Nome do Projeto
Estudo do Perfil Glicêmico e da Regulação da Gliconeogênese Hepática Durante o Jejum, em Camundongos Mutantes Deficientes para Leptina
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/07/2013 - 02/07/2015
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Medicina - Endocrinologia
Resumo
Resumo: A obesidade e diabetes mellitus tipo 2 (T2DM) são condições que estão estreitamente correlacionadas, e envolvem alterações no metabolismo de carboidratos, lipídeos e proteínas. Tanto a obesidade quanto a T2DM tem tido sua prevalência aumentada nas últimas décadas, em populações de diversos países incluindo o Brasil. Junto com o aumento destas condições, ocorre o aumento de diversas comorbidades como hipertensão, acidentes vasculares, artrites, distúrbios do sono, doenças oftálmicas e neurais e nefrose. Todas estas condições são problemas graves de saúde pública, e são responsáveis por um grande número de internações nos hospitais, sobrecarregando o sistema de saúde e onerando o estado. O estudo das alterações metabólicas envolvidas nestas condições é necessário no desenvolvimento de tratamentos curativos e preventivos, que poderão ser usados na promoção da saúde pública. Para o estudo destas condições, diversos modelos experimentais têm sido usados. Um dos modelos mais usados para a experimentação em animais é o camundongo que apresenta uma mutação no gene que codifica o hormônio chamado leptina (camundongos ob/ob). Os animais ob/ob nascem com peso normal, mas logo após o desmame desenvolvem obesidade severa, acompanhada de hiperglicemia, hiperinsulinemia, dislipidemia e infertilidade. Apesar da importância destes animais nos estudos envolvendo obesidade e T2DM, ainda há pouca informação sobre qual é o padrão de glicemia destes animais em diferentes condições de jejum. A adaptação do metabolismo ao jejum é fundamental para a sobrevivência das células e dos organismos, envolvendo diversos sistemas de regulação a nível endócrino, celular, molecular e de expressão gênica. A falta de informação quanto as diferentes condições que afetam a glicemia em jejum destes animais vem trazendo resultados conflitantes na literatura, atrasando as conclusões nesta área. As causas mais comuns destas discrepâncias são: a duração do jejum, a idade dos animais e a influência do dimorfismo sexual no metabolismo. O objetivo deste trabalho é apresentar as alterações glicêmicas ocorridas nos animais ob/ob e em seus controles magros, C57BL/6, em diferentes protocolos de jejum, em diferentes idades e em ambos os sexos.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
Estudar o perfil glicêmico e alterações metabólicas nestes modelos animais provocadas pelo jejum em diferentes condições experimentais.
Objetivos específicos
-Aferir a glicemia e a insulinemia dos camundongos ob/ob e seus controles magros em diferentes momentos de um jejum prolongado de 24 horas;
-Comparar as curvas de alteração glicêmica provocada pelo jejum entre os grupos de animais ob/ob e seus controles, em diferentes idades.
-Verificar a influência do dimorfismo sexual nestes animais com relação ao metabolismo de glicídios.
-Testar a tolerância à glicose, e à insulina destes animais em diferentes protocolos de jejum, escolhidos pela avaliação da informação obtida durante o experimento inicial de perfil glicêmico durante o jejum.
-Estudar a diferença da ativação da gliconeogênese nas condições de 12 e 24 horas de jejum e em animais alimentados, usando-se o teste de tolerância ao piruvato, e a análise da expressão gênica das enzimas reguladoras da gliconeogênese.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
1
1
1
1
4
4
4
4
4
4

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Recursos própriosR$ 1.000,00

Página gerada em 14/11/2019 17:20:53 (consulta levou 0.078451s)