Nome do Projeto
Acesso dos Idosos atendidos por onze Unidades da Estratégia da Saúde da Família da área urbana de Pelotas-RS ao serviço de reabilitação de prótese dentária e o impacto na qualidade de vida relacionado à saúde bucal – Estudo longitudinal
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
19/12/2015 - 19/12/2016
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Resumo
O presente trabalho é a sequência de um acompanhamento realizado em 2009/2010 sobre saúde bucal em idosos vinculados a onze Unidades de Saúde da Família - USF do município de Pelotas-RS. A proposta deste estudo é avaliar se os idosos identificados com necessidade de prótese no primeiro acompanhamento realizado conseguiram acesso ao tratamento reabilitador protético e qual o impacto na sua qualidade de vida. A pesquisa será desenvolvida de dezembro de 2014 a julho de 2015 nas onze Unidades de Saúde da Família com a aplicação de questionários estruturados para identificar as variáveis socioeconômicas, de utilização de serviço e de saúde geral. Para as variáveis uso e necessidade de prótese e número dentes serão realizados exames de saúde bucal no domicilio do idoso ou na Unidade de Saúde da Familia que ele está cadastrado. Os dados serão digitados e analisados no programa STATA 12.0.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
Avaliar se os idosos vinculados às onze unidades saúde da Família - ESF do município de Pelotas – RS identificados com necessidade de prótese no primeiro acompanhamento (2009/2010) conseguiram acesso ao tratamento reabilitador disponibilizado pelo município, e se esse acesso melhorou a sua qualidade de vida relacionada à saúde bucal.
Objetivos Específicos
Descrever a prevalência de necessidade de prótese dentária e perda dentária na população específica;
Verificar associação entre as variáveis explicativas e o indicador de necessidade de prótese;
Fornecer dados epidemiológicos para fomentar práticas governamentais para a saúde bucal dos idosos do Município de Pelotas - RS.
Verificar quais os componentes da qualidade de vida relacionada à saúde bucal medida pelo OHIP 14- Oral Health Impact Profile são mais influenciados diretamente naqueles com e sem necessidade de prótese dentária.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDREIA MORALES CASCAES215/11/201418/12/2015
CAMILA BERNARDI215/11/201418/12/2015
CARLOS NERI DOS SANTOS ROCHA415/11/201418/12/2015
CARLOTA ROCHA DE OLIVEIRA219/12/201519/12/2016
DANIELA D'ARCO PEREIRA215/11/201418/12/2015
EDUARDA CARDOSO DE OLIVEIRA415/11/201418/12/2015
FERNANDA MACHADO GOVEIA215/11/201418/12/2015
GABRIELLA DA ROSA DUTRA415/11/201418/12/2015
ISABELLE KUNRATH219/12/201519/12/2016
ISADORA SCHWANZ WÜNSCH219/12/201519/12/2016
JÚLIA FREIRE DANIGNO219/12/201519/12/2016
KARINE GUEDES ESCOBAR415/11/201418/12/2015
LAUREN FRENZEL SCHUCH415/11/201418/12/2015
LIZANDRA COPETTI DUARTE215/11/201418/12/2015
LUCAS TEIXEIRA UARTH219/12/201519/12/2016
MARIANA DA SILVA MUÑOZ415/11/201418/12/2015
MARIANA SILVEIRA ECHEVERRIA215/11/201418/12/2015
NATHALIA LIMA DOS SANTOS215/11/201418/12/2015
NATÁLIA BASCHIROTTO CUSTÓDIO215/11/201418/12/2015
SILVANA PAIVA ORLANDI215/11/201418/12/2015

Página gerada em 10/12/2019 14:37:43 (consulta levou 0.089212s)