Nome do Projeto
Como ensinar sobre a ditadura e educar para a democracia? Ações educativas nos marcos dos 60 anos do Golpe de 1964
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
25/03/2024 - 31/03/2025
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Direitos Humanos e Justiça
Linha de Extensão
Formação de professores
Resumo
O presente Projeto se vincula a uma série de ações e eventos acadêmicos que tem sido articulados em todo o país com o objetivo de marcar os 60 anos do Golpe de 1964 e fortalecer os valores democráticos e a afirmação dos direitos humanos. Neste sentido, propõe o desenvolvimento de ações educativas que oportunizem discutir sobre os 60 anos do Golpe a partir de diferentes iniciativas, que incluem a realização de um Curso de Formação de Professores/as, a produção de uma exposição itinerante sobre o período ditatorial e a redemocratização e a realização de atividades em escolas de Pelotas e região, direcionadas a estudantes dos Ensino Fundamental e Médio.

Objetivo Geral

Promover ações direcionadas à formação de professores/as da Educação Básica em torno dos 60 anos do Golpe de 1964, a partir da perspectiva de uma educação em direitos humanos e para a democracia, bem como desenvolver atividades de ensino e aprendizagem acerca do tema em escolas da região.

Justificativa

No ano de 2024, completam-se 60 anos do Golpe de 1964, que deu início a um longe período de ditadura no Brasil. Ensinar e aprender sobre a ditadura é fundamental, especialmente no sentido de fortalecer a democracia e os direitos humanos como valores fundamentais. No entanto, a abordagem deste tema na Educação Básica tem sido marcada pelos negacionismos e tentativas de relativização. Neste sentido, a realização de um Curso de Formação Continuada busca oportunizar espaços de debate e reflexões sobre o tema, de forma a instrumentalizar os/as docentes para esta abordagem. Da mesma forma, a realização de atividades direcionadas a estudantes dos Ensino Fundamental e Médio permitirão abordar o tema a partir de novas abordagens e perspectivas, bem como aprofundar reflexões sobre ditadura, democracia e direitos humanos nas escolas. Destaca-se que a abordagem do tema está prevista na Base Nacional Curricular Comum e que diferentes documentos oficiais indicam como fundamental a abordagem do tema nas escolas, tais como o Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos (2007) e o III Programa Nacional De Direitos Humanos (2009).

Metodologia

O Projeto vem sendo construído coletivamente por uma equipe formada por servidores da UFPel, professores/as da rede, estudantes de Graduação e Pós-Graduação e integrantes de entidades parceiras. A Metodologia prevista para o desenvolvimento do Projeto se estrutura em três eixos:
* a realização de um Curso de Formação de professores/as intitulado "60 anos do Golpe de 1964:
Como ensinar sobre a ditadura e educar para a democracia?", que será desenvolvido entre os meses de abril e maio de 2024, em cinco encontros que totalizam 20 horas/aula. O público alvo são professores/as da rede, mas o Curso também é direcionado para estudantes das Licenciaturas. As atividades incluem: mesas-redondas, com ênfase na apresentação de novas pesquisas e abordagens; visita guiada em lugares de memória da ditadura em Pelotas; oficinas pedagógicas, dedicadas à tratar de novas metodologias e abordagens sobre o tema na sala de aula; atividades culturais (que incluem a apresentação do monólogo Subversivas") e escuta de depoimentos de pessoas que viveram o período.
* a montagem de uma exposição que trata do Golpe e do período ditatorial em Pelotas e região, que será desenvolvida em parceria com o Instituto de Estudos Políticos Mário Alves; tal exposição será itinerante, de forma que possa ser exposta em diferentes espaços de educação formal e não formal;
* realização de oficinas em escolas de Educação Básica, previstas para o segundo semestre de 2024;

Indicadores, Metas e Resultados

No que se referem às metas e resultados esperados, estes se relacionam com a possibilidade de qualificar a abordagem sobre os 60 anos do Golpe de 1964 e sobre os conceitos de democracia e direitos humanos na Educação Básica. Neste sentido, como indicadores apontamos a participação de professores da Educação Básica no Curso de Formação de Professores/as e o envolvimento das escolas nas propostas de oficinas e na recepção da exposição itinerante prevista para o segundo semestre.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRA GASPAROTTO5
DARLISE GONÇALVES DE GONÇALVES
DARLISE GONÇALVES DE GONÇALVES
Herison de Carvalho Silva
LARA BOTELHO CROCHI
NATASHA DIAS CASTELLI5
NATHALIA LIMA ESTEVAM
NÁDIA CRISTIANE COELHO DA SILVA KENDZERSKI5
RODRIGO TRESOLDI GIOVANAZ
TIAGO PERINAZZO CASSOL

Página gerada em 21/06/2024 10:21:42 (consulta levou 0.176172s)