Nome do Projeto
Avaliação do potencial probiótico da levedura Pichia pastoris
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/08/2010 - 02/08/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Microbiologia de Alimentos
Resumo
Probióticos são microrganismos vivos que ao serem administrados em quantidades adequadas conferem benefícios à saúde do hospedeiro. Leveduras destacam-se como probióticos porque são robustas, apresentam alta viabilidade sob diversas condições ambientais e podem ser facilmente cultivadas a partir de substratos de baixo custo. Pichia pastoris, uma levedura utilizada como sistema de expressão de proteínas recombinantes, destaca-se, quando comparada à Saccharomyces boulardii, a principal levedura utilizada como probiótico, quanto à produtividade de células por litro, produzindo até 130 g de matéria seca por litro de meio de cultivo. Além disso, P. pastoris é capaz de utilizar fontes de carbono alternativas, tal como o glicerol resultante da fabricação de biodiesel, podendo então auxiliar na redução deste resíduo industrial. Outra possibilidade, se comprovada a sua atividade probiótica, é a utilização de P. pastoris recombinante, visto que é uma levedura de fácil manipulação genética, possibilitando a expressão de proteínas terapêuticas ou imunogênicas. Assim, o objetivo do presente projeto é avaliar o potencial probiótico antimicrobiano e imunomodulador da levedura Pichia pastoris. Para isso, serão avaliados: a resistência da levedura P. pastoris a condições gastrointestinais simuladas e no trato gastrointestinal de camundongos; a segurança da sua utilização como probiótico; o seu efeito inibitório sobre o crescimento de enteropatógenos em meios de cultura; o seu efeito protetor contra infecção de camundongos por S. Typhimurium e seu efeito imunomodulador em camundongos.

Objetivo Geral

Objetivo geral
Avaliar o potencial probiótico antimicrobiano e imunomodulador da levedura Pichia pastoris.

Objetivos específicos
- Avaliar a resistência da levedura Pichia pastoris a condições gastrointestinais simuladas e no trato gastrointestinal de camundongos.
- Avaliar a segurança da utilização de Pichia pastoris como probiótico.
- Avaliar o efeito inibitório de Pichia pastoris sobre o crescimento de enteropatógenos em meios de cultura.
- Avaliar o efeito protetor de Pichia pastoris contra infecção de camundongos por S. Typhimurium.
- Avaliar o efeito imunomodulador de Pichia pastoris em camundongos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
1
1
1
1
1
2
2
2
4
4
4
4
4
4
12
12
12
20
GUSTAVO MARÇAL SCHMIDT GARCIA MOREIRA1201/08/201231/01/2013
RODRIGO ARIZA1201/02/201331/07/2013
SAMANTHA PERLEBERG VARGAS1201/08/201431/07/2015

Página gerada em 11/12/2018 04:59:18 (consulta levou 0.094826s)