Nome do Projeto
ESTRATIFICAÇÃO VERTICAL SOBRE MÚLTIPLAS DIMENSÕES DA DIVERSIDADE DE BORBOLETAS FRUGÍVORAS (LEPIDOPTERA: NYMPHALIDAE) EM UMA REGIÃO DE FLORESTA OMBRÓFILA MISTA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
18/11/2016 - 01/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Ecologia
Resumo
A Floresta Atlântica é considerada um dos biomas mais diversos do mundo, assim como um dos mais degradados. Ambientes florestais possuem uma ampla heterogeneidade de fisionomias e gradientes, que são de extrema importância para a estruturação das comunidades. Borboletas frugívoras são sensíveis às alterações no ambiente e em função disso, são amplamente utilizadas para o entendimento de padrões ecológicos visando à conservação ambiental. Gradientes verticais vegetacionais formados por variações bióticas e abióticas, juntamente com fatores filogenéticos podem estar influenciando na ocupação de nichos dentro de comunidades de borboletas frugívoras. Em razão disto, acreditamos que haverá diferenças na riqueza, abundância e composição, e na seleção de atributos funcionais para esta comunidade entre dois estratos vegetacionais. Nosso objetivo será verificar os padrões de distribuição vertical por medidas de diversidade. O trabalho será realizado na FLONA-SFP/RS, no período de novembro de 2016 a maio de 2017. Serão usadas cinco armadilhas com iscas atrativas por estrato, em seis transecções nas áreas de Floresta com Araucária. As borboletas capturadas nas ocasiões amostrais serão identificadas e coletadas ou marcadas/liberadas. Coletaremos dados de riqueza, abundância e composição das espécies por estratos, variáveis abióticas do ambiente e atributos funcionais. Realizaremos análises para diversidade alfa (rarefação por individuo, distribuição de abundância, Entropia de Renyi) e beta (PCoA seguido por PERMANOVA), assim como curvas de suficiência amostral por estimadores analíticos. Para analisar a diversidade funcional e filogenética será montada uma árvore filogenética com as espécies amostradas e matrizes de dados, buscando desvendar convergências/divergências de atributos, assim como a ocorrência de agrupamento ou dispersão filogenética. Espera-se que os resultados possam auxiliar no entendimento da estruturação de comunidades baseadas em sua história evolutiva, buscando melhores medidas para a conservação ambiental.

Objetivo Geral

Geral
- Verificar os padrões de distribuição vertical de borboletas frugívoras entre o dossel e o subosque em uma região de Floreta Ombrófila Mista, aplicando medidas de diversidade taxonômica, funcional e filogenética.
Específicos
- Avaliar e comparar riqueza, abundância e composição de espécies de borboletas frugívoras entre o subosque e o dossel em áreas de mata nativa de araucária.
- Verificar quais atributos funcionais contribuem para a estruturação das comunidades de borboletas nos diferentes estratos.
- Verificar se componentes filogenéticos influenciam na distribuição das espécies entre dossel e subosque.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE RICHTER818/11/201601/12/2018
KARINE GAWLINSKI218/11/201601/12/2018

Página gerada em 14/11/2019 07:10:27 (consulta levou 0.088759s)