Nome do Projeto
Avaliação da estrutura da comunidade de borboletas frugívoras (Lepidoptera: Nymphalidae) em Floresta Ombrófila Mista e diferentes estágios de monocultura de Pinus elliottii
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/12/2016 - 31/03/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Ecologia
Resumo
A floresta atlântica apresenta um alto grau de ameaça, representando altas taxas de endemismo e de diversidade. Florestas nativas são ocupadas cada vez mais por monoculturas exóticas, que podem alterar a composição de espécies. Trabalhos comparando a comunidade de borboletas entre áreas de monocultura e mata nativa são escassos, e de grande importância para a compreensão da influência e impacto desse plantio na fauna nativa. O objetivo desse trabalho é avaliar riqueza, abundância e composição de espécies de borboletas frugívoras em mata nativa, plantações de Pinus elliottii recentes e plantações de P. elliottii abandonadas, visando avaliar o impacto de monoculturas nestes insetos, como forma de incrementar ações de manejo e conservação. O estudo será desenvolvido na Floresta Nacional de São Francisco de Paula, com quatro réplicas para cada uma das formações vegetais. Cada réplica terá 5 armadilhas atrativas, que serão revisadas a cada 48 horas em cada ocasião amostral. Serão medidas as variáveis ambientais área (perímetro), umidade, temperatura, velocidade do vento, cobertura do dossel, densidade vertical da vegetação, e abundância e a biomassa de plantas. Serão analisados os parâmetros de riqueza, abundância e composição de espécies de borboletas frugívoras nos diferentes ambientes estudados. Serão geradas curvas de acúmulo de espécies, além do cálculo de estimadores analíticos de riqueza de espécies para estimar a representatividade das amostragens. Curvas de rarefação baseadas em indivíduos serão construídas para comparar as riquezas totais da Mata Nativa e dos plantios de Pinus. Diferenças de abundância serão testadas a partir de uma ANOVA um fator. Para averiguar padrões de equabilidade e dominância serão obtidas curvas de distribuição de abundância de espécies para cada ambiente. A diversidade será avaliada por meio da entropia de Renyi. Para verificar a existência de espécies indicadoras e altamente associadas a algum dos ambientes estudados será realizada a análise de IndVal (indicatorvalue). Em relação à composição de espécies, os dados serão analisados por meio de PCoA, com medida de semelhança de Bray-Curtis e posterior PERMANOVA para testar a significância dos agrupamentos obtidos. As variáveis ambientais serão testadas através de regressões múltiplas para a riqueza e a abundância e por uma CCA para a composição de espécies de borboletas frugívoras.

Objetivo Geral

Geral
Investigar o impacto da monocultura de Pinus elliottii na estruturação e composição da comunidade de borboletas frugívoras em comparação a matas nativas de Araucária no sul do Brasil.
Específicos
(i) Avaliar riqueza, abundância e composição de espécies de borboletas frugívoras em mata nativa, plantações de Pinus elliottii recentes e plantações de P. elliottii abandonadas;
(ii) Averiguar padrões de equabilidade e dominância destas comunidades;
(iii) Verificar a existência de espécies indicadoras e altamente associadas aos ambientes;
(iv) Fornecer subsídios para elaboração de planos de conservação e manejo associados a estes ambientes.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE RICHTER201/12/201631/03/2018
LIS BACCHIERI DUARTE CAVALHEIRO801/12/201631/03/2018
MARCO SILVA GOTTSCHALK101/12/201631/03/2018
OLIVIER JEAN FRANCOIS BONNET101/12/201631/03/2018

Página gerada em 12/12/2019 04:23:57 (consulta levou 0.136678s)