Nome do Projeto
Museu Aberto: a cidade como espaço de ciência, educação e cultura
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2016 - 01/08/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação
Resumo
Este projeto busca pesquisar, organizar informações e visibilizar os espaços potencialmente educativos da cidade de Pelotas (RS), voltando-se à sua leitura como possibilidade de divulgação e popularização da ciência. Elaborado por um grupo de pesquisadores UFPel e instituições colaboradoras, propõe, para tal, a pesquisa e construção de uma plataforma, denominada Museu Aberto, voltada à exploração da cidade de Pelotas a partir de seu reconhecimento enquanto espaço de educação, cultura, divulgação e popularização da ciência. As pesquisas desenvolvidas e a plataforma criada possibilitarão elaborar sugestões de visitação, exploração e discussão de temas amplos ou mais focados no campo das ciências que permitam a interação entre os sujeitos escolares e a cidade. De modo particular, a proposta dessa pesquisa e a conjunta criação da plataforma se pautam em buscar um olhar do campo das ciências para espaços citadinos, articulando-os à aprendizagem escolarizada das ciências naturais e buscando a sua melhor compreensão pelos sujeitos. O problema de pesquisa que pauta o projeto visa compreender quais as contribuições que a cidade tomada como espaço educativo pode trazer à divulgação e aprendizagem das Ciências Naturais a partir de espaços não formais de educação. Para respondê-lo, serão realizadas investigações a respeito a) dos espaços possíveis de exploração educativa para o campo das ciências naturais, b) da construção da ferramenta proposta (uso e usabilidade), bem como c) das contribuições trazidas pelo uso da plataforma em ações voltadas à formação docente (inicial e continuada) no campo das ciências naturais e d) da compreensão que os sujeitos utilizadores da plataforma (alunos, professores etc.) desenvolvem sobre a relação entre o espaço e a ciência. Como efeitos desse processo, este projeto visa que as investigações, a plataforma e seus elementos sejam multiplicados para além dos momentos de sala de aula, sendo utilizados para compreensão da cidade e de conteúdos de ciências em situações não formais e informais de educação. Por conta disso, objetiva-se ampliar a popularização e a divulgação da ciência enquanto construto social e cultural, que tem capacidade explicativa e aplicada à cotidianidade. No projeto Museu Aberto, a ciência emerge, portanto, como um meio de compreender o espaço, os fenômenos corriqueiros, as ações sobre o território e a interação entre os sujeitos nele. Tais elementos mostram a relevância e validade de apoio a este projeto de pesquisa

Objetivo Geral

Este projeto de pesquisa tem como objetivo geral investigar as contribuições que a cidade tomada como espaço educativo pode trazer à divulgação e aprendizagem das Ciências Naturais a partir de espaços não formais de educação. Para tal, em conjunto, se propõe desenvolver uma plataforma (digital – on-line – e impressa), denominada de Museu Aberto, que utilizará os achados dessa pesquisa para planejar, desenvolver e avaliar ações escolares em ambientes não formais de educação, potencializando diferentes modos de compreender os conteúdos escolares em um meio complexo, contextualizado e profundamente aprendente. Do mesmo modo, a pesquisa e a plataforma também visibilizam uma multiplicação das ações escolares para momentos não escolares (não formais ou informais de educação) a partir do acesso remoto à plataforma. Objetivos Específicos: 1)Aprofundar os referenciais teóricos que tratem acerca da integração entre escola, cidade como espaço educativo e os museus, particularmente os de ciências; 2) Inventariar, analisar e estudar o uso dos recursos, meios, instituições, espaços e locais da cidade potentes para ações educativas e os conteúdos relativos às ciências naturais que permitem suscitar (criação de um mapa educativo); 3) Produzir convênios e parcerias entre a universidade e escolas com instituições privadas e públicas (municipal, estadual e federal), responsáveis por espaços e sítios com potencial para as ações educativas analisados no Objetivo 2; 4) Produção da plataforma digital (on-line); 5) Produção da versão impressa da plataforma; 6) Desenvolver atividades de formação para o uso das plataformas digital e impressa do Museu Aberto destinadas a professores e corpo diretivo das escolas de Pelotas; 7) Realizar acompanhamento de turmas-piloto nas visitações e ações relativas ao uso do Museu Aberto nas escolas; 8) Validação e avaliação da usabilidade da plataforma digital; 9) Validação e avaliação da usabilidade da plataforma impressa.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALZIRA YAMASAKI101/08/201601/08/2019
CHARLENE BARBOSA DE PAULA1201/11/201730/09/2018
FABIO ANDRE SANGIOGO101/08/201601/08/2019
FERNANDA KAROLAINE DUTRA DA SILVA1201/10/201831/07/2019
LEANDRO LAMPE401/08/201601/08/2019
TATIANE TAÍS FRANKE RADMANN1201/08/201731/10/2017
TATIANE TAÍS FRANKE RADMANN1201/08/201631/07/2017
VITÓRIA SCHIAVON DA SILVA401/08/201601/08/2019

Página gerada em 08/12/2019 19:37:47 (consulta levou 0.073639s)