Nome do Projeto
Prevalência de toxoplasmose aguda em pacientes com síndrome da imunodeficiência adquirida no sul do Brasil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
25/02/2016 - 31/03/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia Parasitária Humana
Resumo
O projeto visa determinar a prevalência de toxoplasmose aguda em portadores do vírus HIV atendidos no Serviço de Assistência Especializada (SAE) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pelotas. Para isso, será feita uma análise transversal retrospectiva da ocorrência de manifestações clínicas de toxoplasmose aguda em pacientes que estiveram/estão em tratamento no referido serviço, por meio de prontuários. As variáveis de interesse incluídas no grupo de estudo são: reagudização da infecção por Toxoplasma gondii, sintomas de toxoplasmose manifestados, contagem de linfócitos T CD4+, relação CD4/CD8, carga viral, uso regular/irregular da terapia antirretroviral (HAART) e óbitos. Com esta pesquisa de prevalência, objetiva-se apontar as correlações da infecção por T. gondii, como parasitose oportunista, em indivíduos imunodeprimidos pelo vírus HIV..

Objetivo Geral

Determinar a prevalência de toxoplasmose aguda em indivíduos com imnodeficiência adquirida, atendidos no Serviço de Assistência Especializada da faculdade de Medicina da UFPel.
Analisar a ocorrência de manifestações clínicas de toxoplasmose aguda em portadores do vírus HIV, relacionando-as ao uso/não uso dos antirretrovirais.
Estudar aspectos clínico-epidemiológicos da toxoplasmose em pacientes com SIDA

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FABIANE CAMPOS DA SILVA3525/02/201631/03/2017
MIRIAN PINHEIRO BRUNI325/02/201631/03/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 1.500,00

Página gerada em 08/12/2019 19:42:17 (consulta levou 0.076922s)