Nome da Disciplina
MECÂNICA DOS SÓLIDOS
CÓDIGO
15000404
Carga Horária
60 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Modalidade
PRESENCIAL
Unidade responsável
CARGA HORÁRIA EXERCÍCIOS
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CRÉDITOS
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%
NOTA MÉDIA APROVAÇÃO
7

Ementa

Sistemas de cargas: Cargas concentradas. Cargas distribuídas planas.Cargas distribuídas volumétricas. Sistemas isostáticos: conceituação e análise das solicitações, cálculo dos esforços axial, momento fletor, esforço cortante e momento torçor. Estruturas treliçadas isostáticas: conceituação, classificação e análise dos esforços. Dimensionamento e cálculo de deformação em peças de material homogêneo sujeita aos esforços axial, fletor, torçor e cisalhamento.

Objetivos

Objetivo Geral:

Objetivo(s) geral(ais):
Calcular os esforços internos em estruturas. Desenvolver conceitos de Resistência dos Materiais e aplicá-los na abordagem e solução de problemas relacionados ao comportamento do sólido deformável.
Objetivo(s) específico(s):
● Apresentar os tipos básicos de estruturas, seus componentes e suportes;
● Apresentar os conceitos de tensão normal e tensão de cisalhamento;
● Definir deformação normal e por cisalhamento;
● Relacionar tensão e deformação;
● Determinar a distribuição de tensões e a deformação em elementos sob carregamento axial, de torção, de flexão e de cisalhamento transversal.

 

Objetivos Específicos:

● Apresentar os tipos básicos de estruturas, seus componentes e suportes;
● Apresentar os conceitos de tensão normal e tensão de cisalhamento;
● Definir deformação normal e por cisalhamento;
● Relacionar tensão e deformação;
● Determinar a distribuição de tensões e a deformação em elementos sob carregamento axial, de torção, de flexão e de cisalhamento transversal.

Conteúdo Programático

UNIDADE 1. SISTEMAS ESTRUTURAIS
Vínculos e sistemas isostáticos e hiperestáticos. Determinação do grau de estaticidade. Carregamentos. Cálculo de reações.
UNIDADE 2. SISTEMAS ISOSTÁTICOS PLANOS
Equações e diagrama dos esforços internos, axial, fletor, cortante e torçor em:
vigas e pórticos.
UNIDADE 3. SISTEMAS RETICULADOS PLANOS
Treliças: considerações gerais. Resolução pelo método dos nós. Resolução pelo método de Ritter.
UNIDADE 4. TENSÃO
Introdução ao estudo da Resistência dos Materiais, equilíbrio estático, conceito de esforços internos e de tensão, tensão normal, tensão de cisalhamento, tensões admissíveis. Lei da reciprocidade de tensões tangenciais.
UNIDADE 5. DEFORMAÇÃO
Conceituação de sólido deformável e deformação específica, deformação específica axial, deformação específica angular.
UNIDADE 6. PROPRIEDADE MECÂNICA DOS MATERIAIS
Página 63 de 158
Ensaio de tração e compressão, diagrama tensão-deformação, módulo de elasticidade longitudinal, materiais dúcteis e frágeis, lei de Hooke, coeficiente de Poisson (relações entre deformações longitudinais e transversais). Relação entre E, G e ν.
UNIDADE 7. SOLICITAÇÃO AXIAL OU NORMAL
Princípio de Saint-Venant, conceituação de esforço normal e deslocamento. Equações do equilíbrio para prismas constante sem e com consideração de peso próprio.
UNIDADE 8. SOLICITAÇÃO DE TORÇÃO
Conceituação de solicitação de torção, equação de equilíbrio para seções circulares, cheias ou vazadas. Deformações dentro do regime de proporcionalidade elástica: ângulo de torção. Módulo de elasticidade ao cisalhamento. Dimensionamento de eixos de transmissão de potência.
UNIDADE 9. SOLICITAÇÃO DE FLEXÃO
Conceituação de flexão, relações entre momento fletor, esforço cortante e carga. Deformação em uma barra reta sob flexão simples, curvatura e raio de curvatura. Dimensionamento de viga isostática homogênea, deformação na flexão. Princípio da superposição de efeitos.
UNIDADE10. SOLICITAÇÃO DE CISALHAMENTO
Conceituação de cisalhamento puro e com flexão, dimensionamento ao cisalhamento.

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • HIBBELER, R.C. Structural Analysis, 4a. edição. Prentice Hall, New Jersey. 1999.
  • SUSSEKIND, J. C. Curso de Análise Estrutural. Volume 1. 6 ed. Editora Globo. 1981
  • BEER, F. P.; DEWOLF, J. T.; JOHNSTON JR, E. R.; MAZUREK, D. F. Estática e Mecânica dos Materiais.Porto Alegre: McGraw-Hill, 2013. 728 p.
  • HIBBELER, Russell C. Resistência dos Materiais.7 ed. Prentice Hall, 2010.
  • BEER, F. P. e Jonhston, E. R. Resistência dos materiais. 4.ed. São Paulo: São Paulo: McGraw Hill, 2006. 774p.

Bibliografia Complementar:

  • BEER, F.P., JOHNSTON, F.R. Estática para engenheiros. McGraw Hill, Rio de Janeiro.
  • MERIAM, James L., Estática. Livros Técnicos e Científicos Editora S.A. - Rio de Janeiro, 1985.
  • FONSECA, A., Curso de Mecânica, Volumes I e II. Livros Técnicos e Científicos Editora S.A. - Rio de Janeiro, 1974.
  • LEET, Kenneth M.; UANG, Chia-Ming, Fundamentals of Structural Analysis.McGraw- Hill Companies, 2004.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
M1 2019 / 2 45 27 Engenharia Ambiental e Sanitária (Bacharelado)
Engenharia Geológica (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEG13:30 - 14:20
14:20 - 15:10
15:10 - 16:00
16:00 - 16:50
BRUNA SUANEZ SENTANO
Professor responsável pela turma

M2 2019 / 2 40 18 Engenharia de Controle e Automação (Bacharelado)
Engenharia de Petróleo (Bacharelado)
Engenharia Eletrônica (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
QUA08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
10:00 - 10:50
10:50 - 11:40
GUILHERME HOEHR TRINDADE
Professor responsável pela turma

M3 2019 / 2 40 24 Engenharia de Produção (Bacharelado - Noturno)
Horários
ManhãTardeNoite
SEX19:00 - 19:50
19:50 - 20:40
20:40 - 21:30
21:30 - 22:20
RAFAEL DE AVILA DELUCIS
Professor responsável pela turma

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
MECÂNICA DOS SÓLIDOS Engenharia Geológica (Bacharelado)
RESISTÊNCIA DOS MATERIAIS I Engenharia de Produção (Bacharelado - Noturno)
MECÂNICA DOS SÓLIDOS Engenharia de Controle e Automação (Bacharelado)
MECÂNICA DOS SÓLIDOS Engenharia Eletrônica (Bacharelado)
MECÂNICA DOS SÓLIDOS Engenharia de Petróleo (Bacharelado)

Página gerada em 13/11/2019 07:51:04 (consulta levou 0.188373s)