Nome do Projeto
ENRIQUECIMENTO DE MATRIZES ALIMENTARES COM CAROTENOIDES NATURAIS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/11/2019 - 31/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Resumo
Dentre os frutos nativos, destaca-se a Pitanga (Eugenia uniflora) pertence à família Myrtaceae, é nativa do Sul do Brasil, possui cor verde quando imatura e, quando amadurecida, pode ter cor laranja, vermelho e roxo escuro. A pitanga tem em média de 77% de polpa e 23% de sementes, tendo composição química variável, em geral, os frutos são ricos em cálcio, fósforo, antocianina, flavonoides, carotenoides, compostos fenólicos e vitamina C. Segundo estudos a pitanga se destaca pela alta concentração em carotenoides. Os carotenoides são compostos responsáveis pela pigmentação de alimentos de origem vegetal e alguns de origem animal, além disso, exibem um caráter lipofílico, sendo insolúveis em água. São pigmentos naturais que exercem funções biológicas nos seres humanos através da atividade pró-vitamínicos A, auxiliando no fortalecimento do sistema imunológico, na diminuição do risco de doenças degenerativas, entre outros efeitos. Considerando a natureza lipofílica dos carotenoides, uma estratégia de utilização destes compostos para enriquecimentos, seria a sua incorporação em óleos vegetais e em matrizes alimentares dando origem a alimentos funcionais, de interesse tanto para a indústria de alimentos quanto para os consumidores. Este processo, além de poder contribuir na estabilidade do produto, aumentando a vida útil, também mostraria como aspecto favorável à possibilidade de utilização de um composto obtido de fonte natural. A fim de estabelecer um veículo para incorporar carotenoides naturais extraídos de frutos de pitanga em uma matriz alimentar, é necessário reduzir ou prevenir a degradação desses compostos, para isso podem ser utilizadas técnicas de preparo sob a forma de micro e nanoemulsões. As microemulsões e as nanoemulsões estão se torrnando cada vez mais populares na indústria de alimentos, devido à vantagem da estabilidade e clareza óptica. Com base nisso, este estudo tem por objetivo adicionar extrato rico em carotenoides naturais, extraídos de frutos de pitanga, em óleo de soja e óleo de girassol, além de desenvolver micro e nanoemulsãoes contendo carotenoides naturais para aplicação em matriz alimentar hidrofílica, a fim de, desenvolver produtos alimentícios enriquecidos com propriedades funcionais.

Objetivo Geral

Objetivo geral
Extrair e incorporar carotenoides de frutos de pitanga em óleos vegetais (óleo de soja e óleo de girassol), a fim de obter óleos com propriedades funcionais e/ou enriquecidos, paralelamente, verificar o efeito do enriquecimento na estabilidade oxidativa desses óleos e demais parâmetros de identidade e qualidade. Assim como, desenvolver micro e nanoemulsões contendo carotenoides naturais e ainda, avaliar as possibilidades destes sistemas para a aplicação em produtos alimentícios hidrofílicos.

Objetivos específicos
• Obter óleos funcionais com potencial para promover a saúde humana;
• Monitorar a estabilidade dos óleos vegetais enriquecidos, através das análises de índice de identidade e qualidade (cor, índice de refração, índice de acidez, índice de peróxidos, entre outros).
• Avaliar a estabilidade térmica dos óleos vegetais enriquecidos sobre diferentes formas: aquecimento (estufa, micro-ondas e chapa) em diferentes tempos (min), luz e temperatura ambiente.
• Desenvolver um produto alimentar a partir de óleos vegetais enriquecido com carotenoides e avaliar sua aceitação sensorial.
• Desenvolver micro e nanoemulsões contendo carotenoides naturais extratos de frutos de pitanga;
• Aplicação das microemulsãoes e nanoemulsões em matriz alimentar hidrofílica;
• Estudar a estabilidade física das nanodispersões através da distribuição do tamanho das gotículas, turbidez, condutividade e viscosidade.
• Monitorar a estabilidade oxidativa das emulsões, através de análises físico- químicas e antioxidantes.
• Examinar a digestibilidade e a liberação dos carotenoides em condições gastrointestinais (GI) simuladas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CARLA ROSANE BARBOZA MENDONCA101/11/201931/12/2021
TAILISE BEATRIZ ROLL ZIMMER2001/11/201931/12/2021

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPES/PROAPR$ 1.200,00

Página gerada em 31/05/2023 08:30:49 (consulta levou 0.052280s)