Nome da Atividade
GESTÃO DO PATRIMÔNIO E POLÍTICAS PÚBLICAS DE PRESERVAÇÃO
CÓDIGO
10790145
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Conceituação de patrimônio cultural. Estudo da legislação brasileira para preservação de bens culturais nas três esferas dos Poderes, Análise crítica da legislação brasileira e sua aplicação prática em diferentes contextos, com destaque para o patrimônio cultural, natural e questões ambientais. História da legislação brasileira. Estudo das cartas patrimoniais, dos órgãos de preservação Federal, Estadual e Municipal e seus instrumentos de preservação e órgãos de preservação internacional.

Objetivos

Objetivo Geral:

Discutir e analisar os conceitos de patrimônio, seus instrumentos e medidas de salvaguarda e as políticas públicas a ele envolvidas.

Conteúdo Programático

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. 4. ed. São Paulo: Estado Liberdade, Ed. UNESP, 2011. (720.288 C545a) DURAND, José Carlos. Política cultural e economia da cultura. Cotia: Ateliê Editorial, São Paulo: SESC, 2013. (301.2 D948p) FONSECA, Maria Cecília Londres. O Patrimônio em processo: trajetória da política federal de preservação no Brasil. 2. ed. Rio de Janeiro: UFRJ/MINC-IPHAN, 2005. (344.09400981 F676p) FUNARI, Pedro Paulo Abreu; PELEGRINI, Sandra de Cássia Araújo; RAMBELLI, Gilson (Org.). Patrimônio cultural e ambiental: questões legais e conceituais. São Paulo: Annablume, 2009. (363.69 P314) GARCÍA CANCLINI, Néstor. Culturas híbridas: estratégias para entrar e sair da modernidade. 4. ed. São Paulo: EDUSP, 2003, 2006. (306 G216c) GARCÍA CANCLINI, Néstor. Consumidores e cidadãos: conflitos multiculturais da globalização. 7. ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2008. (306.4 G216c) INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (BRASIL). Coletânea de leis sobre preservação do patrimônio. Rio de Janeiro: IPHAN, 2006. (363.69 C694) INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (BRASIL); BRAYNER, Natália Guerra. Patrimônio cultural imaterial: para saber mais. 3. ed. rev. e atual. Brasília: IPHAN, 2012. (363.6 I59p) MEIRA, Ana Lúcia Goelzer. O passado no futuro da cidade: políticas públicas e participação dos cidadãos na preservação do patrimônio cultural de Porto Alegre. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2004. (711.40981652 M514p) MENDONÇA, Elizabete de Castro; SILVA, Junia Gomes da Costa Guimarães e (Org.). Bens culturais musealizados: políticas públicas, preservação e gestão. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2014. (069 B474) YUDICE, George. A conveniência da cultura: usos da cultura na era global. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2004. (306 Y36c)

Bibliografia Complementar:

  • CALDAS, Karen Velleda; SANTOS, Carlos Alberto Avila. Cartas Patrimoniais, legislação e a restauração do Grande Hotel de Pelotas: breves considerações. XII Seminário de História da Arte. Pelotas, Centro de Artes, UFPel, 2013. v.3, n.1. Disponível em: Acesso em: 17 jun. 2015. (Recurso online) CHAGAS, Mário de Souza. A imaginação museal: museu, memória e poder em Gustavo Barroso, Gilberto Freyre e Darcy Ribeiro. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Museus, 2009. (069.0981 C433i). CUNHA FILHO, Francisco Humberto. Teoria e prática da gestão cultural. Fortaleza: Universidade de Fortaleza, 2002. (306 C9725t) DODEBEI, Vera; ABREU, Regina (org). E o patrimônio? Rio de Janeiro: Contra Capa, 2008. (306E62) FERREIRA, Lúcio Menezes; FERREIRA, Maria Letícia Mazzucchi; ROTMAN, Mónica B. (Org.). Patrimônio cultural no Brasil e na Argentina: estudo de caso. São Paulo: Anablume, 2011. (930.1 P314) HEIDEN, ROBERTO. Argentina, Uruguai e Mercosul: instituições, normativas e políticas patrimoniais no contexto de uma união aduaneira. 2017. 322p. Tese de Doutorado. Programa de Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural. Universidade Federal de Pelotas. Disponível em: Acesso em 30 de junho de 2019. (Recurso online – banco de teses da UFPel) INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (BRASIL). Cartas patrimoniais. Brasília: IPHAN, 1995. 343 p. (Caderno de documentos; 3). (344.094 I59c) INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL. Celebrações e saberes da cultura popular: pesquisa, inventario, critica, perspectivas. 2. ed. Rio de Janeiro: IPHAN, CNFCP, 2006. 96 p. (306.4 C392) INVENTÁRIO Nacional de Referencias Culturais. Produção de doces tradicionais pelotense: relatório final.Pelotas: Editora da UFPel, 2008. (645.86 I62) MICHELON, Francisca Ferreira; MACHADO JÚNIOR, Cláudio de Sá; SOSA GONZÁLEZ, Ana Mar

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2021 / 2 60 7 Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis (Bacharelado - Noturno)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG19:00 - 19:50
19:50 - 20:40
20:40 - 21:30
21:30 - 22:20
RITA JULIANA SOARES POLONI
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
GESTÃO DO PATRIMÔNIO E POLÍTICAS PÚBLICAS DE PRESERVAÇÃO Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis (Bacharelado - Noturno)

Página gerada em 02/07/2022 08:38:44 (consulta levou 0.110400s)