Nome da Disciplina
ZOOLOGIA DE CAMPO
CÓDIGO
09050067
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA PRÁTICA
3
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
1
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Essa disciplina possui forte caráter prático, onde os alunos terão contato com atividades de coleta e preparação de exemplares zoológicos de diferentes grupos taxonômicos.

Objetivos

Objetivo Geral:

Instrumentalizar os alunos quanto às principais técnicas de coleta e preservação de animais invertebrados e vertebrados.

 

Objetivos Específicos:

Reconhecer a relação entre as técnicas de coleta de animais invertebrados e vertebrados e os ambientes e hábitos que os mesmos possuem, viabilizando o planejamento de coletas e amostragens.
Compreender a importância e vivenciar práticas de organização do material zoológico e dos dados coletados, assim como as principais práticas de curadoria de coleções zoológicas.

Conteúdo Programático

1. Importância das coleções zoológicas, tipos de coleções e seus objetivos;
2. Principais métodos de coleta de animais terrestres, dulcícolas e marinhos, suas aplicações e objetivos;
3. Principais métodos de fixação e preservação (em via úmida e via seca) de animais invertebrados e vertebrados;
4. Armazenamento, etiquetagem e organização de material zoológico;
5. Coleta e registros de dados;
6. Determinação dos principais grupos zoológicos amostrados.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • Almeida, L. M., Ribeiro-Costa, C. S. & Marinoni, L. 1998. Manual de Coleta, Conservação, Montagem e Identificação de Insetos. Ribeirão Preto, Holos, 78p.
  • Borror, D.J. & DeLong, D.M. 1964. Introdução ao Estudo dos Insetos. São Paulo, Edgard Blücher LTDA., 652p.
  • Buzzi, Z.J. 2002. Entomologia Didática, 4ª ed. Curitiba, UFPR, 348p.
  • Costa, C., Ide, S. & Simonka, C. E. (eds). 2006. Insetos imaturos: metamorfose e identificação. Ribeirão Preto, Holos, 249p.
  • Hildebrand, M. 1995. Análise da Estrutura dos Vertebrados, 1ª ed. São Paulo, Atheneu, 700p.
  • Kükenthal, W. 1969. Curso de Zoologia. Leon, EditorialAcademia, 635p.
  • Orr, R. T. 1986. Biologia dos Vertebrados. 5ª ed. SãoPaulo, Roca, 508p.
  • Papavero, N. (org.) 1994. Fundamentos práticos de taxonomia zoológica. São Paulo, Universidade Estadual Paulista, 285p.
  • Pough, F. H.; C. M. Janis & J. B. Heiser. 2008. A vida dosVertebrados, 4ª ed. São Paulo, Atheneu, 839p.
  • Ribeiro-Costa, C. & Rocha, R.M. 2006. Invertebrados. Manual de Aulas Práticas, 2ª ed. Ribeirão Preto, Holos, 271p.
  • Righi, G. 1990. Minhocas de Mato Grosso e de Rondônia. Brasília, CNPq, 157p.

Bibliografia Complementar:

  • Amaral, A. C. Z. & Nonato, E. F. 1996. Annelida Polychaeta: características, glossário e chaves. Campinas, Unicamp, 124p.
  • Araújo, M. L. & Alves, M. L. M. 1976. Os répteis: modos de preparação e exposição em museus escolares. Iheringia, série divulgação, 5: 81-107.
  • Auricchio, P. & Salomão, M. G. 2002. Técnicas de coleta e preparação de Vertebrados para fins científicos e didáticos. Guarulhos, Instituto Pau Brasil de História Natural, 348p.
  • Cox, F. E. G., Dales, R. P., Green, J., Morton, J. E., Nichols, D. & Wakelin, D. 1970. Practical Invertebrate Zoology: a laboratory manual. Seattle, University of Washington Press, 356p.
  • Gastal, H. A. O., Lanzer, M. E. B. & Galileo, M. H. M. 1976. Técnicas de coleta e preparação de invertebrados superiores para a organização de museus escolares. Iheringia, série divulgação, 5: 7-23.
  • Pitoni, V. L. L., Veitenheimer, I. L. & Mansur, M. C. D. 1976. Moluscos do Rio Grande do Sul: coleta, preparação e conservação. Iheringia, série divulgação, 5: 25-68.
  • Rios, E. 2009. Compendium of Brazilian Sea Shells. Rio Grande, Evangraf, 668p.
  • Rocha, R. M. & Boeger, W. A. P. (orgs.) 2009. Estado da arte e perspectiva para a Zoologia no Brasil. Curitiba, UFPR, 296p.
  • Tommasi, L. R. 1965. Lista dos crinóides recentes do Brasil. Contribuições Avulsas do Instituto de Oceanografia da Universidade de São Paulo, 9: 1-33.
  • Tommasi, L. R. 1966. Lista dos equinóides recentes do Brasil. Contribuições Avulsas do Instituto de Oceanografia da Universidade de São Paulo, 11: 1-50.
  • Tommasi, L. R. 1969. Lista dos Holothuroidea recentes do Brasil. Contribuições Avulsas do Instituto de Oceanografia da Universidade de São Paulo, 15: 1-29.
  • Tommasi, L. R. 1970. Lista dos asteróides recentes do Brasil. Contribuições Avulsas do Instituto de Oceanografia da Universidade de São Paulo, 18: 1-61.
  • Tommasi, L. R. 1970. Os ofiuróides recentes do Brasil e de regiões vizinhas. Contribuições Avulsas do Instituto de Oceanografia da Universidade de São Paulo, 20: 1-146.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2019 / 2 22 19 Ciências Biológicas (Licenciatura)
Ciências Biológicas (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEX14:00 - 14:50
14:50 - 15:40
16:00 - 16:50
16:50 - 17:40
MARCO SILVA GOTTSCHALK
Professor responsável pela turma

SEBASTIAN FELIPE SENDOYA ECHEVERRY
Professor Regente

CESAR JAEGER DREHMER
Professor Regente

CRISTIANO AGRA ISERHARD
Professor Regente

JOSE EDUARDO FIGUEIREDO DORNELLES
Professor Regente

ANA MARIA RUI
Professor Regente

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
ZOOLOGIA DE CAMPO Ciências Biológicas (Bacharelado)
ZOOLOGIA DE CAMPO Ciências Biológicas (Licenciatura)

Página gerada em 19/11/2019 08:33:22 (consulta levou 1.068815s)