Nome do Projeto
Exames de imagem são corretamente indicados para pacientes pediátricos? Um paralelo com as diretrizes de prescrição
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
29/03/2023 - 30/01/2026
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Resumo
Os exames de imagem são fundamentais para o correto diagnóstico na prática odontológica de todas as especialidades, incluindo a Odontopediatria. Entre estes exames podemos citar a radiografia panorâmica (RP) e a tomografia computadorizada cone beam (CBCT) que, apesar de serem considerados exames conveniente para crianças e adolescentes, a precisão de suas indicações no atendimento destes pacientes ainda representa um tema pouco explorado na literatura. Assim, o presente estudo objetiva avaliar a indicação da RP e CBCT para crianças e adolesecntes, entre Odontopediatrias, Ortodontistas e clínicos que realizam rotineiramente atendimento de crianças, traçando um paralelo com as diretrizes para prescrição de exames de imagem da American Dental Association, da American Academy of Pediatric Dentistry e da European Academy of Pediatric Dentistry. Para tanto os voluntários que aceitarem participar do estudo irão responder à um questionário de autorrelato hospedado na web (plataforma Google Forms). Este instrumento será previamente testado, quanto à sua compreensão, clareza e tempo de resposta, por um grupo de pós-graduandos. Após a fase de teste, o questionário será divulgado através das redes sociais. A fim de facilitar o preenchimento, o instrumento será organizado em 4 seções: 1) fatores sociodemográficos e características relacionadas ao perfil profissional dos respondentes; 2) aspectos relacionados à Radiologia Odontológica, Radiobiologia/Radioproteção e às diretrizes para prescrição de exames por imagem; 3) variáveis relacionadas diretamente à indicação, solicitação e realização de RP para pacientes infantis e; 4) variáveis relacionadas diretamente à indicação, solicitação e realização de CBCT em crianças e adolescentes. O prazo estimado para coleta de respostas será de cerca de 60 dias e, finalizado este período, os dados serão digitados em duplicata, em uma planilha desenvolvida para o estudo, e realizada a análise descritiva. A associação entre o desfecho (indicação / solicitação / realização de RP para pacientes infantis) e as variáveis independentes coletadas no questionário será verificada por meio teste de Análise de Regressão Linear. Todos os testes estatísticos serão executados no software SPSS.

Objetivo Geral

Avaliar a indicação de exames de imagem para crianças e adolescentes, traçando um paralelo com as diretrizes para prescrição destes exames complementares.

Justificativa

De acordo com a literatura, exames de imagem que utilizam radiação ionizante, como a RP e a CBCT, não devem ser utilizados como forma de triagem, previamente à avaliação clínica dos pacientes, especialmente em casos de crianças e adolescentes. Além disso, as indicações precisam considerar os pacientes e situações clínicas de forma individualizada, sendo as diretrizes de prescrição um auxiliar para tomada de decisão dos profissionais. (ADA/FDA, 2012; OENNING et al., 2018a, AAPD, 2021)
Contudo, estudos têm demosntrado que estes pacientes podem estar sendo expostos a doses desnecessárias de radiação ionizante (SCHORER-JENSMA; VEERKAMP, 2010; OENNING et al., 2018a; OENNING et al., 2018b; KÜHNISCH et al., 2020). Desta forma, é importante avaliar, de forma constante, a utilização destes exames entre os profissionais para, caso necessário, alertá-los sobre o tema com base em evidências científicas.

Metodologia

Neste estudo, com delineamento transversal, a população alvo será formada por Odontopediatras, Ortodontistas e Cirurgiões Dentistas, especialistas ou não, que rotineiramente prestam atendimento odontológico para pacientes infantis, de todo o Brasil. Sua descrição seguirá as diretrizes preconizadas na Declaração STROBE (Strengthening the reporting of observational studies in epidemiology) (VON ELM, et al., 2008). O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da FO UFPel (CAAE: 66911023.7.0000.5318). Todos os voluntários que concordarem em participar, após receberem esclarecimentos sobre os objetivos do estudo, concederão anuência de forma digital em um Termo de Consentimento Livre e Esclareço (TCLE), uma vez que o questionário será hospedado na web.
Serão convidados a responder este questionário: 1) Odontopediatras em atividade clínica profissional; 2) Ortodontistas em atividade clínica profissional; e 3) Cirurgiões Dentistas, especialistas em outras áreas ou não, que realizam rotineiramente procedimentos odontológicos em crianças e adolescentes. Deverão ser excluídos: 1) graduandos em Odontologia; 2) Cirurgiões Dentistas que não realizam, de forma rotineira, procedimentos odontológicos em crianças e; 3) Odontopediatras e Ortodontistas que não estejam em atividade clínica.
Os voluntários deverão ser recrutados por meio de anúncios em redes sociais. Para tanto, os pesquisadores divulgarão o estudo compartilhando o link do questionário em seus perfis pessoais, bem como nos perfis oficiais do projeto, que serão criados no Instagram e Facebook. Além disso, o formulário será disponibilizado em grupos de dentistas, também em redes sociais.
Considerando o número de Odontopediatras e Ortodontistas inscritos no Conselho Federal de Odontologia (CFO), que é de 9.329 e 30.085 profissionais, respectivamente (CFO, 2022), um poder de 5% e uma taxa de recusa / evasão de 30%, assim como as taxas de respostas à instrumentos de pesquisa autorrelatados e hospedados na web, considera-se que cerca de 375 profissionais, entre os quais 125 Odontopediatras, 125 ortodontistas e 125 Cirurgiões Dentistas que realizam tratamento em crianças e adolescentes, devam responder ao questionário para obtenção de dados representativos.
Um questionário de autorrelato será desenvolvido para o estudo (Apêndice 2). A fim de facilitar seu preenchimento, este questionário será organizado em seções: 1) fatores sociodemográficos e características relacionadas ao perfil profissional; 2) aspectos relacionados à Radiologia Odontológica, Radiobiologia/Radioproteção e às diretrizes para prescrição de exames por imagem da ADA/FDA (2012), AAPD (2021) e EAPD (OENNING et al;, 2018a); 3) variáveis relacionadas diretamente à indicação, solicitação e realização de RP para crianças e adolesecntes; 4) variáveis relacionadas diretamente à indicação, solicitação e realização de CBCT para crianças e adolscentes. O instrumento de pesquisa será hospedado na plataforma Google Forms e liberado para respostas somente após a aprovação do projeto pelo CEP institucional, por cerca de 60 dias.
Este questionário deverá ser pré-testado por um grupo de pós-graduandos de uma universidade pública brasileira (Universidade Federal de Pelotas), a fim de verificar a viabilidade do instrumento, assim como o seu tempo médio de resposta. Estes pós-graduandos serão solicitados a avaliar criticamente a clareza, redação e organização do instrumento, além de registraram o tempo necessário para completá-lo. Perguntas que não forem consideradas claras e organizadas pelos voluntários que irão testar o questionário, terão sua redação modificada.
Seção 1: Fatores sociodemográficos e características relacionadas ao perfil profissional
Seção 2: Radiologia Odontológica, Radiobiologia/Radioproteção, Diretrizes para prescrição de exames por imagem
Seção 3: Indicação, solicitação e realização de radiografias panorâmicas para pacientes infatis
Seção 4: Indicação, solicitação e realização de tomografia cone beam para crianças e adolescentes
Finalizada a coleta de dados por meio do questionário, às respotas ao instrumento serão digitadas, em duplicata, em uma planinha desenvolvida para o estudo. Após, será realizada a análise descritiva dos dados. A associação entre o desfecho (indicação / solicitação / realização de RP e CBCT para crianças e adolescentes) e as variáveis independentes coletadas no questionário será verificada por meio teste de Análise de Regressão Linear. Todos os testes estatísticos serão executados no software Statistical Package for Social Sciences (IBM SPSS® Statistics for Windows, version 20.0 (IBM Corp., Armonk, NY, USA)).
Link para o questionário completo: https://forms.gle/c6kHFNiunpyC4yrW9

Indicadores, Metas e Resultados

Esta pesquisa será realizada porque há necessidade de monitorar o uso da radiação X, especialmente em pacientes pediátricos que, por terem um organismo em desenvolvimento, são mais vulneráveis aos efeitos deletérios dos raios-X. Após a coleta dos dados, espera-se compreender do uso da radiação ionizante em pacientes pediátricos, por profissionais da Odontologia que prestam atendimento a estes pacientes.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRE EMIDIO RIBEIRO SILVA1
CAROLINE DE OLIVEIRA LANGLOIS2
HELENA LIMA CASTRO
MELISSA FERES DAMIAN2

Página gerada em 05/03/2024 08:03:31 (consulta levou 0.156325s)