Nome da Disciplina
FISIOLOGIA DO CRESCIMENTO EM RUMINANTES
CÓDIGO
09020024
Carga Horária
30 horas
Atividade Complementar
Não
Periodicidade
Semestral
Unidade responsável
CRÉDITOS
2
CARGA HORÁRIA TEÓRICA
2
CARGA HORÁRIA OBRIGATÓRIA
2
FREQUÊNCIA APROVAÇÃO
75%

Ementa

Introdução ao estudo do crescimento nos animais ruminantes destinados a produção de carne. Crescimento durante as fases pré e pós-natal. Composição química do corpo e dos principais tecidos que compõe a carcaça (músculo e gordura). Crescimento dos tecidos ósseo, muscular e adiposo. Modelos de crescimento. Produtividade, eficiência e terminação nos animais e sistemas de produção de
carne.

Objetivos

Objetivo Geral:

Objetivo geral
Proporcionar ao aluno do curso de Zootecnia conhecimentos a respeito dos aspectos relacionados a fisiologia do crescimento dos ruminantes destinados a produção de carne.
Objetivos específicos
- Estudar os conceitos básicos da fisiologia do crescimento, nas fases pré e pós-natal.
- Entender os princípios do crescimento dos principais tecidos componentes das carcaças, quais sejam osso, músculo e gordura.
- Proporcionar o entendimento dos processos de produtividade, eficiência e terminação e sua relação com o crescimento e desenvolvimento.
- Conhecer e relacionar os principais fatores que influenciam o crescimento.

 

Objetivos Específicos:

Estudar os conceitos básicos da fisiologia do
crescimento, nas fases pré e pós-natal.
- Entender os princípios do crescimento dos
principais tecidos componentes das carcaças, quais
sejam osso, músculo e gordura.
- Proporcionar o entendimento dos processos de
produtividade, eficiência e terminação e sua relação
com o crescimento e desenvolvimento.
- Conhecer e relacionar os principais fatores que
influenciam o crescimento.

Conteúdo Programático

1. Introdução ao estudo do crescimento
1.1. Generalidades
1.2. Conceito de crescimento
1.3. Diferenciação entre crescimento e
desenvolvimento
1.4. Importância econômica do crescimento
animal
1.5. Composição corporal dos ruminantes
1.6. Curvas de crescimento
2. Crescimento durante a fase pré-natal
2.1. Considerações gerais
2.2. Crescimento durante as fases pré-natais
(ovo, embrionária e fetal)
2.3. Crescimento diferencial
2.3. Fatores que afetam o crescimento fetal
3. Crescimento durante a fase pós-natal
3.1. Endocrinologia do crescimento
3.2. Dinâmica dos tecidos – síntese e degradação
3.3. Crescimento e reprodução
4. Composição química do corpo durante o
crescimento
4.1. Principais componentes químicos
4.2. Alterações da composição química durante o
crescimento
4.3. Composição química dos músculos
4.4. Composição química do tecido adiposo
4.5. Fatores que influenciam a composição
química corporal
5. Crescimento do tecido ósseo
5.1. Origem, estrutura e função das células
ósseas
5.2. Formas de tecido ósseo
5.3. Formação do esqueleto ou ossificação
5.4. Metabolismo do cálcio
5.5. Hormônios e desenvolvimento ósseo
6. Crescimento do tecido muscular
6.1. Estrutura do músculo
6.2. Desenvolvimento das fibras musculares
6.3. Dupla musculatura
6.4. Crescimento diferencial do tecido muscular
6.5. Relação entre crescimento ósseo e muscular
6.6. Influência da gordura no crescimento
muscular
7. Crescimento do tecido adiposo
7.1. Introdução
7.2. Divisão da gordura entre os depósitos
corporais
7.3. Distribuição da gordura na carcaça
7.4. Fatores que influenciam o crescimento do
tecido adiposo
7.5. Perda e recuperação de peso corporal –
influência sobre os depósitos de gordura
8. Modelos e fatores que influenciam o crescimento8.1. Peso corporal
8.2. Peso da carcaça
8.3. Influências ambientais
8.3. Influências genéticas
8.4. Influências sexuais
8.5. Influências nutricionais
8.6. Interação com outras espécies
9. Produtividade, eficiência e terminação
9.1. Conceituação e interpretação de eficiência e
produtividade
9.2. Relação entre tamanho animal, produtividade
e eficiência
9.3. Crescimento pré e pós-desmame
9.4. Crescimento compensatório
9.5. Desempenho animal e alimentação
9.6. Terminação

Bibliografia

Bibliografia Básica:

  • COSTANZO, L. Fisiologia. Ed. Elsevier, Rio de Janeiro. 2ª edição. 466p. 2004.
  • CUNINGHAN, J.G. Tratado de Fisiologia Veterinária. Guanabara Koogan, 3ª ed., 579p. 2004.
  • GUYTON, A. C.; HALL, J. E. Tratado de Fisiologia Médica. Guanabara Koogan, 11ª ed., 1115p. 2006.
  • SWENSON, M. J.;REECE, W. O., Dukes: Fisiolgia dos Animais Domésticos. Guanabara Koogan, 11ª ed., 356p. 1996.

Bibliografia Complementar:

  • BERNE & LEVY. Fisiologia. Ed. Elsevier, Rio de Janeiro. 6ª edição. 844p. 2009.
  • DI MARCO, O.N.; BARCELLOS, J.O.J.; COSTA, E.C. Crescimento de bovinos de corte. Porto Alegre. Departamento de Zootecnia da UFRGS – NESPRO. Editora da UFRGS. 246p. 2006.
  • LAWRIE, R.A. Ciência da carne. Porto Alegre. Ed. Artmed. 384p., 2005.
  • RANDALL, D.; BURGGREN, W.; FRENCH, K. Eckert - Fisiologia Animal. Mecanismos e Adaptações. Guanabara Koogan, 4ª ed., 729p. 2000.

Turmas Ofertadas

Turma Período Vagas Matriculados Curso / Horários Professores
T1 2019 / 2 30 9 Zootecnia (Bacharelado)
Horários
ManhãTardeNoite
SEX08:00 - 08:50
08:50 - 09:40
GILSON DE MENDONCA
Professor responsável pela turma

NIEDI HAX FRANZ ZAUK
Professor Regente

Disciplinas Equivalentes

Disciplina Curso
FISIOLOGIA DO CRESCIMENTO EM RUMINANTES Zootecnia (Bacharelado)

Página gerada em 17/10/2019 20:28:16 (consulta levou 0.171640s)