Nome do Projeto
Redução da perda de peso de maçãs, no armazenamento refrigerado, pelo uso de parafina líquida
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/07/2013 - 01/07/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Engenharia Agrícola
Resumo
O aumento do tempo de prateleira de frutas é uma meta importante a ser atingida para que se possa estender o período de comercialização e as distâncias aos mercados consumidores. Para tal, várias técnicas tem sido desenvolvidas, entre elas o uso da refrigeração, de atmosfera controlada ou modificada, de revestimentos, comestíveis ou não. Alguns revestimentos, como óleo mineral, parafina, carnaúba, cera de abelha, goma-laca e fécula de mandioca, são usados amplamente em frutos e algumas hortaliças, e o uso desse material tem como objetivo dar ao fruto brilho, aparência atrativa, reduzir a perda de peso, diminuindo a respiração normal dos frutos, sem provocar condições de anaerobiose. O presente trabalho tem o objetivo de investigar a influência do armazenamento refrigerado sobre maçãs, tratadas com parafina líquida e sem tratamento, com relação à perda de peso. Inicialmente, será retirada uma amostra do lote de maçãs para determinar: a) o grau de maturidade pelo teste do iodo; b) a umidade pelo teste da estufa; c) a quantidade de sólidos solúveis (oBrix), com uso de refratômetro; d) característica visual de aparência através de imagens; e) firmeza da polpa com penetrômetro. Metade de cada lote será tratado com parafina líquida e cada fruta será envolta em filme de PVC. A outra metade não sofrerá pré-tratamento, mas também será envolta em filme de PVC. Cada lote será acomodado em uma geladeira, que ficará regulada para manter 6oC, por 18 meses e a umidade relativa do ar no interior da geladeira será monitorada através de um termo-higrômetro. A cada mês serão removidas três frutas tratadas e três não tratadas de cada lote para avaliação das características, perfazendo as análises nos tempos: 0 a 18 meses de armazenamento. Os dados obtidos serão analisados estatisticamente, em delineamento inteiramente casualizado, com tratamentos fatoriais 2 x 19, composto de dois tipos de recobrimento, um deles sendo o controle e dezenove períodos de avaliações, com três repetições de aproximadamente 250g de frutas cada uma. A partir dos resultados das análises de variância (ANOVA), as médias de embalagem serão comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade de erro, e a interação entre os fatores será submetida à análise de regressão.

Objetivo Geral

O presente trabalho tem o objetivo de investigar a influência do armazenamento refrigerado sobre maçãs, tratadas com parafina líquida e sem tratamento, com relação à perda de peso.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADAMO DE SOUSA ARAÚJO201/07/201301/07/2015
GIOVANI CASTRO FUENTES201/07/201301/07/2015
GIZELE INGRID GADOTTI801/07/201301/07/2015
MARIA LAURA GOMES SILVA DA LUZ801/07/201301/07/2015
MIGUEL BORGES MACHADO201/07/201301/07/2015
VINÍCIUS SALDANHA SCHERER201/07/201301/07/2015

Página gerada em 17/12/2018 17:28:21 (consulta levou 0.064110s)