Nome do Projeto
Efeito da Estimulação Magnética em Cultura de Neurônios de Ratos Submetidos a um Modelo de Inflamação Crônica
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
31/03/2014 - 31/03/2016
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Fisiologia - Neurofisiologia
Resumo
Estudos em humanos e em animais têm demonstrado que os quadros de dores crônicas estão associados a estresse crônico, que induz alterações duradouras no sistema neural envolvido na modulação nociceptiva. A continuidade do estímulo agressivo local, desencadeia um desequilíbrio homeostático como resposta glial, levando neurônios à disfunção celular e apoptose. Estudos têm sido realizados para identificar estruturas anatômicas, celulares e moleculares que desencadeiam e/ou sustentam a modulação nociceptiva pós estresse. Além disso, há poucos dados obtidos em padrões de estimulação que otimizem respostas celulares específicas. Após uma injúria tecidual, a dor ocorre por ativação das terminações nervosas livres de vias primárias aferentes denominadas nociceptores, induzida por mediadores inflamatórios. Estudos em neurociência têm desenvolvido novas técnicas de neuromodulação da atividade cerebral em vários aspectos, entre elas, a estimulação magnética. É um procedimento não-invasivo, promissor na modulação do sistema nervoso central para o alívio da dor. Desta forma, este projeto objetiva avaliar o efeito da estimulação magnética em cultura de neurônios de córtex cerebral de ratos Wistar. Este estudo tem caráter experimental no qual os ratos machos serão induzidos a uma inflamação crônica com a subsequente retirada do córtex cerebral total para o cultivo primário de neurônios. Os estímulos magnéticos serão por meio do aparelho (Magstim 2002 BiStim). As células em cultura serão submetidas a uma sessão diária de EM de 5-10Hz por 5, 10 e 15 minutos com intervalo de 10 segundos por 10 dias consecutivos O efeito da estimulação magnética na resposta celular, será avaliado por meio de análises morfológicas e bioquímicas. Espera-se, que ao concluir este estudo, tenha-se melhor entendimento dos mecanismos intra e extra-celulares envolvidos à resposta antinociceptiva frente à estimulação magnética.

Objetivo Geral

Objetivo primário:O presente projeto objetiva avaliar o efeito da exposição à estimulação magnética em cultura primária de neurônios de córtex cerebral de ratos com inflamação crônica na pata, submetidos e não submetidos ao estimulo magnético. O efeito da técnica EM também será avaliado no mesmo modelo de cultura celular, mas com os ratos sendo estimulados anteriormente. Objetivos secundários• Estabelecer condições de cultura primária de neurônios de córtex cerebral;
• Estabelecer condições de estimulação magnética (EM) em ratos (Estimulação Celular Indireta-EMI) e diretamente nas culturas primárias de neurônios (Estimulação Celular Direta-EMD);
• Avaliar a morfologia das células durante o tempo de cultivo por meio de microscópio de Luz Invertido
• Realizar uma curva de tempo e de intensidade da aplicação dos estímulos em cultura primária de neurônios;
• Avaliar a viabilidade celular por meio do método MTT em cultura primária de neurônios;
• Avaliar o processo de apoptose celular por meio de marcação com DAPI (imunofluorescência) em cultura primária de neurônios;
• Verificar a expressão de marcadores de dor como a β-endorfina, substância P por imunocitoquímica em cultura primária de neurônios.
• Avaliar os níveis de BDNF em cultura primária de neurônios por meio de imunodetecção e pela expressão do RNAm desta neurotrofina por meio de RT-PCR em cultura primária de neurônios;
• Analisar o perfil de citocinas IL1, IL6, IL10 e TNF por meio de imunohistoquímica nas cultura primária de neurônios;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA MORÁSTICO2031/03/201401/03/2016
AMANDA MORÁSTICO1201/08/201431/07/2015
Carla de oliveira231/03/201401/03/2016
GIOVANA DUZZO GAMARO231/03/201401/03/2016
OTÁVIO GARCIA MARTINS1201/08/201531/07/2016
Pâmela Cristina de Lima Avelar2031/03/201431/03/2016
ROSANGELA FERREIRA RODRIGUES103/04/201401/03/2016
SABRINA PEREIRA SILVA4031/03/201403/03/2016

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
UFPEL (Universidade Federal de Pelotas)R$ 1.000,00

Página gerada em 26/01/2020 19:29:47 (consulta levou 0.085098s)