Nome do Projeto
MONITORAMENTO DA QUALIDADE MICROBIOLÓGICA DE SUPERFÍCIES EM UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DE PELOTAS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/11/2019 - 31/12/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Médica
Resumo
A preconização constante da limpeza das superfícies hospitalares com um maior índice de contato, portanto maior risco de contaminação, como maçanetas de portas, telefones públicos, interruptores de luz e grades de maca, tem tido maior ênfase na contemporaneidade. Faz-se necessária a vigilância das áreas próximas ao paciente e equipamentos que deveriam ser higienizados pelo procedimento padrão de desinfecção, pois superfícies ambientais de hospitais e ambulatórios são importantes reservatórios para potenciais patógenos, nestes ambientes, sendo estas muitas vezes insuspeitas de serem atores na disseminação cruzada de patógenos. Embora a preocupação da contaminação de superfícies insuspeitas mas de alto toque, pelos profissionais de saúde se atenha à realidade hospitalar, há que se dirigir a atenção ao mesmo problema nas unidades básicas de saúde municipais. Esse conceito, portanto deve ser direcionado para o ambiente ambulatorial como a minimização da ocorrência de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde. Portanto, para maior adesão à rotina de higienização das mãos, é didático e mesmo fundamental fornecer aos profissionais de saúde dados a respeito dos pontos focais de maior contaminação microbiana em ambientes da atenção primária à saúde. Desta forma, o objetivo principal deste projeto é monitorar a qualidade das superfícies de contato insuspeito e inerente ao cuidado clínico nas unidades básicas de saúde. Este projeto será realizado nas Unidades Básicas de Saúde conveniadas à UFPEL: UFPEL Posto de Saúde Areal Leste, UBS - ESF Areal I, UBS Obelisco, UBS Vila Municipal e UBS Capão do Leão. A pesquisa será realizada por acadêmicos diferentes momentos consecutivos, sem aviso prévio da conduta a ser realizada na unidade, não havendo intervenção no procedimento rotineiro de execução da limpeza/desinfecção realizada pelo profissional de limpeza, no momento de coleta. Prevê-se que o projeto tenha duração de 3 anos. Durante o período de execução do projeto serão realizadas pelos acadêmicos, sob supervisão, a sistematização por meio de seminários, construção de informes e assessoria instrutiva e participativa, quanto ao gerenciamento de desafios para a manutenção da qualidade microbiológica de superfícies.

Objetivo Geral

Principais

Monitorar a qualidade das superfícies de contato, inerentes e áreas próximas a área

física do cuidado clínico ao paciente nas UBS de Pelotas/RS.

Sistematizar educação instrutiva e participativa quanto ao gerenciamento de

desafios quanto a manutenção da qualidade microbiológica de superfícies.

Complementares

3. Colaborar com a compreensão do perigo de contaminação cruzada, inerente a este cuidado nas UBS

4. Propiciar ao acadêmico a participação direta na construção deste conhecimento.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA MARIA FERREIRA BORGES TEIXEIRA101/11/201931/12/2022
ANA PAULA OLIVEIRA ROSSES101/11/201931/12/2022
CLEOMAR RODRIGUES DA SILVA JUNIOR1001/11/201931/12/2020
GUILHERME HENRIQUE LELLIS MENDES1001/11/201931/12/2020
MARIA LAURA VIDAL CARRETT101/11/201931/12/2022
RAYSSA BRUNA MARTINS1001/11/201931/12/2020
RENATA SCHMITZ101/11/201931/12/2022
ROGERIO DA SILVA LINHARES101/11/201931/12/2022
VICTOR ESPINDOLA VIEIRA DA SILVA1001/11/201931/12/2020
WESLEY FELIPE VENANCIO1001/11/201931/12/2020

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Recursos própriosR$ 4.807,00

Página gerada em 14/08/2020 11:04:36 (consulta levou 0.103908s)