Nome do Projeto
Fototeca Memória da UFPel
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
25/04/2016 - 30/12/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Museologia
Resumo
A Fototeca Memória da Universidade Federal de Pelotas surgiu em junho de 2009, com o nome de Arquivo Fotográfico da Universidade Federal de Pelotas. Na época, era um projeto de extensão vinculado ao Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo (MALG). Em outubro de 2011, migrou para o Departamento de Museologia, Conservação e Restauro, mantendo-se como projeto de extensão continuado. Tem como principal função recolher e organizar as coleções fotográficas históricas das unidades de ensino da UFPel, utilizando os princípios da documentação museológica. De tal modo, é um trabalho que associa conhecimentos de museologia e conservação e restauro. Desde seu surgimento vem sendo um trabalho voltado para a extroversão do conhecimento que se gera sobre a trajetória da UFPel, por entender que a história desta instituição é, em partes, a história da cidade.

Objetivo Geral

Inicialmente a Fototeca desenvolve pesquisa para identificação dos documentos e fotografias das suas coleções. Esta pesquisa é uma das etapas do processo de sistematização das coleções. Com a inserção de alunos no trabalho , outras pesquisas, decorrentes da sistematização, começaram a ocorrer para responder questões propostas sobre as coleções. A digitalização, o acondicionamento, as formas de disponibilização e organização das coleções constituem os temas que em geral aglutinam tanto a participação do aluno como as possibilidades de contribuição para que o projeto cresça em qualidade .

Justificativa

A opção por transforma o arquivo em fototeca foi tomada após o desenvolvimento de um TCC que buscou depreender qual tipologia de guarda de memória estaria mais adequada ao projeto. A compreensão de um escopo inicial foi esclarecido pela aluna que também atuou na fototeca , em seu estudo:
Seja porque a palavra fototeca faz menção à coleção de fotografia, ou seja, porque este termo ainda é neutro de conceitos próprios com relação às ações empregadas, [...}.essa nomenclatura é possivelmente ideal para ser utilizada na definição desse novo setor que surge exclusivamente para acervo fotográfico, inserido em museus ou simplesmente para formação de instituições que buscam guardar apenas esta tipologia de acervo, mas que desenvolveram as mesmas práticas museológicas (PADILHA, 2011, p. 54)
Assim, a principal meta deste trabalho é a disponibilização do acervo em mídia eletrônica, através do site do projeto, e por outras formas que possam vir a oportunizar- se. Atualmente a Fototeca tem em seu acervo nove coleções, sendo que três delas encontram-se como arquivo digital de referência, a saber: Escola de Belas Artes de Pelotas (EBA); Marina de Moraes Pires e Cartas do pintor Leopoldo Gotuzzo. As que se encontram em formato físico são: Ciências Domésticas; Clinéia Campos Langlois; Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel; Laneira Brasileira S.A. , ANGLO e Faculdade de Odontologia.Inicialmente a Fototeca desenvolveu pesquisa para identificação dos documentos e fotografias das suas coleções. A Fototeca, ao se propor a guardar coleções, acaba fomentando a investigação em diferentes níveis (graduação e pós-graduação). Assim, para que as coleções efetivamente cumpram chegar à comunidade de forma aberta e com conhecimento, é necessário um trabalho contínuo que articula muitas ações e que caracteriza, prioritariamente, a formação do estudante, de acordo com o que consta no PPC dos cursos de Museologia e de Conservação e Restauração, caracterizando a ação como ensino, prioritariamente.

Metodologia

Os procedimentos regulares como a marcação alfa-numérica dos documentos e fotografias, a elaboração de inventários e os trabalhos de divulgação têm sido investimento contínuo dos bolsistas, que se fundamentam nos princípios do processo de sistematização e acondicionamento de fotografias preconizados pelo conservador português Luis Pavão, e da museóloga Helena Dodd Ferrez. O trabalho dos bolsistas funciona em um sistema que o projeto nominou como “apadrinhamento das coleções”. Assim os bolsistas que trabalharam e atuam hoje na Fototeca Memória da UFPel decidem em qual das coleções iriam trabalhar, continuando assim até o termino de execução de todos os procedimentos já listados. Este método permite que o bolsista venha a conhecer profundamente o conjunto escolhido e proporciona, por meio desta imersão, que o aluno desenvolva proximidade, compromisso e conhecimento com esses documentos.

Resultados Esperados

Pretende-se dar continuidade aos resultados já obtidos,entre os quais se destacam as exposições, a pesquisa sobre as coleções. O principal resultado, além da formação do aluno para atuar com coleções de fotografia, é o compromisso que o estudante adquire com a disponibilização. Todo o trabalho é voltado para que as coleções estejam disponíveis, divulgadas e que venham a ser consultadas e utilizadas. Segundo (ROCHA, 2013) foram realizadas algumas ações pela Fototeca Memória da UFPel ao longo de seus cinco anos de existência entre elas “quatro exposições, quatro catálogos, um conjunto de postais e a página na internet”. O resultado mais motivador foi um trabalho relacionado ao programa de extensão “O Museu do Conhecimento para Todos”, que consistiu em combinar os princípios para a descrição de fotografias, empregado na documentação das coleções, com a audiodescrição (AD). A AD é um método de descrição de objetos e cenas voltado para públicos de pessoas com deficiência visual. Neste caso, o método foi adaptado para propor uma audição interpretativa da fotografia, especialmente porque a finalidade era fazer com que a fotografia fosse primeiramente imaginada, para depois ser vista. Com isto, fotografias do acervo foram audiodescritas para serem veiculadas na rádio da UFPel em um programa de audições curtas (entre 4 e 7 minutos) intitulado “Fotografia para Ouvir”. Este programa foi submetido como proposta no Edital de Programação da Rádio Federal FM em dezembro de 2013 e aprovado para produção e apresentação em 2014. Durante a sua primeira edição em junho de 2012 foi feita uma contagem dos acessos ao portal da Fototeca. O programa deverá ser retomado em 2016.

Indicadores, Metas e Resultados

Esse projeto tem formado alunos que atuaram como bolsistas desde o seu surgimento: Adriano Konrath – Bacharelado em Conservação e Restauro; Bernardo Maia de Cerqueira – Bacharelado em Museologia; Chanaísa Melo - Pós-Graduação em Memória Social e Patrimônio Cultural; Degli Márcia S. de Quevedo – Bacharelado em Conservação e Restauro; Fernando de Paula Zamboni – Bacharelado em Canto; Jossana Peil Coelho – Bacharelado em Museologia; José Paulo Siefert Brahm – Bacharelado em Museologia; Júlia Figueiredo Cavallieri - Bacharelado em Conservação e Restauro; Patrick Fernandes de C. Moura – Bacharelado em Design Gráfico; Rosaura Isquierdo Rocha– Bacharelado em Conservação e Restauro; Suélen Neubert– Bacharelado em Conservação e Restauro ¬– Bolsista PET CR.Durante 2014: Carolina da Motta Tavares – Bacharelado em Museologia e Thiago Pacheco Petitó – Bacharelado em Museologia, que executaram as funções de documentar e digitalizar as coleções no qual estes procedimentos ainda não foram executados. Foram desenvolvidos quatro trabalhos de conclusão de curso sobre a fototeca, quatro dissertações de mestrado e está em andamento outra dissertação sobre a Coleção Anglo e outros dois TCCs relacionados. Destaca-se o trabalho monográfico “Acervo fotográfico em arquivo e museu: um estudo de caso no Arquivo Fotográfico da Câmara Municipal de Évora e no Arquivo Fotográfico Memória da Universidade Federal de Pelotas”, desenvolvido por Renata Cardozo Padilha como trabalho de conclusão do Curso de Museologia, em 2011, sob orientação da professora Francisca Ferreira Michelon.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAROLINA DA MOTTA TAVARES2025/04/201630/12/2016
DOUVER MICHELON125/04/201630/12/2016
FRANCISCA FERREIRA MICHELON225/04/201630/12/2016
JOSSANA PEIL COELHO325/04/201630/12/2016
KATIA HELENA RODRIGUES DIAS225/04/201630/12/2016
NORIS MARA PACHECO MARTINS LEAL225/04/201630/12/2016
SILVANA DE FATIMA BOJANOSKI125/04/201630/12/2016
SIMONE BITTENCOURT DE FREITAS425/04/201630/12/2016

Página gerada em 17/11/2019 20:34:35 (consulta levou 0.054639s)