Nome do Projeto
Óleo de peixe e selênio orgânico na dieta de galos: efeito sobre a fertilidade e congelabilidade do sêmen
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2014 - 07/08/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Resumo
A fertilidade é uma das características de maior importância econômica em aves de produção, sendo que a seleção dos melhores reprodutores tem um importante papel neste processo. Um dos fatores que afeta o desempenho reprodutivo dos galos é a nutrição; tanto a produção de espermatozóides quanto a fertilidade são influenciados pela alimentação. A composição da dieta é um dos principais determinantes da composição dos ácidos graxos dos tecidos animais, incluindo os espermatozóides. O óleo de peixe é uma importante fonte de PUFAs, contendo grande quantidade de ácidos graxos da série n-3, especialmente EPA e DHA. O aumento destes ácidos graxos no espermatozóide está relacionado com o aumento da fertilidade. Entre as biotecnologias existentes para incrementar o potencial dos reprodutores destacam-se a inseminação artificial, que maximiza o uso de um ejaculado, gerando um maior número de pintinhos, e o congelamento de sêmen, que aumenta a eficiência da inseminação artificial. Entretanto, o processo de congelamento causa danos à integridade estrutural, bioquímica e biofísica da membrana plasmática do espermatozóide; sendo que há um drástico declínio nos fosfolipídios do sêmen após a criopreservação, concomitante com diminuição da fertilidade. O alto teor de PUFAs nos espermatozóides torna-os suscetíveis à peroxidação. A adição de selênio orgânico na dieta pode reduzir este efeito. Sabendo-se que ocorre modificação lipídica na membrana do espermatozóide através dos lipídios oriundos da dieta, objetiva-se saber com este trabalho se esta modificação irá se refletir na prática (in vivo), ou seja, na obtenção de maior fertilidade após inseminação artificial com sêmen fresco e congelado.

Objetivo Geral

Objetivo Geral

Avaliar os efeitos da adição de óleo de peixe e de selênio orgânico na dieta de galos sobre o perfil lipídico do espermatozóide, sobre as características do ejaculado, sobre a criopreservação e sobre a fertilidade.

Objetivos Específicos

1) Verificar se as dietas promovem alteração na qualidade do ejaculado (volume, concentração, motilidade, integridade de membrana e habilidade de penetração no ovo);
2) Verificar se as dietas promovem incrementos na congelabilidade do sêmen,
3) Verificar se as dietas promovem mudanças na fertilidade do sêmen fresco ou congelado e
4) Verificar se as dietas promovem modificações na composição lipídica do espermatozóide.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXSANDER FERRAZ2003/03/201407/08/2017
AMAURI TELLES TAVARES402/06/201419/12/2014
CAMILA TONINI406/07/201518/12/2015
ELVIS BALTAZAR PUGA421/08/201531/08/2016
FERNANDO RUTZ103/03/201401/08/2017
MARIANA ACCORSI TELES421/08/201531/08/2016
MATHEUS JOSE GONCALVES DE OLIVEIRA421/08/201531/08/2016
SILVIA MARIA LANNES DE CAMPOS DA COSTA604/01/201624/06/2016
TIAGO ARAUJO RODRIGUES406/07/201501/07/2016

Página gerada em 17/12/2018 03:09:12 (consulta levou 0.068689s)