Nome do Projeto
Curso de formação teórico-metodológica para analise-diagnóstico de sistemas agrários - DSA
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
03/09/2018 - 28/09/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Geografia - Geografia Agrária
Resumo
A forma como os seres humanos compreendem e expressam a realidade que os cerca é variável no tempo, sendo representante e também corolário de uma visão de mundo, de uma determinada perspectiva por meio da qual os processos, fatos, fenômenos e pessoas são percebidos e estudados. Essa perspectiva estabelece regramentos, ideais, valores, ela determina o viés por meio do qual o mundo será focalizado até o momento em que suas lentes já não abarcarem mais a amplitude e a complexidade do real. Nesse momento, então, é preciso que ela seja substituída por um novo entendimento. Convencionou-se chamar de paradigma essa visão de mundo e de quebra de paradigma o momento em que o modelo vigente é suplantado por outro de maior escopo e em maior acordo com a realidade. Os paradigmas vigentes exercem forte influência sobre o modo como se realiza a pesquisa científica. O que distingue o conhecimento científico das demais formas de conhecimento é, essencialmente, a forma como os saberes científicos são produzidos. Em regra, denomina-se essa forma como método e os seus subsidiários como metodologia, técnicas e instrumentos metodológicos. O método cumpre uma função mais abrangente de orquestrar a orientação operacional do estudo e balizar os seus pressupostos teóricos. Enquanto a metodologia, as técnicas e os instrumentos, apesar de guardarem consonância com o norteamento do método, exercem funções mais direcionadas para o encaminhamento prático da pesquisa. Em outros termos, ainda que se ocupem de aspectos relativamente singulares, é fundamental que haja um encadeamento lógico entre todo o aparato metodológico eleito por um pesquisador. É com base nesse entendimento que o presente projeto de ensino foca-se nas etapas operacionais que cercam os estudos científicos, dirigindo-se, portanto, a enfocar a metodologia da pesquisa científica nos seus seguintes aspectos: analise de conteúdo , técnicas de coleta de dados e referencial teórico-conceitual.

Objetivo Geral

Instrumentalizar os participantes para a operacionalização de um arcabouço teórico-metodológico (técnicas de coleta de dados e análise de conteúdo) para a análise-diagnóstico de Sistemas Agrários (DSA).

Justificativa

O desenvolvimento deste projeto de ensino justifica-se na medida em que busca contribuir despretensiosamente para a supressão de lacunas presentes na produção teórica da Geografia brasileira, ao enfocar justamente a metodologia da pesquisa geográfica, um tópico sobre o qual o referencial bibliográfico nessa ciência se mostra relativamente parco. Dessa forma, manifesta-se a compreensão de que um aspecto basilar para o êxito de uma pesquisa acadêmica consiste na presença de uma inter-relação entre seus pilares teóricos e metodológicos, de modo que todo conceito utilizado e toda prática empregada se encontrem concatenados, complementando-se e corroborando-se mutuamente. Isto é, mantendo-se uma visão holística, mas sem perder de vista a objetividade do contexto territorialmente verificado.
É em consonância com esse reconhecimento da centralidade dos aspectos metodológicos nas pesquisas geográficas que o Laboratório de Estudos Agrários e Ambientais (LEAA) propõe a realização de um curso de curta duração em metodologias para a pesquisa em geografia agrária. Com isso, o LEAA reafirma seu compromisso com o ensino e atua no sentido de fundamentar a aplicação de futuras pesquisas geográficas, contribuindo, assim, para com duas colunas basais do tripé ensino, pesquisa e extensão.

Metodologia

O curso de curta duração aqui proposto ocorrerá em quatro módulos, atendendo a seguinte ordem temática: técnicas de coleta de dados, análise de conteúdo, etnografia e metodologia participativa. A metodologia utilizada consistirá em exposições-dialogadas entre ministrante e participantes, nas quais o ministrante do módulo e os participantes poderão discutir a temática em questão. Possibilitando, por conseguinte, maior fluidez e objetividade ao desenvolvimento do curso. Dessa forma, a abordagem das temáticas será baseada no diálogo, prática vital para uma proposta de ensino voltada para a instrumentalização de pesquisadores dedicados às questões agrárias.
Ao mesmo tempo, tenciona-se indagar os participantes ao longo do curso acerca de sugestões ou de alterações na dinâmica de abordagem dos módulos propostos, com o intento de abordar os aspectos das temáticas de maior interesse para os participantes. Bem como adaptar procedimentos metodológicos mais condizentes com as expectativas dos pesquisadores envolvidos. É digno de nota que apesar do presente projeto de ensino se constituir na base teórica e metodológica sobre a qual se assentará a condução de cada módulo do curso, é possível que a evolução do processo de ensino-aprendizagem leve à adoção de mecanismos e instrumentos teóricos, pedagógicos ou metodológicos aqui não indicados. Isso porque entende-se o planejamento como uma ferramenta importante, a qual deve ser sempre submetida ao crivo de uma análise crítica dos resultados obtidos.
Basicamente, o desenvolvimento de cada módulo obedecerá a uma sequência lógica de momentos que poderão variar em número e em duração de acordo com a temática trabalhada e a abordagem selecionada. No decorrer do curso serão utilizados materiais específicos com vistas à melhor exemplificação dos conteúdos abordados. Nesse sentido serão empregados materiais como projetor, textos de aprofundamento e reflexão, materiais de reprodução acústica, entre outros.

Resultados Esperados

-Formação de pesquisadores habilitados para a aplicação do instrumental teórico-metodológico, apresentado, no curso aplicado à pesquisas no campo da Geografia Agrária;
-Publicação de artigos em periódicos e anais de eventos científicos;
-Devolução dos resultados das pesquisas para os sujeitos envolvidos nos trabalhos de campo;
-Realização de monografias de conclusão de curso de graduação e dissertações de mestrado alicerçadas sobre os aportes debatidos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADAO JOSE VITAL DA COSTA1203/09/201828/09/2018
ALLAN DE OLIVEIRA DE OLIVEIRA2003/09/201828/09/2018
ANA CAROLINA BILHALVA DREHMER2003/09/201828/09/2018
BRUNA GABRIELA RODRIGUES ZIRBES BUENO2003/09/201828/09/2018
CAMILA MENDONÇA LIMONS2003/09/201828/09/2018
GIANCARLA SALAMONI2003/09/201828/09/2018
HENRIQUE MÜLLER PRIEBBERNOW2003/09/201828/09/2018
LUIZ FELIPE WASSMANSDORF2003/09/201828/09/2018
MAIARA TAVARES SODRÉ20
MARIA REGINA CAETANO COSTA1203/09/201828/09/2018

Página gerada em 18/10/2019 05:56:00 (consulta levou 0.066469s)