Nome do Projeto
Qualificação das práticas pedagógicas nas interfaces curriculares do ensino da Anatomia Humana para as graduações da área da saúde
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
30/04/2018 - 29/03/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia Humana
Resumo
A formação de profissionais da área de saúde no Brasil, em nível superior, acontece em diferentes contextos curriculares, com forte tendência à Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP), ao ensino clínico e com emersão da proposta de ensino voltada ao Sistema Único de Saúde (SUS) desde o início da graduação (KANG; JORDAN; PORATH, 2009; SANTOS; LEITE, 2011). Nesta perspectiva, a formação básica em saúde desenvolve a morfologia e a fisiologia do corpo humano para fins específicos a cada curso de graduação por meio das disciplinas de Anatomia Humana, Histologia, Anatomia do Desenvolvimento, Fisiologia Humana e Farmacologia. A formação de qualidade nas instituições de ensino superior, com novas propostas curriculares e desenvolvidas em diferentes estágios, aproxima o estudante da busca pelo saber e o tem como protagonista da sua história acadêmica, exigindo habilidades cognitivas e operacionais sustentadas pela ética e o comprometimento teórico-prático (ITO; PERES; TAKAHASHI, 2006). A disciplina de Anatomia Humana do Departamento de Morfologia (DM), Instituto de Biologia (IB), da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) atualmente acolhe os estudantes de diversos colegiados de cursos no início das suas respectivas formações, tais como: Medicina, Odontologia, Enfermagem, Educação Física, Ciências Biológicas, Terapia Ocupacional, Psicologia, Farmácia e Nutrição. Neste cenário, prepondera a formação de profissionais de saúde em nível superior. Então, o início da formação destes profissionais perpassa pelo estudo morfológico do corpo humano. A equipe docente que atende esta demanda acadêmica é formada por oito docentes, desenvolvendo aulas teóricas seguidas de práticas laboratoriais, diariamente, nos três turnos e com a predileção do ensino prático em pequenos grupos. As atividades desenvolvidas no projeto de ensino 100/2015 e 21/2014 estimularam o seguimento desse projeto.

Objetivo Geral

Compreender o componente curricular Anatomia Humana a partir do estudo e da qualificação das práticas pedagógicas desenvolvidas nas interfaces curriculares das distintas identidades profissionais das graduações da área da saúde.

Justificativa

Tendo em vista os elementos e as reflexões pertinentes e elencadas no projeto de ensino intitulado "Práticas pedagógicas e identidades profissionais nas interfaces curriculares do ensino da Anatomia Humana para as graduações da área da saúde" (100/2015), realizado com o apoio dos colegiados e de grande parte da equipe dos professores e discentes do DM, pretende-se desenvolver esta intervenção. Neste sentido, o apoio dos próprios estudantes que já cursaram a disciplina de Anatomia Humana será potencializado tendo em vista a Monitoria como forma de qualificar o processo ensino-aprendizagem permitindo diálogos entre professores e estudantes.

Metodologia

O projeto de ensino terá como embasamento metodológico o estudo de caso por meio de uma investigação-ação educacional, apresentando caráter qualitativo, exploratório e participante (BOGDAN; BIKLEN, 1994; GIL, 1996; MINAYO et al, 1998; MION, 2002; MELLO, 2005).
O estudo de caso consiste na observação detalhada de um contexto, ou indivíduo, de uma única fonte de documentos ou de um acontecimento, podendo ter graus de dificuldade variáveis (BOGDAN; BIKLEN, 1994). A investigação-ação educacional pressupõe a dialogicidade, a problematização, a colaboração, a intenção, a interlocução entre teoria e prática, a própria prática como objeto de investigação e o método científico. Ela prevê as etapas de planejamento, ação, observação e reflexão (MION, 2002; MELLO, 2005).
Alicerçando-se inicialmente nesses marcos metodológicos, pretende-se construir ativamente, em conjunto, discussões acerca dessas propostas de práticas pedagógicas, currículos integrados, ensino interdisciplinar e identidades profissionais. Para isso, pretende-se trabalhar em conjunto com os docentes e discentes da Anatomia Humana do Departamento de Morfologia da Universidade Federal de Pelotas.
Local de estudo e sujeitos do Estudo
A projeto de ensino será realizada no Departamento de Morfologia, Instituto de Biologia da Universidade Federal de Pelotas.
Os sujeitos do estudo serão os docentes e os discentes ingressantes no primeiro semestre dos cursos de Medicina, Odontologia, Enfermagem, Educação Física, Nutrição, Farmácia, Psicologia, Ciências Biológicas e Terapia Ocupacional.

Resultados Esperados

O presente projeto de ensino apresentado pretende contribuir para compreender e aperfeiçoar as práticas pedagógicas da Anatomia Humana contextualizadas às identidades profissionais e ao ensino voltado às necessidades de um mundo e de um mercado tecnológico e globalizado. As interfaces do processo ensino-aprendizagem analisadas nesta intervenção pedagógica também serão artefatos que contribuirão para a construção do projeto educacional do Laboratório de Ensino Anatomoclínico Interativo.

Indicadores, Metas e Resultados

A partir das experiências já desenvolvidas em outras aplicações do projeto de ensino (100/2015 e 21/2014), dar-se-á a formalização da solicitação de continuidade do projeto de ensino, voltando a atender elementos que, porventura, estejamos ainda em consolidação, como a formação anatomoclínica em saúde, o ensino tridimensional em anatomia humana voltando à clínica médica e da área da saúde e a construção de recursos tecnológicos que visam a assegurar a construção individual e coletiva de mapas conceituais dinâmicos como elementos formadores e como produto de construção própria dos adquirentes dentro do dispositivo pedagógico. São desafios a considerar a serem enfrentados no sentido de aperfeiçoamento docente, diálogo curricular dentro de perspectivas conservadoras e inovadoras que somam ao ensino problematizador em saúde.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADEMAR FONSECA230/04/201829/03/2019
ALISSON ANDRE ROBE FONSECA230/04/201829/03/2019
ANTONIO CESAR BORTOWISKI ROSA LEITES230/04/201829/03/2019
CARLOS ALBERTO ALVES TAVARES230/04/201829/03/2019
CAROLINE CRESPO DA COSTA230/04/201829/03/2019
FABIO DINIZ FIDELIS MOREIRA121/08/201805/12/2018
GABRIEL DIAS DE OLIVEIRA228/09/201807/12/2018
JONAS SPEZIA230/04/201829/03/2019
JULIA PERES AVILA221/08/201829/03/2019
LARISSA DA ROSA FLORES230/04/201829/03/2019
MARCIO OSORIO GUERREIRO230/04/201829/03/2019
MARIANA SOARES VALENCA224/07/201829/03/2019
MARINA BORGES LUIZ230/04/201829/03/2019
MATEUS CASANOVA DOS SANTOS630/04/201829/03/2019
PAMELA DA ROSA OLIVEIRA230/04/201829/03/2019
RENATO AZEVEDO DE AZEVEDO230/04/201829/03/2019
THIAGO TRIVELATO PORTO230/04/201829/03/2019

Página gerada em 19/07/2019 20:38:56 (consulta levou 0.044341s)