Nome do Projeto
Organizando Arquivos Permanentes: os Acervos do Núcleo de Pesquisa em História Regional e do Arquivo Geral da UFPEL
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
30/06/2023 - 30/06/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O Curso de Bacharelado em História da UFPEL tem como objetivo para a formação do seu egresso preparar historiadores capazes de atuar em arquivos, museus e outras instituições culturais. A organização dos acervos da Universidade é uma oportunidade para os bacharelandos realizarem atividades práticas e estágios na sua área de atuação profissional. Este projeto prevê ações de higienização, classificação, catalogação e digitalização dos acervos do Núcleo de Pesquisa em História Regional que são o Arquivo Álvaro Leonardi Ayala, o Arquivo Notarial de Livro de Notas de Testamentos (1864 - 1966) e Livros de Notas de Inventários (1894 - 1959), do Município de Pelotas e um acervo de livros e revistas de História e dos acervos do Arquivo Geral da Universidade, tais como o Arquivo de Projetos de Extensão e outros.

Objetivo Geral

O trabalho com arranjo de arquivos constitui pilar do debate acerca da promoção da cidadania através da preservação da memória e das identidades dos sujeitos sociais. O objetivo de todo o trabalho de arquivos é a promoção da acessibilidade dos documentos aos cidadãos que são, de direito, os detentores de sua própria memória e história.

Justificativa

A importância de Pelotas enquanto objeto de pesquisas no campo historiográfico pode ser comprovada pela existência de grande número de importantes trabalhos realizados e publicados ou em andamento que trata de temas tais como escravidão, elite charqueadora, imigração, produzidos por diversas áreas de conhecimento como Antropologia, Geografia, Arquitetura e Urbanismo.
Parte expressiva dos documentos históricos que geram estas pesquisas encontram-se em acervos localizados nos núcleos de pesquisa da UFPEL e são constituídos e organizados pelos próprios pesquisadores, na falta de um Arquivo Municipal ou de condições de ampliação dos arquivos nas instituições já existentes tais como o Instituto Histórico e Geográfico de Pelotas e Biblioteca Pública
Pelotense. Estes arquivos guardam a história e a memória das comunidades pertencentes à Pelotas.
O Núcleo de Pesquisa em História Regional iniciou suas atividades como um grupo de pesquisas, formado por historiadores voltados para a preservação da História Local tanto na forma de produção de trabalhos de pesquisa como na forma da constituição de Arquivos Históricos. Dois Fundos Documentais compõem o Acervo Ayala, que pertence ao NPHR: o Fundo Documental Ayala, doado em 2014 e o Fundo de o Arquivo Notarial de Livro de Notas de Testamentos (1864 - 1966) e Livros de Notas de Inventários (1894 - 1959), do Município de Pelotas e um acervo de livros e revistas de História. Outro acervo foco deste projeto é a Unidade de Arquivo da UFPel, organizada pelo Núcleo de Documentação e Arquivo da Pró-Reitoria Administrativa. O núcleo é encarregado da operacionalização das políticas de arquivo, da gestão documental, pela normalização dos procedimentos técnicos aplicados aos arquivos setoriais da instituição e da custódia dos documentos em fase intermediária e permanente.
A atuação do Historiador nos arquivos históricos tem sido amplamente debatida, num movimento importante de profissionalização da atuação deste profissional. Recentemente, em 17 de agosto de 2020, a profissão foi regulamentada por lei. O Curso de Bacharelado em História da UFPEL tem como objetivo para a formação do seu egresso preparar historiadores capazes de atuar em arquivos, museus e outras instituições culturais. A organização dos acervos da Universidade é uma oportunidade para os bacharelandos realizarem atividades práticas e estágios na sua área de atuação profissional.

Metodologia

A organização dos acervos necessariamente passa pelas etapas de Planejamento, Execução (Higienização, Acondicionamento, Descrição e Divulgação) e Avaliação.
Planejamento: integração e definição de estratégias com o Grupo de Trabalho do Projeto; diagnóstico técnico do Acervo; apresentação do Projeto aos Docentes e Discentes que colaboram no NPHR.
Execução: - Higienização: a higienização é importante para a conservação do material, pois “a sujidade é o agente de deterioração que mais afeta os documentos” (CASSARES, 2000). A higienização deve ser um procedimento de rotina. A higienização de documentos é feita com pincéis, para retirar a sujeira. Também é necessário remover clipes e grampos de metal que danificam os documentos. Como o acervo é composto por livros, a higienização do revestimento e da parte interna dos livros é diferente. As páginas devem ser limpas uma a uma, com pincel. A encadernação pode ser limpa com pincel ou flanela, dependendo do estado do material. - Acondicionamento: higienização e acondicionamento são duas etapas complementares no trabalho de preservação dos documentos. O acondicionamento objetiva, por um lado proteger o documento da ação do tempo para, por outro lado, facilitar o manuseio, que é a ação essencial de todo o arquivo que insere o documento no tempo. Por se tratar de livros de registro, o acondicionamento prevê a elaboração de embalagens personalizadas que serão, posteriormente depositadas em estantes de aço. - Descrição: é a etapa de organização de guias para a consulta dos documentos do arquivo. É a etapa mais demorada, no caso deste acervo, e será acompanhada da técnica de leitura paleográfica do material. Paleografia é, basicamente, o estudo de textos manuscritos, com o objetivo de compreender o conteúdo dos documentos. - Divulgação: participação em eventos e Publicação, que ocorrerão durante a execução do projeto, sendo a participação na Semana Integrada de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFPEL e a publicação dos resultados finais do projeto, obrigatórias. Esta etapa compreende também sistematizar a avaliação do projeto, realizada parcialmente em todas as etapas anteriores.Para este Projeto serão utilizados procedimentos básicos para preservação de documentos, como sua limpeza individual e acondicionamento em suportes e localização adequados. Ao final, se pretende digitalizar uma parte do acervo.

Indicadores, Metas e Resultados

Tornar o arquivo acessível aos discentes das disciplinas práticas do curso de bacharelado em história, aos pesquisadores e à comunidade em geral.
Aproximar a comunidade escolar ou demais interessados do trabalho realizado na organização dos arquivos da UFPEL.
Oportunizar desenvolver conhecimento crítico acerca da história local bem como desenvolver uma compreensão histórica, articulando a região com o restante do país e as “realidades” do passado e do presente. Uma das formas de se conectar o Núcleo de Pesquisa em História Regional com a comunidade é através da organização de acervos de documentos da história da Pelotas.
Auxiliar na promoção da cidadania, o que implica ações onde o conhecimento é o meio pelo qual os sujeitos envolvidos reconhecem-se, percebem-se e assumem a luta pela defesa de seus direitos e de suas identidades.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRO AQUINO DIAS4
ANA INEZ KLEIN2
ANA LUCIA ROCKENBACH WELTER
BEATRIZ FERREIRA MELO
DANIEL SILVA DE MELLO4
FLAVIO VILLELA DE OLIVEIRA2
LORENZA NACHIBAR LOPES DE ABREU
MARIA TEREZA ANTUNES DE OLIVEIRA
NINA SANTOS MACHADO
ROBERTA VALESKA SANTANA VIEIRA

Página gerada em 22/02/2024 08:27:16 (consulta levou 0.343046s)