Nome do Projeto
Avaliação de novos probióticos para melhorar variáveis fisiológicas e de desempenho em frangos de corte
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/01/2020 - 01/12/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Zootecnia
Resumo
Pesquisas utilizando suplementação com probióticos direcionadas para avaliação da resposta imune indicam, em sua grande maioria, que eles estimulam, de alguma maneira, a resposta do hospedeiro, seja na resposta imune inata, celular ou humoral. No entanto, a maioria das informações sobre a influência dos probióticos na imunidade foi obtida com a utilização de lactobacilos ou bifidobactérias, que são bactérias amplamente utilizadas na alimentação humana e que são de difícil armazenamento e administração para animais. A execução da presente proposta será dividida em duas etapas. No primeiro estudo serão utilizados 288 frangos de corte machos da linhagem Cobb previamente vacinados contra Bronquite Infecciosa (vacina experimental contendo 50 mg da proteína N do IBV adsorvida em 10% de Al(OH)3) com duas doses de 0,5 mL via intramuscular com intervalo de 21 dias. Em delineamento completamente casualizado serão testados os seguintes tratamentos nos animais vacinados: T1) Controle – Sem probiótico; T2) Dieta com probiótico Bacillus thuringiensis (1 x 108 UFC/g). As aves serão distribuídas em 48 boxes, totalizando 24 repetições (de seis aves cada uma) por tratamento. No segundo estudo serão utilizados 288 frangos também vacinados contra Bronquite Infecciosa que serão distribuídos aleatoriamente aos seguintes tratamentos: T1) Controle – Sem probiótico; T2) Dieta com probiótico Saccharomyces boulardii (1 x 108 UFC/g); T3) - Dieta com probiótico Saccharomyces cerevisiae (1 x 108 UFC/g). As aves serão distribuídas em 48 boxes, totalizando 16 repetições (de seis aves cada uma) por tratamento. Portanto, para preencher esta lacuna, o objetivo principal desse estudo é testar a atividade probiótica do Bacillus thuringiensis, Saccharomyces boulardii e do S. cerevesiae em frangos de corte . Como já há evidência que estes probióticos possuem propriedades bactericidas, nematicidas e imunomoduladoras, reveste-se de extrema importância avaliar sua ação probiótica e seus reflexos no desempenho em frangos de corte.

Objetivo Geral

O objetivo principal desse estudo é testar a atividade probiótica do Bacillus thuringiensis,
Saccharomyces boulardii e do S. cerevesiae em frangos de corte. Como já há evidência que estes probióticos possuem propriedades bactericidas, nematicidas e imunomoduladoras, reveste-se de extrema importância avaliar sua ação probiótica através do estudo do desempenho em frangos de corte. Com estes dados pretende-se avançar no tratamento sustentável dos animais, diminuindo desta forma a necessidade de utilização de produtos de origem de síntese química.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRENNA KELEN MELLO DE FREITAS301/01/202001/12/2020
CAMILA VON MUHLEN1201/01/202001/12/2020
CAROLINE BAVARESCO211/06/201830/08/2019
DEBORA CRISTINA NICHELLE LOPES211/06/201830/08/2019
EDUARDO GONCALVES XAVIER211/06/201830/08/2019
FABIO PEREIRA LEIVAS LEITE211/06/201830/08/2019
FERNANDO RUTZ111/06/201830/08/2019
PAOLA DE FREITAS FELTRIN411/06/201830/08/2019
RENATA CEDRÊS DIAS211/06/201830/08/2019

Página gerada em 16/07/2019 17:42:04 (consulta levou 0.100745s)