Nome da Atividade
PRÁTICA DE CAMPO II
CÓDIGO
10910045
Carga Horária
60 horas
Tipo de Atividade
DISCIPLINA
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
4
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
4
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
4
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Introdução aos princípios e técnicas gerais da prática de campo em arqueologia, discutindo e estudando a fundamentação teórica e os aspectos pragmáticos das diferentes fases e procedimentos de intervenção do trabalho arqueológico (escavação, salvamento, acompanhamento / monitoramento), abordando as diferentes fases de preparo e execução de uma escavação arqueológica, incluindo o manuseio de ferramentas e equipamentos, bem como os aspectos administrativos que envolvem a logística de campo.

Objetivos

Objetivo Geral:

Geral:
- Introdução aos princípios e técnicas gerais da prática de campo em arqueologia.
Específico:
- Compreender , elaborar teórica e logisticamente e efetivamente o realizar da prática de intervenção direta sobre o sítio, desde as sondagens e até escavações em áreas amplas, com os devidos cuidados na salvaguarda do patrimônio arqueológico.

Conteúdo Programático

1. Processo de permissão legal a intervenções em sítios arqueológicos
2. Processos logísticos e documentais para realizar intervenções
3. Realização de técnicas em campo de escavação para respostas diacrônicas e sincrônicas dos sítios
4. Desenhos estratigráficos, situacionais e de estruturas arqueológicas
5. Análise intra-sítios
6. Análise inter-sítios
7. Laboratório de Campo
8. Conservação dos vestígios e acondicionamento
9. Educação Patrimonial

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • FUNARI, Pedro Paulo. Arqueologia. São Paulo: Contexto, 2003.
  • RAMBELLI, G. Arqueologia até debaixo d’água. São Paulo: Ed. Maranta, 2002.
  • TRIGGER, B. História do Pensamento Arqueológico. São Paulo: Ed. Odysseus, 2011.

Bibliografia Complementar:

  • DEBLASIS, P.; MORALES, W. F. Analisando sistemas de Assentamento em âmbito local: uma experiência com full-coverage survey no Bairro da Serra. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia. v. 5. São Paulo: USP, p.125-143, 1995.
  • DIAS, A. S. Sistemas de Assentamento e Estilo Tecnológico: Uma Proposta Interpretativa para a Ocupação Pré-Colonial do Alto Vale do Rio dos Sinos, Rio Grande do Sul. São Paulo: USP. (Tese de doutorado), 2003.
  • MILHEIRA, R. G. Arqueologia Guarani na Laguna dos Patos e Serra do Sudeste. Pelotas/RS: Ed. UFPEL, 2014.
  • MORAIS, J. L. A. Arqueologia e o fator Geo. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia. São Paulo: USP, p. 3-22, 1999.
  • PROUS, André. Arqueologia Brasileira. Brasília: Ed: UNB, 1992.

Página gerada em 27/01/2021 05:14:21 (consulta levou 0.179688s)