Nome do Projeto
Células-tronco pulpares SHEDs versus hipóxia - avaliação do desempenho biológico
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/12/2016 - 13/12/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia
Resumo
Células submetidas a baixas tensões de oxigênio estimulam, dentre outros processos, a angiogênese. Este efeito benéfico é conferido pela síntese celular do Fator Transcricional Hypoxia Inducible Factor-1A (HIF-1alfa), o qual estimula a proliferação celular e a angiogênese em diversas linhagens, inclusive sobre as próprias células-tronco pulpares proveniente de dentes permanentes (DPSCs). Entretanto, esse efeito ainda não foi observado sobre células-tronco pulpares provenientes de dentes decíduos esfoliados (SHEDs), os quais possuem expressão genética diferente das primeiras. As SHEDs possuem elevado potencial de uso em terapias regenerativas, uma vez que são de fácil obtenção e apresentam a vantagem de serem provenientes do próprio doador. Desta forma, esta pesquisa se propõe a analisar os efeitos do HIF-1alfa sobre o desempenho biológico In vitro das SHEDs. Para isso, ensaios de cultivo e quantificação celular pelo método colorimétrico de WST1 serão realizados, bem como quantificação da expressão do Fator HIF-1alfa pelas SHEDs, empregando Western Blot e Imunocitoquímica. Além disso, será avaliada a influência do Fator HIF-1alfa na expressão dos fatores pró-angiogênicos: VEGF e bFGF, sobre a proliferação de receptores de superfície do tipo 2: VEFGR2, do fator estimulador de mitose celular: p38MAPK, bem como sobre a expressão de marcadores da diferenciação odontoblástica: MEPE, DMP1 e DSPP, através de qPCR e do ensaio de atividade da fosfatase alcalina. Também, será avaliado o desempenho das SHEDs sobre a proliferação e formação de estruturas vasculares por células endoteliais microvasculares humanas, através de ensaio de cultivo e quantificação previamente mencionados. Espera-se que a partir dos resultados obtidos no presente projeto, potencialize-se a síntese de dentina e de polpa através de suas células progenitoras em futuros experimentos, bem como, que se obtenha maior chance de sucesso nestes ensaios quando for empregada espessura de matriz biodegradável maior das que atualmente utiliza-se com a finalidade de reconstruir o complexo dentino-pulpar lesado ou perdido. Palavras-chave: polpa dentária, engenharia tecidual, dentina.

Objetivo Geral

Avaliar o desempenho biológico in vitro das células-tronco SHEDs quando submetidas à pré-condição de hipóxia.
2.1 Objetivos Específicos
2.1.1 Determinar a proliferação das células SHEDs em pré-condições de hipóxia ou normóxia após diferentes períodos;
2.1.2 Quantificar a expressão do Fator HIF-1alfa pelas células SHEDs diferentes períodos de hipóxia;
2.1.3 Avaliar o desfecho do Fator HIF-1alfa na expressão dos fatores VEGF, VEGF receptor-2 (VEFGR2), bFGF, p38MAPK, MEPE, DMP1 e DSPP sobre s células SHEDs em condições de hipóxia ou normóxia;
2.1.4 Avaliar e comparar o desempenho das células SHEDs, quando em pré-condição de hipóxia ou normóxia, na proliferação e formação de estruturas vasculares pelas células endoteliais microvasculares dérmicas humanas (HDMEC).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DIEGO SANTONI MESSINA1201/01/201731/01/2017
DIEGO SANTONI MESSINA1201/08/201631/12/2016
EVANDRO PIVA123/09/201530/11/2016
FERNANDA MÜLLER ANTUNES1223/09/201530/11/2016
FLAVIO FERNANDO DEMARCO123/09/201530/11/2016
MARIANE DUTRA JOANOL1201/02/201731/07/2017
RAFAEL GUERRA LUND123/09/201530/11/2016
TIAGO MACHADO DA SILVA1201/08/201631/07/2017
WELLINGTON LUIZ DE OLIVEIRA DA ROSA223/09/201530/11/2016

Página gerada em 12/12/2019 04:34:24 (consulta levou 0.071594s)