasião da visitação. Tais marcos concentram-se nas rodovias BR-116 e BR-392, sendo poucos aqueles localizados na área urbana do município. Diante da necessidade desse tipo de informação (altitude normal), é necessário, por vezes, percorrer grandes distâncias pela técnica do nivelamento, o que demanda tempo e implica na redução da precisão.
Diante do exposto, e levando em consideração os equipamentos atualmente disponíveis, este Projeto tem como objetivo a revisão e ampliação da rede de marcos altimétricos do município de Pelotas.

Metodologia

Este Projeto será desenvolvido em 5 etapas, conforme descrito na sequência. A primeira etapa consiste na visita aos marcos da rede SAT GPS e da rede de RN do SGB, a fim de verificar o estado de conservação. A segunda etapa corresponde ao levantamento, junto à prefeitura municipal e órgãos locais, de outros marcos existentes, com posterior visitação e avaliação. A terceira etapa envolve a espacialização dos marcos de RN encontrados e a elaboração de um croqui para adensamento da rede, contemplando obrigatoriamente a região do prédio da Cotada/CEng, de modo que ao menos 1 RN tenha como finalidade auxílio às aulas práticas de topografia da Unidade. Na quarta etapa serão implantados os RRNN e realizados os procedimentos para transposição de altitude conforme descrito na NBR 13.133 - Execução de Levantamento Topográfico. O método a ser utilizado será o do nivelamento com contranivelamento, a fim de permitir avaliar e distribuir erros que geralmente ocorrem. Em atendimento à norma, serão utilizados 1 nível óptico com precisão compatível, 2 miras topográficas e 2 sapatas. As coordenadas de latitude e a longitude dos RRNN serão definidas com levantamento geodésico GNSS conforme especificações do IBGE. Esta será a etapa de maior duração. Na quinta e última etapa será elaborado um WebSIG visando facilitar o acesso dos usuários aos resultados obtidos com este Projeto. O Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas será parceiro do Projeto, auxiliando na instalação dos marcos e em outras demandas que surgirem durante a execução do nivelamento.

Indicadores, Metas e Resultados

A meta é adensar a rede instalando ao menos 30 novos RRNN na zona urbana de Pelotas.
Como resultados esperados tem-se:
i) com a instalação de um RN junto ao prédio da Cotada/CEng, tornar mais realistas as atividades práticas das disciplinas de topografia dos cursos da Unidade;
ii) com o adensamento da rede de RRNN do município, prover trabalhos que necessitem de dados altimétricos de qualidade; e
iii) com a experiência acumulada durante o desenvolvimento do projeto, subsidiar novos projetos que busquem qualificar o município em termos de dados posicionais consistentes.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADAM LOPES GOMES
ANDREA SOUZA CASTRO14
DENIS LEAL TEIXEIRA16
DIULIANA LEANDRO14
JULIA BORBA DA SILVA
LARISSA ALDRIGHI DA SILVA
LAURA SCHWARTZ LEITE
SAMUEL BESKOW8
TAMARA LEITZKE CALDEIRA BESKOW14

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
PROAP/CAPES / Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível SuperiorR$ 6.738,00Coordenador

Página gerada em 22/07/2024 10:27:16 (consulta levou 0.169980s)