Nome do Projeto
Turismo, Educação e Interdisciplinaridade 2017
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
01/06/2017 - 31/03/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Turismo
Resumo
Projeto de Ensino de iniciativa coletiva, destinado ao desenvolvimento de atividades interdisciplinares contemplando disciplinas do Curso de Bacharelado em Turismo, Bacharelado em Administração e Tecnólogo em Gestão Pública com vistas à melhoria da qualidade do processo de ensino-aprendizagem; ao desenvolvimento de abordagens didático-pedagógicas inovadoras e criativas, capazes de efetivar o preceito da indissociabilidade entre o ensino, a pesquisa e a extensão; bem como à inserção dos discentes monitores em atividades integradas de ensino da(s) disciplinas(s), contribuindo, assim, tanto para a formação acadêmico-profissional do monitor, bem como para um melhor desempenho acadêmico dos discentes atendidos pela monitoria.

Objetivo Geral

Melhorar a qualidade da(s) atividade(s) de ensino dos cursos de Bacharelado em Turismo, Bacharelado em Administração e Tecnólogo em Gestão Pública da UFPel, através da interdisciplinaridade e da necessária indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, bem como inserir os discentes dos cursos no exercício acadêmico-profissional, concedendo novas oportunidades para sua formação.

Justificativa

Ao longo dos anos de 2015 e 2016 o projeto de ensino “Turismo, Educação e Interdisciplinaridade” foi desenvolvido com êxito no Departamento de Turismo, dando origem, em 2016, a outros quatro projetos de ensino: Trabalhos de campo como recurso educacional; Interações do curso de Turismo com a realidade socioeconômica e cultural através de palestras, oficinas e cursos de curta duração; A prática da pesquisa na formação discente: ampliando horizontes através da socialização de resultados; Grupo de Estudos em Turismo Pedagógico.
Nesse sentido, para o ano de 2017, foi pensada uma reconstrução do Projeto de Ensino “Turismo, Educação e Interdisciplinaridade” suprimindo as atividades agora realizadas por esses quatro projetos acima citados e, ao mesmo tempo, proporcionando a continuada leitura interdisciplinar das disciplinas do Curso de Bacharelado em Turismo, lotadas no Departamento de Turismo da UFPel, bem como incentivar diálogos com outras disciplinas de outros cursos, na busca da leitura complexa da realidade, entendendo que o exercício interdisciplinar contextualiza as informações na complexidade do real, pois “A necessidade de interdisciplinaridade não provém apenas das deficiências do conhecimento cientifico ou de organização histórica de seu fomento, mas, sobretudo, da realidade como tal” (DEMO, 1997, p.10).
Para além do trabalho nas quatro linhas práticas do Curso de Bacharelado em Turismo da UFPEL (UFPEL, 2013), o projeto “Turismo, Educação e Interdisciplinaridade - 2017” propõe um diálogo entre o Curso de Bacharelado em Turismo e algumas disciplinas dos cursos de Bacharelado em Administração e Tecnólogo em Gestão Pública, com a oferta de monitorias para atender disciplinas dos três cursos e, ao mesmo tempo, a abertura de vagas de monitoria para os alunos dos três cursos objetivando o desenvolvimento de abordagens mais criativas no planejamento dos trabalhos das disciplinas, bem como a ampliação dos olhares dos acadêmicos dos cursos.

Metodologia

Em concordância com os objetivos desse projeto, estamos propondo as seguintes ações:

1. Inserção de atividades de pesquisa e extensão relacionadas às disciplinas, enquanto atividades objeto da monitoria
A primeira proposta de ação do projeto “Turismo, Educação e interdisciplinaridade - 2017” se refere ao desenvolvimento de abordagens didático-pedagógicas inovadoras e criativas capazes de impactar positivamente no desempenho acadêmico dos discentes das disciplinas atendidas pela monitoria. Em concordância com a UFPEL (2015), propomos a inserção de atividades de pesquisa e extensão relacionadas às disciplinas, enquanto atividades objeto da monitoria, refletindo a busca da indissociabilidade entre Ensino, Pesquisa e Extensão. Nesse sentido, o que se pretende é trazer para a sala de aula, a experiência in loco, acumulada através da pesquisa e da extensão.

1. Auxílio dos monitores a professores/orientadores no planejamento interdisciplinar das aulas e na preparação e utilização de recursos/materiais didáticos
Esperamos que 05 (cinco) monitores pleiteados sejam capazes de: auxiliar os professores nas tarefas didáticas, no planejamento das aulas, principalmente aquelas que contenham carga horária prática; auxiliar na preparação e utilização de recursos/materiais didáticos, nas etapas do processo de ensino-aprendizagem, inclusive no processo de avaliação; planejar interdisciplinarmente, junto aos professores responsáveis pelas disciplinas, atividades extras e materiais de apoio que possam melhorar a qualidade do processo de ensino-aprendizagem, atuando, principalmente, no combate à reprovação, à retenção e à evasão nos cursos.

3. Atendimento ao Plantão de Duvidas
O atendimento ao “Plantão de Dúvidas” tem por objetivo proporcionar aos alunos momentos de troca de experiências, onde será possível identificar e orientar discentes com dificuldades de aprendizagem e orientá-los para a melhoria do desempenho acadêmico.

Resultados Esperados

Em concordância com os objetivos deste projeto de ensino, espera-se promover a melhoria da qualidade das aulas por meio de trabalhos de pesquisa, extensão e outros contextualizados às disciplinas; criar novas experiências de interação entre os alunos com o atendimento de monitores em plantão de dúvidas; bem como promover novos diálogos entre o Turismo, a Administração e a Gestão Pública.
Em relação aos monitores, esperamos prepara-los para atuação profissional, desenvolvendo sua capacidade de pesquisa, análise, abstração e de elaboração de proposições relativas à prática profissional – extensão; desenvolvendo pensamentos reflexivos, críticos e criativos; estimulando sua curiosidade intelectual.
Além disso, pretendemos incentivar a participação dos alunos/monitores em eventos acadêmicos promovidos pelo Programa de Bolsas Acadêmicas (PBA), fóruns, seminários de ensino, mostras universitárias e eventos das áreas de Turismo, Administração e Gestão Pública através da apresentação de trabalhos relativos à sua experiência junto a este projeto.

Indicadores, Metas e Resultados

Os 05 (cinco) monitores com os quais contamos para o andamento deste projeto serão inseridos no Cobalto e terão a sua carga horária distribuída assim que ocorrer o processo seletivo para monitorias, bem como todo o trâmite legal necessário.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDYARA LIMA BARBOSA201/06/201731/03/2018
CAROLINE CILIANE CERETTA101/06/201731/03/2018
DALILA MULLER101/06/201731/03/2018
DALILA ROSA HALLAL101/06/201731/03/2018
GISELE SILVA PEREIRA101/06/201731/03/2018
IGOR MORAES RODRIGUES2005/06/201731/03/2018
MAICON GULARTE MOREIRA101/06/201731/03/2018
MARIANA ECHEBÉSTE VIEIRA LEMOS1017/07/201731/03/2018
PRISCILLA TEIXEIRA DA SILVA201/06/201705/08/2017
ROBERTA MATTOS LESSA2005/06/201731/03/2018
TANIA ELISA MORALES GARCIA101/06/201731/03/2018

Página gerada em 25/08/2019 06:24:07 (consulta levou 0.068869s)