Nome do Projeto
Grupos Terapêuticos de Acolhimento
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
06/10/2014 - 30/09/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
Face as diferentes possibilidades de intervenção, é preciso refletirmos sobre as condições éticas do fazer psicológico. Londero referencia o acolhimento como ato ou efeito de acolher, que implica, em suas várias definições, uma ação de aproximação, um “estar com” e “perto de”, ou seja, uma atitude de inclusão, uma tecnologia do encontro, que implica afetar e ser afetado. Pensando no grande número de solicitações de atendimento psicológico pelos alunos da universidade, nutrimos a preocupação por uma escuta antecipada, sabendo que Moré aponta a necessidade de evitarmos a desconfirmação do sofrimento psíquico das pessoas que nos solicitam ajuda, pela primeira vez, mobilizando demandas que passarão por um longo período de espera até que possam ser acolhidas novamente. Ademais, para Araújo et. al., os novos contextos e realidades sociais demandam da Psicologia um redirecionamento das reais possibilidades de atuação e intervenção. Sofrimentos, doenças, desequilíbrios em conjunto com situações adversas evidenciam a fragilidade social na qual estão inseridos os grupos. O reconhecimento da urgência por soluções nos remete ao trabalho em grupo como uma ferramenta possível para a grande demanda existente. Segundo Guanaes e Japur o fator terapêutico é entendido como um dos elementos da terapia de grupo que contribui para melhorar a condição de um paciente e que pode resultar tanto das ações do terapeuta quanto dos demais participantes ou do próprio paciente.

Objetivo Geral

Proporcionar um espaço de aprendizagem para os alunos do curso de graduação em Psicologia, com experiências teóricas e práticas, para que realizem acolhimento terapêutico aos alunos da UFPel, que aguardam atendimento em psicoterapia individual no Serviço de Psicologia.

Justificativa

Frente às demandas dos estudantes de Psicologia, a inserção em atividades práticas têm sido uma das mais relevantes solicitações. Além disso, o estudo dirigido, complementado pela intervenção em grupos formados por pacientes, comprovadamente desenvolve de uma melhor forma o aprendizado e a experiência nos cenários de atuação do Psicólogo.
Além do mais, para o público a ser acompanhado, o ingresso na Universidade representa importante momento na vida estudantil. No cenário atual, a ampliação do acesso ao ensino superior fomentada pelas políticas públicas afirmativas e inclusivas suscitou a mobilidade de estudantes de várias partes do Brasil e até mesmo de países vizinhos.
A cada nova edição do ENEM e SISU, milhares de jovens estudantes das mais diversas origens e culturas tornam-se alunos da UFPEL, passando a demandar serviços de toda ordem, onde se inclui o atendimento psicológico oferecido pelo Serviço de Psicologia, vinculado ao Núcleo Psicopedagógico de Apoio ao Discente da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis.
O mundo universitário é o pano de fundo onde se desenrolam as tramas e os dramas da vida. Dificuldades de aprendizagem, problemas de adaptação, saudade da família, transtornos mentais preexistentes são alguns dos motivos que fazem com que nossos alunos busquem o atendimento psicológico. Com a demanda sempre crescente e a carência de pessoal, aliado ao fato de que cada aluno/paciente permanece em psicoterapia por um período que pode se estender por 12 meses ou mais, a fila de espera por atendimento é uma constante em nosso serviço.
Por outro lado, enquanto instituição formadora, a UFPEL tem a necessidade de propiciar aos seus alunos campos de prática onde a teoria possa ser aplicada, bem como ensejar a complementação dos estudos de temas já abordados em sala de aula. Por estas razões, justifica-se a proposição deste projeto de ensino, que pretende trabalhar com os alunos do curso de Psicologia na perspectiva de grupos terapêuticos, possibilitando o acolhimento dos pacientes em fila de espera para atendimento psicológico.

Metodologia

As atividades terão início com a seleção dos acadêmicos do curso de Psicologia que atuarão como terapeutas. A seguir, os alunos selecionados iniciarão os estudos dirigidos para a apropriação do tema, bem como a seleção de artigos científicos e apresentação de casos clínicos cujo enfoque seja os grupos de apoio.
Concomitantemente, serão selecionados e chamados os alunos da Universidade que procuraram o Serviço de Psicologia que estejam na fila de espera para atendimento individual e que aceitem participar dos grupos de acolhimento.
Tais grupos terão periodicidade semanal, com duração de 90 minutos. Os terapeutas terão supervisão semanal com os técnicos do Serviço de Psicologia pelo período de execução dos grupos. Nestas supervisões serão realizadas avaliações dos pacientes para aferir a adaptação na sistemática de grupo bem como a necessidade do acompanhamento individual.
A avaliação dos alunos terapeutas será realizada periodicamente de acordo com a assiduidade nos encontros de estudo e supervisão, bem como pela assiduidade e pontualidade nos encontros grupais.
No término do período de realização do projeto de ensino será feita uma avaliação dos resultados obtidos, da necessidade de reformulação e da viabilidade de prorrogação do mesmo, que culminará na produção de um relatório final das atividades desenvolvidas ao longo dos 12 meses deste projeto.

Resultados Esperados

Espera-se que os alunos terapeutas se apropriem da teoria e técnica do manejo dos grupos, vivenciando a prática de inserção em grupos terapêuticos e o acompanhamento da evolução dos pacientes;
Também, almeja-se que os pacientes acolhidos possam se beneficiar do apoio oferecido no grupo terapêutico, de tal forma que seus conflitos sejam dissipados ou amenizados, no período de espera por atendimento em psicoterapia individual.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMELIA RODRIGUES NONTICURI206/10/201430/09/2015
ANA LAURA SICA CRUZEIRO SZORTYKA606/10/201430/09/2015
HELENA STRELOW RIET406/10/201430/09/2015
JULIANA ANTUNES SOUZA606/10/201430/09/2015
LEILA DA SILVA RODRIGUES406/10/201430/09/2015
RICARDO AZEVEDO DA SILVA206/10/201430/09/2015

Página gerada em 17/11/2019 20:52:20 (consulta levou 0.046062s)